quinta-feira, 6 de março de 2014

Definições – o que é ser Cristão, Protestante, Reformado e Calvinista?

De maneira objetiva, podemos definir assim:

Cristão é aquele que segue a Jesus Cristo, segundo o Evangelho, e define a Sua pessoa em conformidade com a revelação bíblica. De uma maneira didática, suas crenças devem ser norteadas pelos credos históricos como o Credo Apostólico, Niceno, Atanasiano e de Calcedônia, se não quiser cair em erros doutrinários a respeito da divindade e se perder eternamente.

Protestante é aquele cristão que está convencido dos Cinco Solas (Somente) – Somente a Escritura, Somente Cristo, Somente a Fé, Somente a Graça e a Glória Somente a Deus. Ele não compactua com nada que dilua esses postulados.

Reformado é o cristão protestante que subscreve toda teologia de alguma Confissão de Fé Reformada, que obviamente inclui os Cinco Pontos do Calvinismo, a “Tulip”. A Teologia Reformada é norteada pela doutrina da Aliança.

Calvinista é o qualquer cristão que adere aos Cinco Pontos do Calvinismo, codificados explicitamente pelo Sínodo de Dort, onde defende a Depravação Total, a Eleição Incondicional, a Expiação Limita, a Graça Irresistível e a Perseverança dos Santos. O calvinista (e o reformado) não olha aos seus intuitos lógicos, mas primeiro para a Escritura.


Obviamente, o cristianismo verdadeiro só pode ser visto no Protestantismo Fiel e Ortodoxo. Portanto, nem Catolicismo, nem Adventismo, nem Jeovismo, nem Mormonismo, nem Espiritismo, nem Unicismo, nem Teologia Liberal, nem Universal ou Mundial, são igrejas de Deus. 

25 comentários:

  1. Muito bom. Se me permite, você poderia incluir "evangélico", "pentecostal" e "neopentecostal". Sugiro isso porque muita gente não sabe a diferença e bota todo mundo no mesmo saco. Eu mesmo já testemunhei um camarada gente boa, ao visitar uma igreja protestante, dizer "ah, mas sua igreja é quietinha, achei que todo mundo ficava gritando aqui!".
    Deu para entender, não é? rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devia dizer isto aos cristãos primitivos que sequer pensavam em protestantismo, calvinismo e etc Rótulos não ajudam a ninguém e jamais ajudarão, se Deus elege pessoas do mundo secular pela sua graça, como alguém pode achar "difícil" para Deus ter eleitos nas diversas igrejas pentecostais... Este "deus" para mim parece limitado em sua soberania.

      Excluir
  2. Eu sou da Assembleia de Deus "pentecostal" mas, também concordo com o Nazeazeno, vemos atualmente essa confusão até por parte de muitos cristãos da vertente protestante, acredito que há muita falta de informação dos fiéis, muitos deles realmente não entendem ou não buscam esses conceitos e histórias das várias denominações.
    Certamente, que saber desses conceitos e histórias do povo protestante e de suas diferenças não leva necessariamente a salvação e nem é o propósito de Deus, porém eu penso que é sempre bom buscar o conhecimento até mesmo para evitar cair em erros e em contradições com a verdadeira palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  3. É meus irmãos, precisava incluir esses termos também. Vamos ver se em outra postagem sai alguma coisa...

    ResponderExcluir
  4. SOU CALVINISTA. MAIS DEUS FAZ AS COISAS TAO BEM,SEUS PLANOS SAO TAO PERFEITOS.QUE ELE PERMITIU O ARMINIANISMO POIS UM CORPO TEM O LADO DIREITO E O ESQUERDO ASSIM COMO TEM COISAS QUE SÓ O BRAÇO DIREITO PODE FAZER OU SÓ O ESQUERDO, ASSIM TAMBEM A ONDE O CALVINISMO NAO VAI O ARMINIANISMO VAI E VICE VERSA E JESUS COMPLETA TUDO.GRAÇAS A DEUS PELOS IRMAOS ARMINIANOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz Demais por saber que existem Calvinistas que dão Graças a Deus pela existência dos Arminianos!

      Ganhei meu dia! :D

      Excluir
    2. Glória a Deus pela a vida de vocês, tenho base Calvinista mas não sou de Paulo e nem de Apolo, e venho sempre tentando acabar com todo esse partidarismos que foram criados e que dividem uns irmãos dos outros...
      Creio que a Palavra é ampla e existem muitos pontos de vista, se todos deixarem seus próprios conceitos e pré conceitos sobre a palavra de Deus, e lesse como se fosse a primeira vez, o Espírito Santo de Deus vai falar a cada um o que ele tem para cada um...
      O Espírito é o mesmo!

      Excluir
    3. Dou gracas a Deus Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo por haver Revelado esse Grande Misterio a Vc Deus Abencoe!!!

      Excluir
  5. Meus Amigos: Eu acho este tipo de discussão como algo tolo, vazio, inútil, frivolo, falacioso e bizantino, que não constrói nada, nada edifica, nada esclarece e só deixa dúvidas nos espíritos mais desavisados e ignorantes. Paz em nome do Senhor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o pregador abre sua bíblia ele deve pregar sobre um tema.
      Um deles, e que está claramente revelado nas Escrituras , é o da
      “eleição soberana de Deus.” Então, como é que aquele que está
      ministrando a palavra irá entregar uma mensagem “neutra?”

      Isto simplesmente não existe!

      Sempre vem e alguém e diz: “Não devemos discutir mas levar a palavra.”

      Mas o que é levar a palavra? Se não houvesse a “Sã Doutrina” os Apóstolos
      não advertiriam para vigiar e combater os falsos ensinamentos.

      As pessoas não tem simpatia pela doutrina da predestinação, porque o homem
      quer ser o centro de tudo, e o arminianismo satisfaz o seu ego pecaminoso.

      A doutrina da eleição, pelo contrário, tira o homem do centro dos acontecimentos
      e coloca Deus que é o protagonista e o homem à volta como coadjuvante, e muito
      ruim por sinal, pedindo clemência.

      Quando é que este povinho evangélico que são mais exibidos do que os mundanos
      vão aprender isto?

      Excluir
  6. Irmão Geraldo, onde está a 'discussão' bizarra?

    ResponderExcluir
  7. onde está a "discussão bizarra"???

    isso é uma declara do que creem os Cristãos protestantes reformados...vc é um ??? não existe dicussão...somente uma declaração.

    se vc. não for, apenas desconsidere...

    ResponderExcluir
  8. Todos aqui estão salvos, Luciano Sena, Paulo Cadi (pupilo incondicional), Fernando Costa, Nazeazeno... Todos são eleitos e predestinados a salvação. Parabéns!! O Senhor foi mto misericordioso com vcs, pena que o restante não teve a mesma sorte de escolha do Senhor, já nasceram predestinados à morte, a saber: Catolicismo, Adventismo, Jeovismo, Mormonismo, Espiritismo, Unicismo, Teologia Liberal, Universal, Mundial, evangélico", "pentecostal" e "neopentecostal".

    "cristianismo verdadeiro só pode ser visto no Protestantismo Fiel e Ortodoxo"

    Pensava que o verdadeiro Cristianismo estava na Bíblia, a Palavra de Deus, como estava enganado, não!

    Fiquem com Deus!!!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Pensava que o verdadeiro Cristianismo estava na Bíblia, a Palavra de Deus, como estava enganado, não!"
      Pois é, o pensamento ortodoxo está fielmente firmado nas escrituras, nem mais nem menos, por isso não temos sobras de duvidas ou incertezas quando a nossa salvação e o que cremos.

      Excluir
  9. Gilson Tenório, você disse:

    Todos aqui estão salvos, Luciano Sena, Paulo Cadi (pupilo incondicional), Fernando Costa, Nazeazeno... Todos são eleitos e predestinados a salvação. Parabéns!! O Senhor foi mto misericordioso com vcs, pena que o restante não teve a mesma sorte de escolha do Senhor, já nasceram predestinados à morte, a saber: Catolicismo, Adventismo, Jeovismo, Mormonismo, Espiritismo, Unicismo, Teologia Liberal, Universal, Mundial, evangélico", "pentecostal" e "neopentecostal".

    Quero lhe afirmar que NÃO SOU PUPILO DE NINGUÉM.

    Minha participação no blog, é INDEPENDENTE; não pertenço a denominação do irmão Luciano. Se concordo não somente com ele mas também com outros irmãos, como o irmão Fernando e o irmão Wilton, nas doutrinas fundamentais do Cristianismo é porque estamos enxergando aquilo que na sua obtuseidade você não consegue ver.

    Ore e leia a Bíblia.

    Pessoas que nasceram em outras religiões também são chamadas segundo a eleição de Deus, não lhes sendo vedada a bem-aventurança desde que de acordo com os desígnios do Altissímo.

    Já que você não crê na doutrina da eleição, demonstre que ela não se encontra nas Sagradas Escrituras.

    ResponderExcluir
  10. Faltou os arminianos e puritanos também.

    ResponderExcluir
  11. Desculpa,mas eu não entendi muito bem.
    Há diferença entre reformado e calvinista?Vc definiu calvinista separadamente do reformado.Por favor, aonde está a diferença?

    ResponderExcluir
  12. Desculpem, a Salvação já existia antes de Armínios e Calvino. Só para deixar claro! Humildemente minha posição como teólogo, historiador e cientista social, é compreender a luz das Escrituras que Deus há de conceder a paga, a todo o homem e mulher que uma vez ouvindo a Palavra não negligenciou a voz do Espírito até o último dia de suas vidas; do contrário a resistência daquele que convence do pecado e do juízo rejeitando qualquer possibilidade de arrependimento esses nem menciono. Temos de levar em conta, os tribunais Bhema e Tronoi. Ambos bem diferentes uns dos outros, outrossim, alguém pode responder com precisão onde estão aqueles antigos povos que viveram séculos antes de Cristo? Será que questões geográficas, tribais e societais foram sempre favoráveis para que eles tivessem em mãos as doutrinas soteriológicas que temos hoje? Que tipo de julgamento eles terão? Será que, o que nos salva é a ciência em detrimento a negação do pecado? Ou a não ciência dele? Pois o homem antes do decálogo foi advertido por Deus várias vezes, bem antes da lei como disse o apóstolo Paulo. Se acharmos que as doutrinas de Deus contidas em sua Palavra estão sujeitas a qualquer posição do homem do homem moderno, estamos bastante enganados, chamamos isto de revelação progressiva de Deus. Existem centenas de tribos no mundo, como também no Brasil que ainda vivem em " Su Generis" e me responda para onde foram seus antepassados? Tem coisas que queremos simplificar e compactar apenas dentro de quatro paredes de nossa realidade tênue desembocando em rios e análises mais estanques possíveis, e ficamos em um contexto que nem superficialmente atinge o teológico, para produzir reflexo a um outro contexto, que sem ele Cristo não teria vindo: o histórico, antropológico e social. Estas realidades produzem no homem a revelação especial de Deus, quando falamos em antropos, só imaginamos nossa sociedade nosso nicho de vida, aí vem o estranhamento e tudo muda! A percepção do outro deve ser orientada de maneira inclusiva e não excludente, embora a revelação especial não gere segundo Cheung (2011) o produto Salvação. Todavia, apenas Cristo saberá quem será digno de ser galardoado; não cabendo isto aos mais ultra-ortodóxos calvinistas ou arminianos estas cosmovisões ao meu ver, já foram superadas na cruz, meu conflito com a carne e o pecado me bastam. Que Cristo possa reinar em nossos corações, pela responsabilidade que nos deu ao ensiná-lo! Espero ter contribuido com o debate! Respeitando todas as opiniões, inclusive aquelas que discordarem da minha, por favor! Vamos ser sensatos ao comentar, criticar, discutir e debater; pois isso é saudável no processo vetor do conhecimento. Portanto reispeitemos quaisquer opinião contrárias as nossas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual seu nome?
      Antes prosseguir, e creio ter levantado algo bem interessante. Porém, para continuar, por favor, se identifique..

      Excluir
    2. Não sei porquê só pude entrar como anônimo. As outras opções não me permitem, me chamo Elias Lopes.

      Excluir
    3. Ok...

      Elias vc é cristão ortodoxo ou liberal?

      Excluir
  13. Na verdade, penso no termo "reformado" de forma bastante abrangente, posto que houveram diversos reformadores que não professavam a soteriologia calvinista. Logo, se alguns dos teólogos do século XVI, figuram no rol dos reformadores e não eram calvinistas, conclui-se que o calvinismo está contido dentro da reforma (e não o contrário). Sendo assim, todas as igrejas com origem na reforma protestante são igrejas reformadas - sejam elas arminianas, calvistas ou compatibilistas. Por isto mesmo existem confissões de fé reformadas (originadas na reforma) que não traduzem o pensamento calvinista (tulip). Conclusão: ser reformado não necessariamente significa concordar com a tulip.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado irmão
      A postagem sugere uma definição de termos em conceitos amadurecidos, não nascentes. É uma definição conceitual, não de desenvolvimentismo histórico. Na verdade, quando surgiu arminianismo, ele foi um divorcio da teologia reformada. Seu argumento pode dizer que somos católicos, caso não considere a separação confessional. Como eu escrevi na postagem, seria melhor então apenas dizer protestante - por causa dos 5 solas.

      Deus te ilumine sempre

      Excluir
  14. Que Loucura. Calvinismo, Arminianismo, reformados... Que balela é essa ?
    Eu sou de Paulo, eu sou de Apolo, eu de Calvino, outro de Lutero.....
    De Cristo não tem ninguém?
    Por ventura, Calvino morreu por vocês? Ou foi Lutero? Ou o Edir Macedo?

    ResponderExcluir