quarta-feira, 1 de junho de 2011

Do sábado para o Domingo: usando a Páscoa para calar os Adventistas

Apresentei AQUI NO BLOG uma resposta ao questionamento adventista sobre a guarda do Domingo. Nenhum adventista poderá escapar da contradição de sua objeção quando notar melhor o que livro autorizado de crenças adventistas, o Nisto Cremos, diz sobre a Páscoa. Agora irei explorar mais a contradição com algumas passagens bíblicas. Expandindo ainda mais o assunto polêmico – sábado ou Domingo?

A OBJEÇÃO: Segundo os adventistas não existe ordem alguma no NT que autorize os cristãos dizerem que o Domingo seja o Dia do Senhor, dia de culto, evangelização, família e descanso aprovado por Deus no lugar do sábado.

A CONTRADIÇÃO: Porém, eles mesmos dizem que a Ceia do Senhor ocupou lugar da Páscoa, usando os mesmos princípios hermenêuticos que criticam os cristãos ao considerarem o Domingo!

A PÁSCOA: Êxodo 12. 14 diz: “Este dia vos será por memorial, e o celebrareis como solenidade ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.

Semelhanças com o sábado:

1) Os adventistas dizem que o sábado é sinal, o selo de Deus. A páscoa também era.
2) Os adventistas dizem que a guarda do sábado é uma lei eterna. A páscoa também era.
3) Os adventistas dizem que os sábado foi dado por Deus. A páscoa também foi.
Os cristãos ortodoxos, sempre viram a Ceia do Senhor como uma substituição da Páscoa. Os adventistas ficaram com eles nesse ponto, por isso acertaram.

Se algum judeu acusar um cristão de não cumprir Êxodo 12.14 ele poderá argumentar com base no NT que para nós a Ceia do Senhor é a continuação plenificada da páscoa, desta maneira a páscoa continua entre nós.

Teve muitas modificações, nem mesmo é sempre praticada no mesmo dia. O judeu perguntaria: “Qual prova então no NT que a Páscoa foi substituída pela Santa Ceia?”
Visto que os Adventistas estão com os Protestantes nesse assunto, vejamos a resposta deles com base no Nisto Cremos.

Primeiro veja isso: “durante o festival da Páscoa, Ele morreu. Paulo afirma: “Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado” (I Cor. 5:7).” Nisto Cremos p. 64.

Jesus morreu no dia 14 do mês de Nisã, exatamente no dia da Páscoa. Não, porém no ‘crepúsculo’, tal como era a Páscoa. Mas no ‘outro’ dia. O Nisto Cremos continua dizendo: “Essa profecia de caráter cronológico, cumprida com extraordinária precisão, representa uma das mais fortes evidências da verdade histórica fundamental de que Jesus Cristo é o longamente prometido Salvador do mundo.” Concordamos que a Páscoa era profética nessa direção também, além de lembrar a libertação do Egito.

Após celebrar a Páscoa, o Senhor toma o pão e o vinho, dá aos seus discípulos e diz que eles deveriam fazer aquilo ‘em sua memória’.

Entre os protestantes, o nome comum para designar o serviço da Comunhão é “Ceia do Senhor” (I Cor. 11:20). Outros nomes são “a mesa do Senhor” (I Cor. 10:21), o “partir do pão” (Atos 20:7; 2:42) [...]” Nisto Cremos p. 271.

Notemos que agora a expressão ‘do Senhor’ figura com distinção. Observemos também que Atos 20.7 está incluído como uma referência da Ceia do Senhor. Isso norteia uma perspectiva interessante. Visto que Atos 20.7 era a ceia, os adventistas precisam amargar a realidade que o dia anterior, o sábado, não foi usado como culto de celebração da morte do Senhor! (*Em uma nota o livro tenta enfraquecer a evidência baseada em Atos 20.7 dizendo:Embora se entenda geralmente que em Atos 20:7 a expressão se aplique à celebração da Ceia do Senhor, a referência não pertence exclusivamente a essa ordenança. Em Luc. 24:35, ela se refere a uma refeição comum.” Isso é  assinar atestado de desespero!... )

Nisto Cremos diz que “A Ceia do Senhor ocupou o lugar da Páscoa praticada no Antigo Testamento.” Com base em alguma ordem de transferência? Não!

O que o livro oferece de base é Mat. 26:26-28 que é o relato do que Jesus Cristo fez na noite da Páscoa, instituindo a Santa Ceia... mas não há no texto uma ordem expressa do Senhor substituindo a Páscoa! Aliás, isso seria bem mais perceptível se ao invés de celebrar a Páscoa ele instituísse a Ceia. Com isso as palavras nem seriam necessárias mesmo, pois ele deixaria de fazer uma, por fazer outra!

O Nisto Cremos dá a resposta que procura quando questiona o Domingo dos Cristãos em lugar do sábado. Observe:

A Páscoa encontrou seu cumprimento quando Cristo, o Cordeiro pascal, ofereceu Sua vida. Antes de Sua morte, foi o próprio Cristo quem efetuou a substituição, que significava o grande festival do Israel espiritual sob o novo concerto. Portanto, as raízes de grande parte do simbolismo da Ceia do Senhor estendem-se para o passado, para a comemoração dos serviços da Páscoa.

Note, que A Ceia do Senhor tem raízes na páscoa. Mesmo sendo quase que totalmente diferente, encontra-se na história ligada á Páscoa! O livro Nisto Cremos diz categoricamente: ‘Foi o próprio Cristo que efetuou a substituição’!
Isso é uma conclusão teológica legítima!

Agora vamos usar a mesma linha de reflexão para o sábado e Domingo:

Nos Evangelhos percebemos que os Evangelistas diziam ESPECIFICAMENTE que o Senhor ressurgiu dos mortos no ‘ primeiro dia da semana’! Note:

“No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana...” Mt 28.1

“Passado o sábado ... no primeiro dia da semana...” Mc 16.1,2

“no sábado, descansaram, segundo o mandamento. Mas, no primeiro dia da semana...” Lc 23.56;24.1

“No primeiro dia da semana ...” Jo 20.1

Começamos ver os acontecimentos que abririam a perspectiva da igreja. Tal como sobre a Páscoa. Antes de expandir o assunto, observe que João 20.1 é o único que não lembrou no relato o fim do sábado. Entendo que o motivo era que em torno de 90 A.D., data provável da escrito do seu evangelho, o primeiro dia da semana já estava firmado na liturgia cristã.

Depois daqui temos mais duas referências no NT sobre o ‘primeiro dia da semana’.

No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão ...” Atos 20.7

Toda vez que em Atos fala do sábado está associado aos judeus.  Em Atos 20.7 temos uma clara evidência que o ‘primeiro dia da semana’ era de importância litúrgica para os cristãos. Lucas parece fazer o que fez no evangelho, e o que fizeram os demais Evangelistas. Destacou O DIA. Isso era bem cedo na história, mas a luz em torno do Domingo começa a clarear.
Parece que tal evento marcou a prática de Paulo. Veja a sua instrução:

No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coleta quando eu for.”
1 Co 16.2

Os inimigos do Dia do Senhor, o Domingo, tentam desesperadamente destruir a importância dessa instrução. Mas em vão! A palavra de Deus mostra que todo ‘primeiro dia’ da semana seria uma oportunidade de fazer ofertas para os pobres. Isso era oportuno, por quê? Claro que esse dia era usado para reuniões cristãs semanais. Tanto que essa ‘coleta’ seria feita todos os Domingos até a ida de Paulo em Corinto!

Observe que os acontecimentos são semelhantes ao que aconteceu com a Páscoa:

1) Até a morte de Cristo, as referências sobre a Páscoa eram relatadas nos evangelhos como algo normal. Uma prática aceita e reverenciada. De repente, Cristo faz algo que com o passar do tempo a igreja começa a substituir a concepção antiga com a nova perspectiva, a Santa Ceia. Embora não temos uma ordem clara: ‘A Santa Ceia entrou no lugar da Páscoa’ – as evidências são tão fortes, que se tal ordem de transferência fosse escrita, faria com os relatos de muitos acontecimentos seriam desnecessários. Estamos ligados com o povo de Deus lá no Egito! Que bênção! Mas faltam algumas coisas na Ceia?[ervas amargas, cordeiro, certo dia especifico, etc] Sim, mas vários detalhes de um certo mandamento podem também suprir necessidades contextuais e contemporâneas, que após um tempo não seriam incluídas.

2) Até a morte de Cristo, as referências sobre o sábado eram relatadas nos evangelhos como algo normal. Uma prática aceita e reverenciada. De repente, Cristo faz algo que com o passar do tempo a igreja começa a substituir a concepção antiga com a nova perspectiva, o primeiro dia da semana, o dia do Senhor. O Domingo. 

Tal como a páscoa, algumas coisas são diferentes, como foi dito. Partes certo mandamento poderiam ter propósito passageiro e contextual. Um forte exemplo é quando comparamos o quarto mandamento de Êxodo 20 com Deuteronômio 5! Veja:

Razão do sábado em Êxodo 20. 11: Deus criou o mundo em seis dias e descansou no sétimo, POR ISSO Deus abençoou o sétimo dia, POR CAUSA DISSO os servos de Deus deveriam guardar o sétimo dia.

Razão do sábado em Deuteronômio 5. 15: Deus libertou os Israelitas da escravidão no Egito, POR ISSO abençoou o sétimo dia, POR CAUSA DISSO os servos de Deus deveriam guardar o sétimo dia.

QUEM MUDOU A RAZÃO SABÁTICA?

Para finalizar, chegamos ao último texto da discussão. A importância do que era feito no primeiro dia da semana já ficou estabelecido biblicamente. Mas agora temos mais um texto áureo do assunto. Apocalipse 1.10. Leiamos:

“Achei-me em espírito, no dia do Senhor [...]” Apocalipse 1.10

Muitos adventistas acham que Ap 1.10 esteja falando do sábado. Ledo engano!

Segue-se partes de um estudo do professor João Ricardo Ferreira de França, da Igreja Presbiteriana da Herança Reformada:

“I – O uso da Palavra Domingo.

A primeira verdade que gostaria de dizer é que o termo “Domingo” é um vocábulo exclusivo do cristianismo. Isso é muito importante para nós. Pois, essa palavra, bem como outras semelhantes, não existia em nenhuma outra língua do mundo até o final do 1 século, quando o apóstolo João criou a expressão grega: kyriakê hêmera, que foi vertida para o latim do seguinte modo: Dominica die. Os antigos documentos da igreja primitiva, que foram transcritos para o russo, relatam que João, encarcerado na Ilha de Patmos, chorava muito ao chegar o primeiro dia da Semana (domingo), ao lembrar-se das reuniões para a Ceia do Senhor que eram celebradas neste dia conforme Atos 20.7. Foi exatamente neste dia que Cristo apareceu ao velho apóstolo conforme vemos em Apocalipse 1.10. [...] O que significa o termo “ kyriakê hêmera”? A frase significa “o dia do Senhor” e ocorre uma só vez que é aqui em Apocalipse. Essa expressão foi criada por João, e a nossa pergunta é: Por quê? Acredito que existam duas razões principais para isso:

1) Para indicar algo inédito na história da humanidade: A ressurreição de Cristo.
2) Para deixar bem claro que se referia ao dia da ressurreição de Cristo, ou seja, ao domingo, e não a segunda vinda de Cristo.

Termo grego Transliteração Categoria

Gramatical. Caso Tradução. ημερα του κυριου Hêmera tou kyriou Substantivo. Genitivo de posse. Dia do Senhor κυριακη ημερα Kyriakê hêmera. Adjetivo Dativo de instrumentalidade. O que diz respeito ao Senhor.

Há textos que se referem ao Dia do Senhor como significando a volta de Cristo, e
nunca significa o domingo. Vejamos: Atos 2.20; 1 Coríntios 5.5; 1 Tessalonicenses 5.2; 2 Pedro 3.10.

O significado do termo “Kyriakê Hêmera” literalmente é: que diz respeito ao Senhor, fala do Senhor, senhorial, dominical. A Tradução de Apocalipse 1.10 seria: Eu fui arrebatado no dia Senhorial. O sinônimo usado é “dominical”.

II – O DIA DO SENHOR E A HISTÓRIA DA IGREJA.

Antes de Constantino existir em 280-337 a história da Igreja mostra que a igreja sempre considerou o “Dia do Senhor” como sendo o “Domingo”. Isso com base na
expressão de João em Apocalipse 1.10.

2.1 –O didachê do Primeiro século – “E no dia do Senhor(Kyriakê hêmera),
congregai-vos”.

2.2 – Escritos de Mileto de Sardes – Temos tratados sobre a adoração no domingo
cujo do título é: peri kyriakês.(acerca do dia dominical).

2.3 – Inácio de Antioquia – Escreveu “porque se no dia de hoje vivemos segundo a
maneira do judaísmo, confessamos que não temos recebido a graça...Assim pois, os que haviam andado em práticas antigas alcançaram uma nova esperança, já sem observar os sábados, porém, modelando suas vidas segundo o dia do Senhor”( Inácio, ano 115).

2.4 – O evangelho de Pedro – É um documento histórico escrito no segundo século
da era cristã e usa o termo de João par descrever o dia da ressurreição de Cristo. Este escrito é do ano 130 d.C.

2.5 – Epístola de Barnabé (ano 132 d,C): Portanto, “guardai-vos o oitavo dia(kyriakê hêmera) para nos alegrarmos também em Jesus que se levantou dentre os mortos e, havendo sido manifestado, ascendeu aos céus”.

2.6 – Justino, o Mártir; Eusébio; Clemente de Alexandria(150-168): Eles ensinaram que o Kyriakê hêmera criado por João como sendo o dia da ressurreição de Cristo, que foi vertido para o latim como “dominica die”.(Dia dominical).E foi passado para nossa língua como domingo.”

DISTORCENDO OS FATOS...

O livro de doutrinas adventistas, no desespero de tirar essas evidências do jogo, diz: 

“A mudança do sábado para o domingo, como dia de adoração, ocorreu gradualmente. Não existem evidências de santificação semanal do domingo por parte dos cristãos antes do segundo século, mas as evidências indicam que por volta da metade desse século alguns cristãos observavam voluntariamente o domingo como dia de adoração, não como dia de repouso.” Pg 344

Quanto esforço para 'despistar o óbvio'! O Adventismo tenta empurrar essa ‘mudança gradual’ para o segundo século.

Primeiro que isso pode dar extensão histórica de magnitude, mas não é. Pensemos que metade do segundo século seria 150 AD. Muito próximo da geração apostólica, a segunda no máximo. Não estou falando de interpretação, como se os ‘pais’ fossem autoridade, mas de evidência histórica.

Segundo que o livro não fez menção do Didaquê, que é do fim do primeiro e início do segundo século. Talvez uns 20 anos após (ou contemporâneo) do livro de Apocalipse.

Terceiro e destruidor para o argumento manco: A prática da adoração no Domingo se deu no Novo Testamento, em Atos, em Coríntios e em Apocalipse. E não no segundo século!

‘A igreja católica diz que colocou o domingo no lugar do sábado!’

Esse é outro argumento camuflado. Um subterfúgio enganador. O adventismo cita a pretensão da seita Romana sobre o Domingo. A estupidez adventista é tão flagrante que se fossemos levar a sério as afirmações católicas a respeito de algumas crenças teríamos que acreditar nos papistas quando dizem que:

A igreja católica afirma ter estabelecido o cânon, será que ao adventismo aceita isso?

Os adventistas nesse ponto são como os filhos heréticos que produziram. As Testemunhas de Jeová, que sempre ficam dizendo: ‘Foi a igreja católica que inventou a trindade no concilio de Nicéia’!

Temos que ter muita paciência com esses fracos argumentos...

CONCLUSÃO

O TESTEMUNHO BÍBLICO (e histórico) favorece claramente e com força, a adoração Dominical. O adventismo está derrotado, sem dúvida alguma.

Uma comparação dos argumentos bíblicos da substituição da páscoa pela ceia é o trunfo para calar os opositores. E não fizemos uso de todas as oito razões apresentadas na postagem indicada no início!

Termino com uma perspectiva conciliar: Quanto à exata maneira de guardar o Dia do Senhor, é um ponto a ser discutido. Reformadores, teólogos e os puritanos não falaram a mesma coisa. Mas não restam dúvidas que tal dia entrou no lugar do sábado na perspectiva cristã Neotestamentária, como dia de adoração e atividades cristãs!

Uma reflexão devocional sobre o Domingo:

Que bendito dia, não pela sua essência, pois ele não é superior... Mas pelo que aconteceu nele!  Que bendito dia vi o Senhor ressuscitar para minha redenção!  Venceu a morte hoje!  Tal dia me traz alegria, pois da morte ressurgiu A Vida!

O Dia é Seu oh Salvador! Sexta e sábado, morto estava... decidiu sacudir a morte nesse dia! Salvou os que mortos estavam!

Nesse dia o incrédulo confessou-te Deus e Senhor! Para celebrar Sua vitória, cultuaremos o Senhor todos os dias! Mas nunca deixaremos de fazer no Seu dia! Esse dia é Seu Homem-Deus, pois venceu por mim a morte!

Justificou-me! Nesse dia apareceu aos discípulos... nesse dia derramou Teu Espírito na Igreja... nesse dia convocou os primeiros para o Batismo... nesse dia convocou Tua igreja a reunir-se... nesse dia apareceu a João e revelou fim! Amém

177 comentários:

  1. Respostas
    1. A TODOS QUE LEEM A BIBLIA DEIXO UM CONSELHO PELO ESPIRITO DE JESUS, PARA NÓS ENTENDER A BIBLIA DEVEMOS NOS DESPRENDER DAS COISAS DESSA VIDA E VIVER UMA VIDA DE CORDEIRO E NÃO DE BODE.
      QUANDO EU ESTOU LENDO EU PROCURO ME CONCENTRAR NO PROPRIO JESUS E FAÇO PERGUNTAS A MIM SE JESUS FARIA O MESMO QUE EU FAÇO, LOGO ENTAO ENCONTRO A RESPOSTA NO SANTO HOMEM DE DEUS. SÓ BONDADE E MISERICORDIA É O QUE ELE FARIA.

      Excluir
    2. O DIA DE DOMINGO NÃO EXISTE NA BIBLIA, É DIA DA CARNE.
      O DIA DO SENHOR FOI O DIA QUE MORREU E RESSUCITOU FICOU COMO O DIA DO SENHOR E SÓ ATÉ AGORA QUE ESTA NO DESCANSO
      JUNTO AO PAI, TEMOS QUE GUARDAR TODOS OS DIAS PORQUE NÃO SABEMOS NEM O DIA NEM A HORA QUE O SENHOR VEM NOS BUSCAR ORAI, PARA QUE ELE NÃO VENHA NO DIA DE SABADO PORQUE VAI PEGAR MUITOS NAO FAZENDO ABSOLUTAMENTE NADA, E DESPERCEBIDO. CUIDADO: SIGA AS ORDENS DO SEMAFORO.
      VERMELHO PARE DE PECAR E ENGANAR
      VERDE SIGA A VERDADE
      AMARELO TENHA ATENÇÃO NO ZELO ESPIRITUAL
      FAZENDO ASSIM VOCE VAI CHEGAR NA CIDADE SANTA

      Excluir
    3. Cristo ressuscitou no sábado, não no Domingo!
      A ressurreição no Domingo é uma grande mentira

      http://luzdosabado.jimdo.com/

      Markus Agua Boa MT

      Excluir
    4. Não li tudo ainda, mas já estou morrendo de rir kkkkkkkkkkkkkkkk

      Perdoe-me IRMÃO Luciano Sena, mas não teve como me segurar kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Fique com Deus!

      Excluir
  2. Filipe, em um dos comentários, foi colocado sábados cerimoniais e sábado moral: Mas gostaria de lembrar ao que te disse isso, que em Lv 23 o sábado é chamado de festividade solene e que em Ezequiel 20. 21 diz "eles profanaram os meus sábados" está no plural! é só comparar com Col 2.16.
    Mas ... Postei agora mais uma resposta a esse assunto... deixarei que critiquem.

    ResponderExcluir
  3. Como os argumentos são muitos (e além de tudo fracos) não teria como refuta-los. Mas vou dar apenas um gostinho de alguns erros encontrados nestes argumentos.
    Aqui vou refutar os argumentos históricos já que os argumentos bíblicos são pífios como enviei por e-mail para Luís Filipe (Luciano me jogou indereta). Segue abaixo:
    O texto diz: "A primeira verdade que gostaria de dizer é que o termo “Domingo” é um vocábulo exclusivo do cristianismo". Olha, este professor contratado ou não, pela igreja presbiteriana, omitiu muitos fatos primeiro:"Pois, essa palavra, bem como outras semelhantes, não existia em nenhuma outra língua do mundo até o final do 1 século...". Isso NÃO é real, a palavra domingo era usada no calendário romano e do latim seu significado é dia do sol ou deus sol.
    Latim pagão: dies Solis;Latim vulgar: Solis dies; Latim litúrgico I: Primeira feira; Latim litúrgico II: Dominica dies; Português: domingo e seu significado: Dia do sol. Isso porque o nome domingo traduzido para o português tem significado de dia do sol.
    " Na nomenclatura pagã, cada dia era dedicado a um astro ou a um deus que variava de acordo com a mitologia local de cada cultura e que foram conservados em outros idiomas." (Wikipédia).
    E a igreja católica apostólica romana para tirar este ar de paganismo no cristianismo, mudou o significado do domingo e a partir daí domingo passou a ter como significado 'Dia do senhor' no meio do cristianismo e isso depois dos manuscritos de João no livro de apocalipse:"Isto ocorreu durante a expansão do Império Romano. Nesta época, desde o início da era cristã até o período medieval, vigoravam no mundo ocidental as propostas do filósofo grego Aristóteles (384 – 322 a.C.) e do astrônomo egípcio Cláudio Ptolomeu (100 – 170 d.C.), mescladas com a interpretação dada pela Igreja Católica." (Wikipédia).
    Existem outros argumentos históricos que são refutáveis (e bíblicos também) mas para refutá-los teria que ler mais atentamente e analisar calmamente e assim poder refutá-los.
    Cada dia eu amo mais este blog e olha que não sou calvinista...rsrsrsrs
    E Luciano tenta manerar e ficar mais calmo com o adventismo, em artigos adventistas mesmo vocês sendo guardadores do domingo não ficamos lhe chamando de hereges ou seita.
    De qualquer forma que Deus abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim irmão? os adventistas chamam os presbiterianos de hereges sim. Que conversa é essa? Eu vi o próprio Leandro Quadros, não em um artigo, mas em seu programa dizer que predestinação é heresia, e quem prega esta doutrina são os essencialmente os presbiterianos. Logo, os adventistas chamam de hereges sim. Além do mais, se muitos se mostram totalmente intolerantes, únicos donos da razão, e jamais admitem a possibilidade de estar enganado. Quem erra são os outros, mas a doutrina de vocês, segundo vocês é perfeita. Curioso, que ao mesmo tempo que o estimado professor, ao mesmo tempo que elogia o reformador João Calvino como uma das mentes mais brilhantes que já pisaram neste mundo. Diz que sua doutrina é do DIABO! ou seja, o homem de Deus que recebe iluminação diabólica. Detalhe importante, é que esta doutrina é revelada e ao meu entender não tem uma explicação lógica que nos permita descobrir sua origem. Mas alguns tentam explicar e se complicam! Ninguém conseguiu resolver ainda, mas os adventistas acreditam que resolvem tudo, porque Deus revelou a verdade para Ellen White. Nada contra o irmão, tenho grande respeito pelos adventistas e acho que tem muitos ensinos bons, vou confessar que acho que os irmãos presbiterianos às vezes exageram também. Isso parece um guerra, a expressão "o adventismo está derrotado", para mim é triste porque é sinal de contendas na igreja de Cristo. Me perdoe se fui ríspido nas minhas palavras,

      Graça e paz.

      Excluir
    2. Observação perfeita... Quandros chama "Calvino" de mente brilhante de maneira 'falsa' (ou verdadeira???, pois Ellen White elogia Calvino, por isso Quadros tb TEM QUE ELOGIAR). Mas visto que a doutrina em mira é contra a interpretação adventista, ele tem que dizer que é do diabo...

      Excluir
    3. Olá irmãos Davidson Castro e Luciano, a paz do Senhor!

      Tirem-me uma duvida, por favor:

      Chamar um adventista (ou todos) e um presbiteriano (ou todos) de HEREGE, seria o mesmo que chamar uma doutrina de HERÉTICA?
      Ou vise versa! Seria a mesma coisa? Ou seria DIFERENTE? O que os irmãos pensam sobre isso?

      No movimento PROTESTANTE como um todo, temos vários REFORMADORES! Calvino foi um deles!

      Calvino foi um homem de Deus, mas como qualquer outro homem ele não está livre de cometer erros, ou seja, Davi era um homem "SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS"! Davi não errava? Davi não pecava? Claro que sim! Nenhum HOMEM é perfeito que não erra! Somente Ele é perfeito! Calvino trouxe muitos benefícios ao CRISTIANISMO REFORMADO, mas nem tudo. E o que seria? A PREDESTINAÇÃO! Calvino é um HEREGE por isso? Claro que não! E a PREDESTINAÇÃO é uma HERESIA? Sim!

      Um forte abraço e fiquem com Deus!





      Excluir
  4. Ainda que o amigo acima pretenda desmerecer o artigo frisando a questão do Domingo (no que ele também erra) o fato é que a exposição é perfeita, e demonstra como os sabatistas estão equivocados. Se vocês forem lá no blog, sei que o fazem, verão, por exemplo, que a turma sempre fica me azucrinando "quem disse que partir o pão é a Ceia?". Pois bem, a própria Igreja Adventista o admite.

    Essa relação com a páscoa é perfeita,parabéns a vocês.

    E se o amigo adventista realmente pudesse provar que os argumentos são pobres, a muito que os teria respondido. Não o fez ainda, ou por não ter condições, ou para dar uma pesquisada no assunto antes.

    Paz e bem

    ResponderExcluir
  5. rsrsrsrs... Por favor Marcelo,não sejamos equivocados, é óbvio que todos argumentos são refutáveis e um estudo teológico até que superficial iria derrubar totalmente está teoria de guarda do domingo, mas não pense que estou julgando os calvinistas por guardarem o domingo, apenas estou dizendo que os argumentos apresentados são insuficientes, e é como eu disse não refutei todos argumentos porque são muitos os apresentados mas se desejar posso refutar todos argumentos e enviar pra o seu e-mail.
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  6. São muitos para refutar em público, mas não são para refutar em privado? Faça-me o favor!

    ResponderExcluir
  7. LUCIANO; quanto a datação da mudança do Sábado Judaico para o Sábado Cristão, o Dia do Senhor (domingo), há um detalhe interessante para o apologista. Já falamos sobre isso, o irmão certamente há de se lembrar: a datação depoe contra a "inspiração" de Ellen White. No link abaixo tenho escrito sobre o assunto:

    Ellen White: O Domingo Contra Sua Inspiração!

    ResponderExcluir
  8. Marcelo, é porque publicamente no blog corro o risco de ter o comentário apagado e não iria adiantar nada. Mas a administração do Blog me garantir segurança eu publico os meus argumentos aqui no Blog sem nenhum problema. E assim faria o favor que me pediu no fim de seu comentário.
    Muita paz pra você!

    ResponderExcluir
  9. Luís Filipe, estou no aguardo de uma resposta por e-mail.

    ResponderExcluir
  10. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Fantástico... é bom sabermos que existem pessoas sedentas pela verdade. Se este for o seu caso, senhor Charles W., daremos prosseguimento às respostas por e-mail. Aguarde mais um pouco, estou meio "atolado" mas vamos continuar.

    Que o ESPÍRITO SANTO nos conduza sempre à verdade!

    ResponderExcluir
  11. E, quanto ao seu artigo, irmão Luciano: Parabéns! Muito bem estruturado e com argumentos precisos sobre a fundamentação bíblica e histórica da guarda do Dia do SENHOR. Ah! propósito, o "poeminha" ficou legal também...rsrsrs. Só faltou mesmo a citação da fonte que você pegou o material do pastor presbiteriano.

    Que o SENHOR o abençoe e o preserve em humildade!

    ResponderExcluir
  12. Irmão Marcelo, uma honra tê-lo aqui.
    Sobre esse assunto o porprio Bachiocchi calou Ellen White, não só nesse assunto.
    Muito boa a postagem.
    abraços

    ResponderExcluir
  13. Irmão Filipe, grande mano das missões...
    Pois é, se te agradou, fico contente, pois vc é 'impiedoso'...kkk
    então, o pdf está disponivel no google, depois procuro certinho qual site...
    abração

    ResponderExcluir
  14. Charles, obrigado pela visita.
    1)Não me confunda com Leandro Quadros, ele tem o péssimo habito de excluir comentários...
    2)Escrevi muito, pode 'refutar' como queira.
    3)O adventismo é diabólico, nasceu sob falsa profecia, teve orientação ariana, e mística. Não sei o quanto disso te poluiu, pode ser que nada...
    4) O adventismo blasfema o Dia do Senhor,(chamando- de 'marca da besta') pra mim é o diabo que fala aí!
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. palavras de Ira e sem nenhum embasamento (mais uma vez!) essas suas Luciano,ta com odio do povo de D-s e fiel remanescente,aqueles que guardam os mandamentos de D-s e a fé em jesus, e o seu tão aclamado Col 2:16 fala sobre os sábados festivais,não sobre o sábado fundado por D-s na Criação,sobre este D-s noz diz: "Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o SANTIFICOU.
      Êxodo 20:11
      e lembre-se :Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
      Mateus 5:17.
      se continuar a chamar o povo de D-s dessas mentiras,vc estará muito perto de se tornar anátema, e deverei fazer como Paulo : E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar. 1 Timóteo 1:20

      Excluir
    2. Te respondi "lá embaixo" (não gosto desse sistema de resposta ...)

      Excluir
  15. Luciano, por favor não seja equivocado o adventismo não tem a mesmo heresia que o presbiterianismo e as testemunhas de Jeová.
    E qualquer pessoa que estude (que parece não ser o caso de quem guarda o domingo) verá que o significado da palavra não tem nada haver com 'Dia do Senhor', quanto a isto ser a marca da besta, realmente pode ser uma grande equivocação de Ellen White e o adventismo.
    "O adventismo é diabólico, nasceu sob falsa profecia, teve orientação ariana, e mística.", rsrsrsrs, dizer é uma coisa e provar isso é totalmente impossível.
    quero deixar claro que não defendo todas doutrinas adventistas, mas quanto a guarda do sábado não tenho dúvida.
    Já que você não irá excluir as minhas refutações, irei refutar todos os argumentos apresentados com muito prazer em uma série de comentários neste mesmo post.
    E obrigado pela atenção, que Deus abençoe à todos!
    Cada dia adoro mais este Blog.

    ResponderExcluir
  16. VOCÊ DIZ:
    "Apresentei AQUI NO BLOG uma resposta ao questionamento adventista sobre a guarda do Domingo. Nenhum adventista poderá escapar da contradição de sua objeção quando notar melhor o que livro autorizado de crenças adventistas, o Nisto Cremos, diz sobre a Páscoa. Agora irei explorar mais a contradição com algumas passagens bíblicas. Expandindo ainda mais o assunto polêmico – sábado ou Domingo?
    A OBJEÇÃO: Segundo os adventistas não existe ordem alguma no NT que autorize os cristãos dizerem que o Domingo seja o Dia do Senhor, dia de culto, evangelização, família e descanso aprovado por Deus no lugar do sábado.
    A CONTRADIÇÃO: Porém, eles mesmos dizem que a Ceia do Senhor ocupou lugar da Páscoa, usando os mesmos princípios hermenêuticos que criticam os cristãos ao considerarem o Domingo!
    A PÁSCOA: Êxodo 12. 14 diz: “Este dia vos será por memorial, e o celebrareis como solenidade ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.”

    EU DIGO:
    Segundo o texto de Ex. 12:14 este dia seria como memorial e está correto, mas algo que se encontra errado é que a páscoa continua sendo um memorial só que seu modo de celebrar mudou, por isso Ellen White diz que foi substituído pela santa ceia, porque o modo de celebração foi mudado, mas o dia ou seja o memorial continua sendo o mesmo.
    VOCÊ DIZ: "1) Os adventistas dizem que o sábado é sinal, o selo de Deus. A páscoa também era."
    EU DIGO:A páscoa é um memorial e não um selo de Deus, me diga onde isto está escrito para que possa refutar. Já o sábado diz isso em Ez. 20:12 e 20.
    VOCÊ DIZ:"Os adventistas dizem que a guarda do sábado é uma lei eterna. A páscoa também era"
    EU DIGO:A páscoa não era e nunca foi uma lei e sim uma celebração, e algo muito importante em Ex.12:5-11 mostra que a páscoa era especialmente ao sacrifício do cordeiro e o cordeiro (Jesus) já veio a terra e levou os nossos pecados, então não tem como nós continuarmos celebrando a páscoa se o cordeiro já foi sacrificado.Por isso a substituição pela santa ceia.
    VOCÊ DIZ:"3) Os adventistas dizem que os sábado foi dado por Deus. A páscoa também foi."
    EU DIGO: A celebração da páscoa foi mudada e a guarda do sábado não.

    No próximo comentário (amanhã) continua as refutações.
    Paz de Deus a todos vocês!

    ResponderExcluir
  17. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Achei o estudo do irmão João... http://api.ning.com/files/wNfXPOOKfpOo5K28EsTN9JBJpJKJeFppeq5yULkaGXA3mwE8ZvXuc94WCIRP0XAlxDpI*VuS*m*-y*V8RAKrRfBn82Q4bWIx/CONGREGAOPRESBITERIANADASAGRADAHERANAREFORMADA.pdf

    ResponderExcluir
  18. Muito bom o post amado irmão, isto mostra o quanto a seita adventista está equivocada naquilo que prega e ensina referente a lei, sábado, Ellen White e 1844(blerg!!!) só não achei o agente duplo Gênes por aqui, será que ainda está disfarçado?

    Pelo jeito o "verdades na religião" também é adventista, analizando seus comentários deu para perceber isso! ou será que ele pode ser o Gênes também?!?!?!?! Aí seria um agente triplo(rsrsrsrsrrs)

    O "verdades na religião" tem bastante religião, agora, só estão faltando as verdades. Soberba e arrogância escorrem pelos seus lábios e dedos, misericórdia!!!!

    Abraços mano Luciano realmente o post foi incrível!!!

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  19. VOCÊ DIZ:
    "Após celebrar a Páscoa, o Senhor toma o pão e o vinho, dá aos seus discípulos e diz que eles deveriam fazer aquilo ‘em sua memória’.
    “Entre os protestantes, o nome comum para designar o serviço da Comunhão é “Ceia do Senhor” (I Cor. 11:20). Outros nomes são “a mesa do Senhor” (I Cor. 10:21), o “partir do pão” (Atos 20:7; 2:42) [...]” Nisto Cremos p. 271.
    Notemos que agora a expressão ‘do Senhor’ figura com distinção. Observemos também que Atos 20.7 está incluído como uma referência da Ceia do Senhor. Isso norteia uma perspectiva interessante. Visto que Atos 20.7 era a ceia, os adventistas precisam amargar a realidade que o dia anterior, o sábado, não foi usado como culto de celebração da morte do Senhor! (Em uma nota o livro tenta enfraquecer a evidência baseada em Atos 20.7 dizendo: “Embora se entenda geralmente que em Atos 20:7 a expressão se aplique à celebração da Ceia do Senhor, a referência não pertence exclusivamente a essa ordenança. Em Luc. 24:35, ela se refere a uma refeição comum.” Isso é assinar atestado de desespero!... )"
    EU DIGO:
    ATOS 2:42 e 46 prova que era apenas uma refeição e nada que eles não fizessem em outros dias.
    VOCÊ DIZ:
    "“No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão ...” Atos 20.7

    Toda vez que em Atos fala do sábado está associado aos judeus. Em Atos 20.7 temos uma clara evidência que o ‘primeiro dia da semana’ era de importância litúrgica para os cristãos. Lucas parece fazer o que fez no evangelho, e o que fizeram os demais Evangelistas. Destacou O DIA. Isso era bem cedo na história, mas a luz em torno do Domingo começa a clarear."
    EU DIGO:
    Uma refeição normal, nada que não fosse feito outros dias. Atos 2:46
    VOCÊ DIZ:
    "'No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coleta quando eu for.'
    1 Co 16.2

    Os inimigos do Dia do Senhor, o Domingo, tentam desesperadamente destruir a importância dessa instrução. Mas em vão! A palavra de Deus mostra que todo ‘primeiro dia’ da semana seria uma oportunidade de fazer ofertas para os pobres. Isso era oportuno, por quê? Claro que esse dia era usado para reuniões cristãs semanais. Tanto que essa ‘coleta’ seria feita todos os Domingos até a ida de Paulo em Corinto!"
    EU DIGO:
    A pergunta é quando ele iria para lá, ele queria que a coleta fosse feita no domingo para que quando ele chegasse não houvesse trabalho. Mas o importante é que neste versículo não existe não existe nada que justifica uma mudança de dia de guarda.

    Até a próxima, Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  20. Anderson,
    a frase que você usou para me definir "Soberba e arrogância escorrem pelos seus lábios e dedos, misericórdia!!!!" deveria ser para o Luciano que constantemente chama os adventistas de hereges.
    Eu sou adventistas, mas nem com tudo eu concordo.
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  21. Ao verdades na religião,

    Aí é que está meu amado não o chamo por que também concordo com ele!!!


    Se são chamados de seita é por que falam heresias, contudo são hereges.

    O negócio é largar a Papisa de mão e ver no que vai dar.

    Abraços a todos, Deus o abençõe também Charles

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  22. Charles, esse era o tipo de refutação que estava com medo que eu excluísse?(agisse igual Leandro Quadros)...


    Quanto ao que eu disse sobre falsa profecia, arianismo, etc. Pesquise aqui no blog mesmo, ok?

    ResponderExcluir
  23. Anderson, não ... isso não!
    deixar Ellen White...? é mesmo dos Tj s deixar o Corpo Governante, igual mórmons deixar Smith, igual Tabernáculo da Fé deixar Branhan!!!

    A Papisa está com a cadeira insubstituivel na mentalidade adventista... pitonisa de Endor!
    Acho que o adventismo está escravizado por que se refere a ela como 'espírito de profecia'... tenho medo disso sabe, ela até conversou com o marido dela depois que ele morreu... sei lá...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão Luciano Sena, a paz do Senhor!

      Normalmente o irmão MENTE MUITO ou é apenas CONFUSO mesmo, mas agora EXTRAPOLOU...

      EGW falou com o marido depois de morto?

      Vou ter que rir kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Um forte abraço e fique com Deus!

      Excluir
  24. Luciano, me envia o livro da nuvem branca e a mentira branca, por favor...

    ResponderExcluir
  25. kkkkkkkkkk pitonisa de endor?!?!?!?!?! rsrsrsrsrsrs esta foi boa

    Abraços

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  26. Ô dificuldade de interpretação?
    .
    "'No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, EM CASA, conforme a sua prosperidade, E VÁ JUNTANDO, para que se não façam coleta quando eu for.' 1 Co 16.2
    .
    Entendeu?!
    No Domingo, EM CASA, começem a guardar suas ofertas, vai juntando, para não fazer essas ofertas no culto, ou pegar vcs despreparados.
    .
    Não entendeu ainda?!
    .
    Como os cristãos guardavam o Sábado, e começavam a ganhar seu dinheiro no Domingo, deviam ir guardando do Domingo em diante até na Sexta, e aí quando chegava no Sábado já estava juntado as ofertas, e aí quando chegavam no culto, já estava tudo certo para doarem as ofertas.
    O texto não diz que eles iaM na Igreja no Domingo, mas sim que eles deveriaM juntar suas ofertas desde o Domingo, EM CASA.

    .
    Entendeu??!!

    "No primeiro dia da semana ...EM CASA...
    .
    Acho que já deu né...
    .

    Onde está a sabedoria. DEus tenha misericórdia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom irmão passo2, ótimo esclarecimento!

      Pena que não vai adiantar...

      Existe um fenômeno na cristandade chamado CAUTERIZAÇÃO (não é do cabelo não) INFELIZMENTE é do INTELECTO mesmo.

      Abraço a todos e fiquem com Deus!

      Excluir
  27. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    por favor, senhor "passos2", onde NA BÍBLIA, ou NA HISTÓRIA ECLESIÁSTICA, afirma que "os cristãos guardavam o Sábado, e começavam a ganhar seu dinheiro no Domingo"(???)e também "deviam ir guardando do Domingo em diante até na Sexta, e aí quando chegava no Sábado já estava juntado as ofertas, e aí quando chegavam no culto, já estava tudo certo para doarem as ofertas" (???)

    por favor, não distorça os fatos bíblicos. Concordo quando você diz que as ofertas deveriam ser postas à parte EM CASA. Mas por quê razão?

    "Diariamente perseveravam unânimes >>NO TEMPLO<<, partiam o pão >>DE CASA EM CASA<<" (At: 2.46)

    O local de reunião dos cristãos não se dava apenas no templo, mas também, de casa em casa. E Paulo não mandou eles juntarem as ofertas todos os dias, mas SEMPRE no primeiro dia da semana, que era quando os cristãos estavam reunidos solenemente em adoração e comunhão!

    Que o ESPÍRITO SANTO nos conduza sempre à verdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão Luis Filipe, a paz do Senhor!

      Irmão Luis, "Paulo, Áquila e Priscila" GUARDARAM qual dia nos textos abaixo:


      CORINTO

      Nesta cidade foi que PAULO diferenciou e exaltou o "Dia do Senhor", o santo 'SÁBADO".

      O apóstolo partiu de ATENAS para CORINTO, e ali encontrou um casal missionário – ÁQUILA e PRISCILA, que eram construtores de TENDAS, e PAULO a eles se associou, veja:

      ATOS 18: 3-4

      “E, como era do MESMO OFÍCIO, ficou com eles, e TRABALHAVA; pois tinham por OFÍCIO fazer TENDAS. E todos os SÁBADOS disputava na Sinagoga, e convencia JUDEUS e GREGOS.”

      Percebeu?

      JUDEUS e GREGOS (gentios), todos ouviam maravilhados as grandezas de Deus e se convertiam ao Senhor Jesus.

      Em Atos 18:3-4 eles estavam TODOS os SÁBADOS ou DOMINGOS na SINAGOGA?

      Anote agora:

      ATOS 18: 11

      “E ficou (PAULO) alí um ANO e seis MESES, estudando entre eles a Palavra de Deus.”

      Por favor, irmão, preste atenção:

      Já me disseram que PAULO trabalhava dia e noite para não ser pesado a ninguém.

      Já ouviu isso?

      Pois bem, não questiono que ele, como qualquer ser humano, trabalhava, mas… somente de DOMINGO a SEXTA-FEIRA, pois acabamos de ler que TODOS os SÁBADOS, ele, ÁQUILA e PRISCILA FECHAVAM a OFICINA de TENDAS e iam para a IGREJA (SINAGOGA) no SÁBADO, pois PAULO era o pastor, e isso de manhã, porque à tarde saíam para o trabalho missionário, com a oficina FECHADA (Atos 16: 13).

      Eu sei que você vai questionar:

      Onde está escrito que eles fechavam a oficina no SÁBADO?
      Irmão Luis, "Paulo, Áquila e Priscila" eram judeus! Logo, não trabalhavam no SÁBADO entendeu? Simples assim. Ou Atos 18:3 e 4 afirma que eles estavam na igreja (sinagoga) TODOS os DOMINGOS? Não, não é mesmo? OU o irmão ainda tem duvida?

      Tal ensino durou, naquela cidade, UM ANO e SEIS MESES (At 18:11)!

      Sabe você quantos SÁBADOS há em um ano e seis meses?

      Isto mesmo: 78 SÁBADOS, nos quais PAULO foi a IGREJA (sinagoga) segundo o mandamento (Êx 20:10) e confirmado em (At 18:4). Ou foram 78 DOMINGOS em que eles foram à IGREJA (sinagoga) segundo Atos 18:3,4 e 11? Claro que não! O irmão tem duvida ainda?

      Eles trabalharam juntos por 462 DIAS,ou seja, de DOMINGO a SEXTA segundo o mandamento (Êx 20:9). Ou Ex 20:10 não afirma que o SÉTIMO DIA é o SÁBADO, mas sim o DOMINGO? Claro que não! O irmão tem alguma duvida disso?

      Não foi tempo suficiente para que doutrinasse os CORÍNTIOS quanto a ABOLIÇÃO do SÁBADO ou a SUBSTITUIÇÃO do SÁBADO pelo DOMINGO?

      Por que não o fez?

      Parece-me que pelo seu próprio exemplo e de Paulo, ÁQUILA e PRISCILA, seria muita incoerência da parte deles ficarem em Corinto 1 ANO e SEIS MESES, pregando sempre aos SÁBADOS por 78 SÁBADOS (segundo o mandamento –Êx 20:10) ou será que era aos DOMINGOS? E TRABALAHNDO 462 dias sempre de DOMINGO a SEXTA (segundo o mandamento – Êx 20:9) pra depois de 1 ANO e SEIS MESES no ÚLTIMO DIA DIZER:

      Agora eu (PAULO) afirmo que o DOMINGO é o novo SÁBADO! Deverá ser o dia SANTIFICADO e ABENÇOADO! Mesmo que eu (Paulo) tenha GUARDADO o SÁBADO por 78 vezes em 1 ANO e 6 MESES segundo o mandamento Ex 20:8-11e dado o EXEMPLO tanto para JUDEUS como GENTIOS, mas agora vocês tanto JUDEUS como GENTIOS, devem GUARDAR o DOMINGO!

      O triste é que não encontramos tal afirmação em toda a bíblia, mas muitos fazem tal afirmação e sem embasamento bíblico!

      Medite nisto:

      Por VISÃO CELESTIAL, PAULO pregou nesta cidade (Atos 18: 9-10).

      Por VISÃO CELESTIAL , converteu-se, no caminho de Damasco (Atos 9).

      Não poderia o SENHOR lhe dar uma VISÃO CELESTIAL a respeito da ABOLIÇÃO do SÁBADO ou SUBSTITUIÇÃO do SÁBADO pelo DOMINGO?

      Mas, não deu!
      Por que será?
      Obvio, isso JAMAIS aconteceu!
      Só para quem REJEITA o VERDADEIRO DIA do SENHOR!

      O SANTIFOCADO e ABENÇOADO SÁBADO!

      Excluir
  28. Ali eram em Corinto e já tinha um local de reunião. Nâo era no começo da Igreja, já era algumas décadas depois. Vc que está distorcendo as suas próprias palavras, primeiro dizendo que era EM CASA e depois dizendo que era porque eles se reuniam em casa.
    Eles guardavam em casa durante a semana para levar no culto, é isso que se tira do texto. Algo a mais que isso é só para agradar seus interesses....
    .
    Devolvo a pergunta: Onde está escrito no texto que era para fazer os cultos no Domingo. E mais onde Jesus ou algum apóstolo diz que era para os cristãos guardarem o domingo??
    .
    Que o ESPÍRITO SANTO nos conduza sempre à verdade!


    Quem dera vc realmente levasse essa frase a sério, e você veria o que é a verdade do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  29. E aí vão brincar de ping-pong? rsrsrsrsrs é isso aí irmão Luiz Felipe, o carinha que mora logo alí ( passos2) não consegue responder e ainda fez a mesma pergunta como réplica. Aí fica difícil um debate com pessoas assim, continuo dizendo com convicção que são muitos achismos adventistas e ellenwhiteanos!! kkkkk

    Abraços

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  30. Passo2, agradeço a visita.
    Não entrarei no debate, o Filipe sabe o que diz 'muito bem'.
    Porém, vc perguntou a ele 'onde Deus mandou guardar domingo em lugar do sábado'.
    Cara, vc leu a postagem?
    Onde Jesus (ou os apostolos) mandou celebrar a páscoa em lugar da ceia?
    por favor...

    ResponderExcluir
  31. Luciano, vc acaba de fazer uma "engenharia hermeneuta" que chega a ser impressionante para tentar provar algo que faz parte dos seus interesses. Isso mesmo! O mundo é feito mais de interesses do que princípios.
    Primeiro, você não pode usar um evento (Santa CEia) para provar uma suposta mudança de outro evento (O Sábado).
    O Senhor ordenou a Ceia em memória Dele e Paulo a confirmou em Coríntios 11:21. Isso é fato.
    Agora, o que tem a ver isso com a tal mudança do Sábado para o Domingo?

    Eu já quebrei uma peça de sua engenharia sobre os cristão ajuntarem ofertas EM CASA. Simples o texto, Não fala em culto, somente ir ajuntando ofertas em casa, onde eles guardavam as moedas em um baú, até que fosse levadas a uma reunião.

    Outras peças de sua engenharia que são facilmente quebradas são as seguintes:

    O fato de Paulo ter se reunido num dia para celebrar junto com os irmãos não significa que eles estavam guardavam esse dia.
    O interessante notar é que pra eles os dias começavam no por do sol; isso era normal para judeus e para outros povos também. Nesse dia em questão (Atos 20:07) era quando? No final do sábado, à noite? Já que o primeiro dia começava no por do sol e não meia-noite. Porque meia noite eles já estavam em reunião há um bom tempo. Ainda levando em conta que eles só se reuniram nessa hora à noite, porque Paulo tinha que viajar no dia seguinte de manhã. Então me diga, eles se reuniram no domingo, ou no sábado a noite? Se foi no Domingo eles só comeram a Ceia já na segunda, porque já tinha passado da meia noite. Se foi no por do sol do sábado, eles comeram a Ceia de madrugada. Em nenhum momento me parece com aqueles cultos dominicais de manhã.
    SEja como for, se eles começaram no sábado a noite ou no domingo, em nenhum momento essa reunião se parece com um suposto "culto dominical", mas sim apenas um reunião com amigo que ia embora no dia seguinte. Que inclusive esse dia seguinte poderia mesmo ter sido um domingo de manhã ou mesmo na segunda de manhã.

    A próxima peça a ser quebrada é o "Dia do Senhor" de João.
    Só porque vc acha que o Dia do Senhor é o domingo, então esse dia também seria um domingo. Apenas um raciocício fraco esse. Mais um interpretação forçada. (teve que usar até versões russas??)
    Até porque, na Bíblia quando se fala em Dia do Senhor sempre se remete ao Sábado.

    "Mas o sétimo DIA é o sábado do SENHOR...Ex. 20:10" . Está vendo, muito mais claro que sua "super engenharia".
    SÉTIMO DIA...SÁBADO...SENHOR..
    DIA...SENHOR...


    Porque o Filho do homem até do SÁBADO é SENHOR. Mateus 12:8

    Assim o Filho do homem até do SÁBADO é SENHOR. Marcos 2:28

    E dizia-lhes: O Filho do homem é SENHOR até do SÁBADO. Lucas 6:5


    Nossa! Mais claro que isso impossível.
    Todos as vezes que a Biblia fala em DIA DO SERNHOR, ela fala em SÁBADO e não DOMINGO OU PRIMEIRO DIA DA SEMANA.

    O primeiro dia, somente relata alguma reunião e não uma mudança do dia de guarda em si.

    Bom! As peças estão mais desalinhadas do que você imagina.
    Usa um texto que só fala para guardar ofertas EM CASA. Usa outro que fala de um reunião que começa num dia e termina noutro, à noite, e só porque Paulo tinha que ir de manhã embora e não se encaixa em uma defesa Dominical.
    E por fim o texto de João que está mais para o verdadeiro DIA DO SENHOR - SÁBADO, já que é o único que a Bíblia cita.

    Amigo, só tenho a lhe dizer um coisa. Ainda falta muito...

    É uma pena!

    Atacar um Igreja com tão pobre interpretação da Palavra de Deus!

    "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus? Marcos 12:24"

    ResponderExcluir
  32. Ao Sr passos2,

    Vc disse: "O mundo é feito mais de interesses do que princípios."

    Vocês adventistas são experts em fazer isto não é Sr passos2? Principalmente em se tratando do sábado, 1844 ou em defender a papisa Ellen G. White, não é Sr passos2?

    Deu pra ver em seus comentários anteriores os seus malabarismos teológicos para tentar provar que a sua seita faz do jeito certo. É incrível!!!!!

    Abraços a todos

    Maranata, ora vem Senhor Jesus!!!!!!

    Anderson Demoliner

    Soli Deo Gloria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão Anderson Demoliner, a paz do Senhor!

      É verdade, se o PASSOS2 é um MALABARISTA, imagina o irmão Luciano Sena o que seria: um CONTORCIONISTA?

      Um forte abraço e fique com Deus!

      Excluir
  33. É, pode crer! Interessante que quem fez malabarismo, com livros e versões extra bíblicos foi outra pessoa né.
    Não citei nenhuma vez EGW. Tudo foi apenas a Bíblia.
    Com vcs já sabia que perderia meu tempo, mas quem sabe alguém sincero e buscando o Espírito entre aqui e veja algo além das mentiras que permeiam as poucas verdades desse blog.
    Haja cegueira hein Demoliner!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão passos2, a paz do Senhor!

      Se você participa do BLOG com a intensão de convencer alguém, você realmente esta perdendo seu tempo!

      Eu por exemplo, participo para dialogar, questionar, contradizer, refutar, desmentir e etc.

      Um forte abraço e fique com Deus!

      Excluir
  34. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Senhor passos 2, obrigado pela colaboração BÍBLICA do Sábado. Ah! Propósito... já que estamos falando dela, o senhor esqueceu de mencionar um texto. Então só para completar:

    "Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo." (Cl: 2.16-17)

    Ah! E caso haja dúvida sobre o que é uma sombra, aqui vai outro auxílio:

    "Porque a lei, tendo a sombra >>DOS BENS FUTUROS<<, e não >>A IMAGEM EXATA DAS COISAS<<, não pode nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem de ano em ano, aperfeiçoar os que se chegam a Deus." (Hb: 10.1)

    E a questão continua em aberto: ONDE, NA BÍBLIA, DIZ QUE O FORMATO DA CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA FOI ALTERADO APENAS PARA PÃO E VINHO?

    Em 1a Co: 5 Paulo não diz: "Parem de celebrar a Páscoa com ervas amargas e pães asmos" pelo contrário, ele dá subsídio para a prática da mesma, nos mesmos moldes judaicos (que tinham que lançar fora o fermento para comer apenas pães asmos durante uma semana - Lv: 23.4-8), quando diz: "Cristo, nosso pessach (Passagem, em Hebraico)" Ou seja, ele está esclarecendo o PROPÓSITO da celebração (que é simbolizar a nossa Passagem da morte para a vida através de Jesus) e não alterando o FORMATO da mesma. Por quê a sua SEITA alterou o formato?

    Que o ESPÍRITO SANTO nos conduz sempre à verdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luis felipe, Deus te abençoe.

      a respeito da pascoa e ceia.

      Jesus disse: esperei muito esta pascoa.

      quando Jesus fala nós temos que lembrar que é Deus falando na boca dele, para podermos entender a palavra ou a biblia.

      a pascoa era durou até Jesus, Jesus era a pascoa verdadeira eles ali praticavam uma pascoa provisoria ou uma simulação do que haveria de vir no futuro.

      o proprio dono da pascoa no corpo de Jesus disse: esperei muito por esse dia de agora em diante todas as vezes que voces se reunirem para comemorar a pascoa, sera comemorado dessa forma tal.

      sendo tudo simbolicamente o pão e o vinho(corpo e sangue), deve ser bebido e comido. Mas na verdade meus irmãos, quando nós estamos sofrendo enfermidades ou tentação vituperios ou sofrimentos no nosso corpo é normal são efeitos colaterais dos sofrimentos do corpo de cristo que vem pra nós devido termos comido da sua ceia ou do seu corpo de sofrimentos,o pao e o vinho, então quando isso acontecer devemos lembrar de sua morte para nos servir de consolo até que ele venha, pois ele venceu e nós tambem venceremos estas tentações.

      amigos a Lei velha é posto em homens velhos, a lei nova é posto em homens novos, ou seja corações flexiveis mente aberta.

      Na época da Lei: Deus escreveu nas pedras ou seja em corações duros, mas na graça Deus esta escrevendo por meio do espirito santo nos corações de carne ou seja coração misericordioso.

      Jesus o cristo, foi o primeiro homem que Deus pelo espirito santo escreveu na sua mente e no seu coração tudo o que Deus havia de falar para o povo de Israel.

      Jesus a expressa imagem e semelhança de Deus ou seja a CPU de Deus no monitor chamado Jesus.

      j- juiz
      E- eterno
      S- senhor
      U- único
      s- salvador

      Excluir
  35. Ah! e você ainda não respondeu às minha primeiras perguntas. Estou aguardando...

    "onde NA BÍBLIA, ou NA HISTÓRIA ECLESIÁSTICA, afirma que "os cristãos guardavam o Sábado, e começavam a ganhar seu dinheiro no Domingo"(???)e também "deviam ir guardando do Domingo em diante até na Sexta, e aí quando chegava no Sábado já estava juntado as ofertas, e aí quando chegavam no culto, já estava tudo certo para doarem as ofertas" (???)

    E agora, surgiu mais uma dúvida: Onde, nas cartas de Corinto, afirma que "já tinha um local de reunião" que não fosse os seus próprios lares?

    Continuo com a minha frase, já que você ainda não esclareceu seus argumentos à luz da "verdade, que é Deus".

    Que o ESPÍRITO SANTO nos conduz à verdade!

    ResponderExcluir
  36. Por favor, transcreva os textos bíblicos... Quanto à reposta de sua pergunta ("Onde está escrito no texto que era para fazer os cultos no Domingo? E mais onde Jesus ou algum apóstolo diz que era para os cristãos guardarem o domingo?"). Infelizmente, devo admitir que lá não está escrito para fazer os cultos no domingo... e nem no sábado, já que os cristãos se reuniam diariamente de "casa em casa" e no "templo" (At: 2.42, 46). Pois é... então vamos deixar o Domingo e o Sábado e vamos fazer o que Paulo Mandou: ">>NO PRIMEIRO DIA DA SEMANA<<" ok? Guardemos então o PRIMEIRO DIA DA SEMANA como o Dia das ofertas e os outros como Adoração. Combinado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão Luis Filipe, a paz do Senhor!

      Irmão Luis, "Paulo, Áquila e Priscila" GUARDARAM qual dia nos textos abaixo:


      CORINTO

      Nesta cidade foi que PAULO diferenciou e exaltou o "Dia do Senhor", o santo 'SÁBADO".

      O apóstolo partiu de ATENAS para CORINTO, e ali encontrou um casal missionário – ÁQUILA e PRISCILA, que eram construtores de TENDAS, e PAULO a eles se associou, veja:

      ATOS 18: 3-4

      “E, como era do MESMO OFÍCIO, ficou com eles, e TRABALHAVA; pois tinham por OFÍCIO fazer TENDAS. E todos os SÁBADOS disputava na Sinagoga, e convencia JUDEUS e GREGOS.”

      Percebeu?

      JUDEUS e GREGOS (gentios), todos ouviam maravilhados as grandezas de Deus e se convertiam ao Senhor Jesus.

      Em Atos 18:3-4 eles estavam TODOS os SÁBADOS ou DOMINGOS na SINAGOGA?

      Anote agora:

      ATOS 18: 11

      “E ficou (PAULO) alí um ANO e seis MESES, estudando entre eles a Palavra de Deus.”

      Por favor, irmão, preste atenção:

      Já me disseram que PAULO trabalhava dia e noite para não ser pesado a ninguém.

      Já ouviu isso?

      Pois bem, não questiono que ele, como qualquer ser humano, trabalhava, mas… somente de DOMINGO a SEXTA-FEIRA, pois acabamos de ler que TODOS os SÁBADOS, ele, ÁQUILA e PRISCILA FECHAVAM a OFICINA de TENDAS e iam para a IGREJA (SINAGOGA) no SÁBADO, pois PAULO era o pastor, e isso de manhã, porque à tarde saíam para o trabalho missionário, com a oficina FECHADA (Atos 16: 13).

      Eu sei que você vai questionar:

      Onde está escrito que eles fechavam a oficina no SÁBADO?
      Irmão Luis, "Paulo, Áquila e Priscila" eram judeus! Logo, não trabalhavam no SÁBADO entendeu? Simples assim. Ou Atos 18:3 e 4 afirma que eles estavam na igreja (sinagoga) TODOS os DOMINGOS? Não, não é mesmo? OU o irmão ainda tem duvida?

      Tal ensino durou, naquela cidade, UM ANO e SEIS MESES (At 18:11)!

      Sabe você quantos SÁBADOS há em um ano e seis meses?

      Isto mesmo: 78 SÁBADOS, nos quais PAULO foi a IGREJA (sinagoga) segundo o mandamento (Êx 20:10) e confirmado em (At 18:4). Ou foram 78 DOMINGOS em que eles foram à IGREJA (sinagoga) segundo Atos 18:3,4 e 11? Claro que não! O irmão tem duvida ainda?

      Eles trabalharam juntos por 462 DIAS,ou seja, de DOMINGO a SEXTA segundo o mandamento (Êx 20:9). Ou Ex 20:10 não afirma que o SÉTIMO DIA é o SÁBADO, mas sim o DOMINGO? Claro que não! O irmão tem alguma duvida disso?

      Não foi tempo suficiente para que doutrinasse os CORÍNTIOS quanto a ABOLIÇÃO do SÁBADO ou a SUBSTITUIÇÃO do SÁBADO pelo DOMINGO?

      Por que não o fez?

      Parece-me que pelo seu próprio exemplo e de Paulo, ÁQUILA e PRISCILA, seria muita incoerência da parte deles ficarem em Corinto 1 ANO e SEIS MESES, pregando sempre aos SÁBADOS por 78 SÁBADOS (segundo o mandamento –Êx 20:10) ou será que era aos DOMINGOS? E TRABALAHNDO 462 dias sempre de DOMINGO a SEXTA (segundo o mandamento – Êx 20:9) pra depois de 1 ANO e SEIS MESES no ÚLTIMO DIA DIZER:

      Agora eu (PAULO) afirmo que o DOMINGO é o novo SÁBADO! Deverá ser o dia SANTIFICADO e ABENÇOADO! Mesmo que eu (Paulo) tenha GUARDADO o SÁBADO por 78 vezes em 1 ANO e 6 MESES segundo o mandamento Ex 20:8-11e dado o EXEMPLO tanto para JUDEUS como GENTIOS, mas agora vocês tanto JUDEUS como GENTIOS, devem GUARDAR o DOMINGO!

      O triste é que não encontramos tal afirmação em toda a bíblia, mas muitos fazem tal afirmação e sem embasamento bíblico!

      Medite nisto:

      Por VISÃO CELESTIAL, PAULO pregou nesta cidade (Atos 18: 9-10).

      Por VISÃO CELESTIAL , converteu-se, no caminho de Damasco (Atos 9).

      Não poderia o SENHOR lhe dar uma VISÃO CELESTIAL a respeito da ABOLIÇÃO do SÁBADO ou SUBSTITUIÇÃO do SÁBADO pelo DOMINGO?

      Mas, não deu!
      Por que será?
      Obvio, isso JAMAIS aconteceu!
      Só para quem REJEITA o VERDADEIRO DIA do SENHOR!

      O SANTO e ABENÇOADO SÁBADO!

      Excluir
  37. Filipe, vc continua o mesmo!!!
    'deixemos o DOMINGO para o PRIMEIRO DIA' - essa expressão está na escritura... é vc mesmo!
    Rapaz, eu nem vou ter a estupidez de entrar nessa questão agora... nem sei se vai sobrar alguma coisa aí nesse debate... problema é dele.
    Deus abençõe amado irmão!

    ResponderExcluir
  38. Ao passos2,

    Mano, para você fica aquela velha frase: " O pior cego é aquele que não quer ver!!!"

    Que o Senhor Jesus te liberte desta cegueira

    Abraços

    Anderson Demoliner contra heresias

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caros amigos, gostaria de dar o meu parecer Deus fez seis dias iniciando primeira feira segunda feira etc; não existe domingo no calendario divino na terra.
      Deus deu ao homem seis dias para ele comercializar e no sabado descansar porqu esse dia pertencia ao senhor,(jesus, o qual pregou até a sexta e no sabado descansou com a sua morte. o velho testamento é a sombra de uma realidade que haveria de acontecer no futuro por meio de Jesus. nós somos o verdadeiro povo de Deus.(Eu fui achado por aqueles que não perguntavam por mim)assim o disse o senhor.

      amados,analise um avião no alto e a sua sombra embaixo
      qual é o verdadeiro ´a sombra ou aquele que estava no alto, e desceu a mais baixa terra e disse: eis me aqui, sou eu! ( eu sou o que sempre sou)

      Excluir
    2. lembre-se de uma coisa Deus primeiro mostrou a sua ira para o povo de israel, passados tempos ele mesmo veio em carne por meio do seu espirito ( filho), e se fez carne igual a nós.
      viveu no meio dos humanos ou seja fingiu de idolatras para ganhar os idolatras e de todas as formas o espirito de Deus se fez para fazer os homens entender o seu amor.

      quando nós estivermos lendo qualquer parte do novo testamento devemos lembrar que os escritos dos apostolos foram todos inspirados pelo espirito santo,
      nada que eles escreveram vieram deles mesmo mas sim
      mandamentos pelo mesmo espirito de Jesus.

      seja tradição, seja coletas, seja osculo , seja véu, seja costumes, seja maneira de viver, seja comportamento, seja traje, seja santa ceia, seja tudo.
      aquele que ama a Deus obedece o evangelho dos apostolos e de Jesus.

      eles foram os mestres e pastores de honra.

      porque todos eles foram servos de cristo, foram eles que suportaram o resto dos sofrimentos de cristo.

      Obs: disse Jesus: eu vim para cumprir a Lei, ele cumpriu todos os mandamentos da Lei e nos deixou a graça a graça nos basta, nao devemos incomodar a ninguem que crer em Jesus com mandamentos mosaico.

      como guardar dias meses e anos isso são rudimentos do passado não volte para traz.

      vamos seguir a cristo, somente pelo evangelho da graça.

      Excluir
  39. Genes: DESISTA LOGO! O QUE APRESENTEI É IRREFUTÁVEL... POR ISSO VC NÃO RESPONDEU...

    1) Quem disse que não se responde uma pergunta com outra pergunta? Jesus quando falou com Fariseus fez isso...

    2) Não usei APENAS outra pergunta usei a mesma linha de raciocínio teológico.

    3) O Adventismo NUNCA FEZ ESSA PERGUNTA PRIMEIRO: esse seita surgiu na pedra da ascenção esperando Cristo voltar em 1844, e depois que Ellen White canonizou o sábado com seus sonhos após influencia de Bates, foi em 1847... O cristianismo que defende o domingo está calcado na pratica neotestamentária, e temos evidencia extra biblicas desles antes do fim do primeiro século; PORTANTO, caso fosse legítima sua objeção, ela não lhe serve! Estamos no mundo cristão antes de vcs.

    4) O argumento é biblico. Totalmente biblico.

    fica aqui a questão da postagem a ser respondida...
    Deus nos ajude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foram nós os Adventistas que canonizamos o Sábado e sim Deus o criador.leia a biblia em Genesis 2:3.e faça o que os apostolos fizeram em AT 5:29 obedecer a Deus!! e Não aos Homens. se ele disse "lembrate do dia de Sábado para o santificar".vocês tem o livre arbitrio para obedecer ou não, eu lhes dou um conselho.leiam a biblia em JO 14:15,1JO 2:4. se vocês amam, se vocês o conhecem. sigam o conselho do apostolo que vocês, dizem que ele disse uma coisa sem dizer. sim porque João não disse que o domingo erá o dia do senhor, por que a palavra domingo nem aparece no texto em AP 1:10, E NEM EM LUGAR ALGUM DA BIBLIA, mas vejamos o que a biblia diz e não textos extra-biblicos.Na Biblia e somente na biblia, Diz em relacão ao dia VERDADEIRO DO SENHOR(MC 2:28 Jesus diz o filho do Homen é senhor do Sábado,IS 58:13.se desviares do sábado teu pé e deixares de prosseguir nas tuas empresas no meu santo dia; se ao SÁBADO CHAMARES DELEITOSO (DIA DO SENHOR),digno de honra;se honrares,não seguindo os teus caminhos ,nem te ocupando nas tuas empresas,NEM FALANDO PALAVRAS VÃS.)meu nome é Vanoel de Jesus e meu email é Vanoel77@hotmail.com, não sou teólogo mas cristo disse que o espirito santo nos guiaria em toda a verdade "JO 16:13" e eu digo a todos os irmãos deste blog.tenham coragem para seguir toda a bilbia assim como nos Adventistas seguimos e deixem de lado os ensinos Humanos os quais Jesus Refutou de maneira magnifica em MC 7:7,8,9. que a paz o amor e a umildade de Cristo esteja com todos nós. amem.

      Excluir
  40. Calma Luciano se é irrefutável não precisa TEMER.

    Veremos realmente se essa sua inversão psicológica passa num ASSIM DIZ O SENHOR.

    Bem vejo que você esta fazendo um malabarismo para poder dizer aquilo que a BIBLIA NÃO DIZ.

    Antes de prosseguir, não tire conclusões precipitadas dizendo que não respondi por que é irrefutável.

    Se a sua pessoa fosse mais honesta com o que te escrevi por e-mail, não diria uma coisa dessas.

    Ainda não estava comentando pelo simples motivo do blog estar passando por problemas técnicos de postagem, e o outro motivo também é que o meu plano de net havia findado e estava à procura de outo plano.

    simplesmente ISSO Luciano.

    ResponderExcluir
  41. Em 1º lugar, a pergunta adventista ainda não foi respondida (MOSTRE-ME NA BÍBLIA A MUDANÇA DO SÁBADO PARA O DOMINGO).

    Você ainda não mostrou os textos bíblicos de forma satisfatória, (como já disse antes, não basta dizer por várias vezes ISSO NÃO ACONTECEU POR ACASO).

    Tem que mostrar a transferência, e não tirar conclusões precipitadas em textos que não da base para o mesmo. Por que se não, ficará apenas na base do argumento imaginário, ou seja, de conclusões meramente humanas, sem base bíblica para os mesmos.

    Lembrando que não sou contra a inversão psicológica, desde que a mesma responda de forma satisfatória a pergunta feita anteriormente. E que a mesma não fuja da base da hermenêutica.

    ResponderExcluir
  42. Portanto essa sua inversão é totalmente imprecisa.

    Analisando a sua inversão utilizando ao mesmo tempo a hermenêutica bíblica, a premissa da sua inversão seria a seguinte:

    Com relação à pergunta Adventista:

    1º= (O Sábado continuaria a ser o mandamento estabelecido como repouso)
    Porque não há nenhum texto que mostre de forma satisfatória a ALTERAÇÃO ou MUDANÇA para o mesmo. (não tem base bíblica e não podemos afirmar algo sem base).

    E com relação à 2ª pergunta do MCA.
    Seguindo a premissa de pensamento, utilizada por vocês mesmos.

    2º= (A páscoa continuaria a ser estabelecida como cerimônia). Porque não há nenhum texto que mostre de forma satisfatória a ALTERAÇÃO ou MUDANÇA para o mesmo. (não tem base bíblica e não podemos afirmar algo sem base).

    Portanto Luciano, essa deveria ser a verdadeira premissa da sua inversão.

    ResponderExcluir
  43. Mas será que esse tema poderia ser usado para poder garantir a mudança do dia de repouso?

    Como já vimos foi uma infeliz utilização.

    A linha de raciocínio na qual chegastes, fica totalmente a mercê no vazio sem base nenhuma escriturística.

    você ainda a chama de LEGÍTIMA.

    E para poder abonar a este seu raciocínio, tenta desviar a atenção do verdadeiro leito dizendo que a IASD á utiliza para poder afirmar a troca da Páscoa para a santa ceia.

    Veja por si só, como a bíblia desmorona esse verdadeiro cavalo de troia psíquico.
    A bíblia nos diz em Lucas 22; 15-20 que a Páscoa não mais iria se realizar até que ela tenha o seu cumprimento no reino de Deus.

    Em outras palavras esta foi à última páscoa da qual poderiam participar com pleno significado
    Os seguidores de Cristo.



    O rasgamento do templo no momento da morte
    De Cristo na cruz (ver com. Mat. 27:51), foi o sinal divino de que os
    Símbolos do sistema religioso judeu tinham perdido sua validez, pois Jesus-a
    Quem todas estas coisas assinalavam (Heb. 9: 9-11; 10: 1-11; 1 Cor. 5: 7)- havia
    dado sua vida em resgate por muitos. Jesus estava a ponto de substituir os
    símbolos do passado morto com os símbolos viventes de seu próprio corpo e de
    seu sangue derramado (Luc. 22: 19-20).



    Bem já em (1Co 11:23-29), nos diz que cristo na noite em que foi traído tomou o pão e o cálice mostrou-lhes que significaria o seu corpo e o seu sangue, e ELE MESMO DISSE que essa ceia SERIA FEITA em memória dele.

    Ou seja, INSTITUIU a mesma em memória dele.

    ResponderExcluir
  44. Bem é tão simples Luciano de compreender, não precisa de malabarismo nenhum para compreender um ASSIM DIZ O SENHOR.

    1º= A Bíblia diz que a páscoa não seria mais realizada, ate que tenha o seu cumprimento no reino de Deus. ( Lucas 22: 15-20 ).

    2º= A bíblia diz que cristo na noite em que foi traído tomou o pão e o cálice mostrou-lhes que significaria o seu corpo e o seu sangue, e ELE MESMO DISSE que essa ceia SERIA FEITA em memória dele.

    Portanto apenas esses versos põem por fim todo esse seu malabarismo.
    E por outro lado mostra que a exposição Adventista para este tema é fundamentalizada num ASSIM DIZ O SENHOR, e não em conclusões precavidas sem nenhum respaldo bíblico para os mesmos.

    Portanto Luciano Já que a bíblia nos mostra a não mais validade da Páscoa segundo o ritual judaico, e nos mostra de FORMA CLARA a INSTITUIÇÃO DA CEIA.

    1º= Gostaria que a sua pessoa me mostrasse de forma CLARA na Bíblia, a não validade mais do mandamento do sábado.

    2º= E também a instituição do DOMINGO como dia de repouso.

    Há sim, de FORMA CLARA e sem rodeios.
    Se é que conseguirá faze-la.

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  45. Oi Anderson, pode ficar tranquilo que não sou a mesma pessoa do irmão charles.

    Apenas gostaria que a sua pessoa fosse mais propositivo, e refutasse o que digo usando a base biblica.

    E não ficasse rodeando assim como o Luciano sempre tem feito.

    Bem segundo a sua própria visão, a lei dos dez mandamentos não tem validade nenhuma mais.

    foi totalmente abolida.

    Hora Demoliner,segundo os seus próprios comentarios de elogios á este pôster do Luciano,
    que ensiste em procurar uma mudança do mandamento do sábado para o Domingo.

    Como que você pode estar de acordo com algo que pra você mesmo já não tem mais existência?

    Luciano fala que existe a troca mas não mostra o texto de forma clara, e a sua pessoa diz não mais ter existência?

    Quanto ilogismo.

    Me parece que quem realmente está precizando de colírio é você mesmo, para poder ver os grandes ilogismos da sua parte.

    No mais estarei aguardando a sua refutação quanto ao sábado e a lei divina dos Dez Mandamentos.

    Talvez esse texto possa clarear mais um pouco a sua visão e també a do Lúciano.

    Mateus 5:16-17
    17 Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim ab-rogar, mas cumprir. 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido. Lc 16:17; 19 Qualquer, pois, que violar um destes menores mandamentos e assim ensinar aos homens será chamado o menor no Reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos céus. Tg 2:10; [Tg 1:25]; 20 Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos céus.

    Lembrando que menor é menos dígno.

    Em Cristo.

    Gênes soares.

    ResponderExcluir
  46. Genes, sua resposta está à disposição de todos.
    E a minha postagem tb.
    Deixemos que a comparação seja feita e o juízo desferido pelos leitores.

    AS respostaS para suas duas perguntas-

    1) Col 2.16
    2) Apc 1.10

    'SEM RODEIOS, DE FORMA CLARA', OK?

    abraços
    Deus nos ajude

    ResponderExcluir
  47. Ao Genes,

    Você deveria trabalhar em circo, pois é um grande malabarista!!!

    Deus o abençõe

    Abraços

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  48. Pois é mano Luciano segundo o Genes eu não posso gostar do seu post, pois compreendo algumas coisas diferentes de você rsrsrsrsrsrs

    Abraços

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
  49. Bem Luciano, acho que o Demoliner ainda não entendeu muito bem quanto ao seu próprio ilogismo, ele pensa que sou contra a pessoa poder pensar diferente da outra sobre um determinado assunto.

    Quando disse ilogismo Anderson não foi a respeito de você gostar do pôster, você tem liberdade para gostar do que quiser.

    Mas quando disse ilogismo, é que naquilo que você gostou depõe contra aquilo que você mesmo defende.

    Ou você defende algo que para você mesmo não tem valor algum.

    Bem deixo aqui em juízo, para os demais leitores responderem.

    Em Cristo.

    ResponderExcluir
  50. Gênes, eu defendo a transferência (mas não sei até que ponto estou certo) o Andersopn não, isso sempre ficou claro nos comentários dele e meu.
    PORÉM EU NUNCA DISSE E JAMAIS SERÁ DITO POR UM SALVO EM CRISTO, que quem >não< guarda o domingo ou NÃO está salvo.
    Nunca como Reformado direi aos dispensacionalistas (não sei se o Anderson é) que ele está perdido pq entende a aplicação da Lei hoje de maneira diferente da minha.
    Acontece que ele como cristão guarda os principios morais da Lei, conforme modelada no NT... e o sábado é visto como um dos aspectos cerimoniais, passageiros.

    De qualquer forma, QUANDO VC DEBATER COMIGO concentre-se no que estou dizendo... o Anderson tem posições diferentes, e é com ele que vc deve debater.

    ResponderExcluir
  51. Irmão Anderson, acontece que o Genes já não sabe mais o que fala sopbre a Páscoa-ceia e está tentando tirar o foco...

    abraços

    ResponderExcluir
  52. Bem Luciano, se você mesmo já analisou a minha exposição sobre a lei e o mandamento do Sábado verá que em nem meio momento eu afirmei que tanto a lei ou o sábado é meio de salvação.
    Somos salvos exclusivamente pela fé mediante a graça de Cristo Jesus o nosso salvador.

    As obras é um resultado natural da fé que exercemos.

    Porque a fé sem as obras é morta, em outras palavras não é verdadeira. ( Tg 2:26 ).

    Portanto a pessoa que não está em plena obediência aos mandamentos, pode até ter fé, mas a mesma sem demonstração através das atitudes não tem valor algum.

    A fé é imputada como justiça.
    O Ladrão na cruz teve fé, e foi salvo.
    Pois além de reconhecer Jesus como salvador, também reconheceu os seus erros, esse ato de reconhecer os erros nos leva a uma predisposição a praticar o que é correto, esse é um dos desejos da pessoa que é salva pela fé.

    A fé em Deus nos leva a praticar a justiça.

    Bem, se ele tivesse a oportunidade de pelo menos exteriorizar essa transformação tenho certeza que o faria, pelo simples fato de ter reconhecido os seus erros.

    Mas sabemos que durante a caminhada cristã temos que ser perseverantes, a qualquer momento podemos cair em pecado, se ele voltasse a roubar teria que pagar pela consequência do mesmo.

    Deus está sempre de braços abertos, para nos receber de volta, mas cabe a nós o aceita-lo e vivermos uma vida em completa obediência por amor ao próprio Deus. (Jo 14:15).

    Mas os injustos que continuarem praticando a injustiça esses sim a bíblia fala que ficarão fora do reino de Deus. (1 Co 6:9).

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  53. Bem Luciano, primeiramente não estou fugindo do assunto apenas fiz a exposição do ilogismo do próprio Demoliner quanto a sua própria defesa.

    Bem Luciano quanto ao (principio da lei).
    Para você existe divisão dentro da lei dos 10 mandamentos em moral e cerimonial.

    Mas a bíblia Luciano, é bem clara em nos dizer que todos os 10 PRECEITOS da lei dos 10 MANDAMENTOS são preceitos MORAIS algo totalmente INDIVISIVEL.

    Tiago 2:10
    "Porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos".

    Tira se somente um e os demais também podem ser tirados, em outras palavras se um se torna frágil e vulnerável, os demais também se tornarão, SABE POR QUÊ?

    PORQUE FORAM CRIADOS SOB A MESMA BASE, SOBRE O MESMO PRINCÍPIO.

    Não é difícil de entender.

    Se a bíblia afirmar a existência de pelo menos UM, pode ter a plena certeza que automaticamente afirmará a existência também dos demais.

    Pois é algo INDIVISÍVEL, criados sob o mesmo PRÍNCIPIO.

    E que princípio é este moral ou cerimonial?

    Deixamos que a bíblia nos responda:

    Lucas 16: 17
    “É mais fácil o céu e a terra desaparecerem do que cair da Lei o menor traço”.


    Bem seguindo a exposição de que princípios morais são princípios eternos.
    Logo TODOS os 10 MANDAMENTOS da lei de Deus são eternos, pois todos estão sob a mesma base moral.
    Inclusive o Sábado (Is 66:22-23).

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  54. Ok Genes. Eu acredito fora dos 10 mandamentos existem mandamentois morais. A ideia é que ele reune os principais resumos da lei moral. No entanto, dizer que o sábado era cerimonial (em seu especto celebrativo) não tem problema algum com seu aspecto moral. Só isso.

    Visto que vc afirmou a salvação pela fé, fico contente. Mas 'no tempo final' a história vai mudar, não é mesmo?
    Por isso eu postei 'o sábado não SALVA mas SALVARÁ'...

    Genes, acho que já postei muito sobre esse assunto -sábado e domingo. acredito que respondi, com base na páscoa. Vc aceite ou não isso.
    Encerro o assunto sobre o sábado com vc. Essa postagem foi minha resposta a esse assunto.

    Estou preparando outras postagens sobre Ellen White, 1844, etc. Mas gora vai demorar um pouco.

    O que está na agulha é assunto da trindade (que os pioneiros adventistas negaram)

    Fique a vontade de comentar.
    abraços

    ResponderExcluir
  55. Bem IRMÃO Luciano fiquei muito contente em ver que o irmão está de acordo com a validade do mandamento moral do sábado, mandamento esse, que é eterno (Is 66:22-23).

    Como já disse os mandamentos nunca foram tidos como ponto de salvação, ou seja, ponto inicial para se salvar, mas a desobediência aos mesmos sempre acarretou em sofrimento, perca e morte.

    Pecado é a transgressão da lei. (1Jo 3:4).


    Portanto Cristo não nos libertou do pecado para podermos ser libertinos com a sua lei.
    Irmão Luciano, a fé sem as obras é morta, portanto a lei de Deus sempre nos mostrou o caráter do verdadeiro Deus.

    Portanto a pessoa que não aceita esses 10 preceitos morais do caráter divino, além de viver uma fé falsa, vive uma vida completamente em pecado, e longe está da verdade na qual os dez mandamentos fazem parte.
    Salmos 119:151 (Tu estás perto, ó SENHOR, e todos os teus mandamentos são a verdade.)



    1 João 3:4 (Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é MENTIROSO, e nele não está à verdade).

    Apocalipse 21:8 (Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os MENTIROSOS, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte).
    Portanto irmão aceite essa verdade e viva.

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  56. MEUS CAROS,SOU,COMO SE DIZ "DO MUNDO"MAS GOSTO DE ESTUDAR ASSUNTOS QUE DEUS NOS DEIXOU PARA ESTUDAR,E LI DO INICIO AO FIM OS COMENTÁRIOS DOS ASSUNTOS ABORDADOS,E CHEGUEI A UMA CONCLUSÃO E ESTOU FELIZ EM MEIO A ASSUNTOS RELEVANTES E DEBATES CONSISTENTES.MUITO BOM SR.GÊNES SOARES,ENQUANTO OS DEMAIS TENTARAM VALIDAR SEUS ARGUMENTOS COM BASE NO 'QUE ELES ACHAM'',VOCÊ NA BENÇÃO DE DEUS,UTILIZOU TODOS OS ESCLARECIMENTO BASEADO NA ESCRITURA SAGRADA, UTILIZANDO CLARAMENTE ''ESTA ESCRITO''(COMO FEZ JESUS QUANDO ESTAVA COM O DIABO NO MONTE,QUE QUERIA OFERECER-LHES AS COISAS DESTE MUNDO...ACREDITO QUE VCS SABEM EM QUE TEXTO ESTOU ME REFERINDO,NÃO ME RECORDO AGORA A PASSAGEM BÍBLICA)OS DEMAIS USOU UMA OU OUTRA VEZ QUANDO LHES FOI CONVENIENTE,E O QUE NO FINAL ATE AGORA NÃO TIVERAM MAIS ARGUMENTOS.QUE DEUS CONTINUE ILUMINANDO E DANDO ESSA HUMILDADE PARA PASSAR O VERDADEIRO CONHECIMENTO DAS ESCRITURAS BÍBLICA PARA AS PESSOAS,PORQUE AQUI FORA ESTA CHEIOS DE LOBOS EM PELE DE CORDEIRO,TENTANDO CEGAR MUITOS DOS QUE PRECISAM DA JUSTIÇA QUE É O SENHOR JESUS CRISTO,MAS COMO ''ESTA ESCRITO,MUITOS PERECEM POR FALTA DE CONHECIMENTO" E QUEM SABE EU NÃO ESTEJA NESSE ENQUADRAMENTO,POIS OS DEMAIS AI PRECISAM LAPIDAR MAIS OS CONHECIMENTOS...
    QUE DEUS ABENÇOE A TODOS,
    OBRIGADA SR GÊNES SOARES.

    ResponderExcluir
  57. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  58. Oi Gilmacia, Fico muito feliz que pude ajuda-la a compreender melhor esse tema bíblico do sábado.

    Portanto Gilmacia, a bíblia sempre tem que ser a nossa regra de fé e prática.

    Estarei a sua disposição para poder lhes ajudar na busca do verdadeiro conhecimento bíblico.

    Pois o ser humano é falho, mas a verdade bíblica é a única capaz de nos libertar de todo erro e engano. ( Jo 8:32 ).

    Estarei a sua disposição pelo seguinte e-mail,
    (genesarte@hotmail.com).

    Fique com Deus, e que o Espírito Santo lhe protege e te conduza a cada dia ao conhecimento da verdade

    Um forte abraço.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  59. entao ta. se vs acham q o sabado foi abolido entao pode matar ,roubar ,adultera,bater em mae,se ajuelhar em deuses de barro .. que Deus ele ñ briga ñ porq se vs fala que um dois 10 mandamentos foi abulido entao os outros 9 tambem foram entao ñ precisam mais fazer nada ,mais antes leiam esse versos:Tiago 2:10 a 12...e mateus:4;7 e peça a Deus para le ajudar, ai vs vao entender a verdade se ñ ,se vs continuarem assim vai acontecer o que esta no livro de apocalipse 22:18,19!

    ResponderExcluir
  60. Correção:

    o texto de 1João é Cap. 2:4 que diz:

    ( Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade ).

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  61. E o homem continuam ainda a tentar invalidadr a palavra e os mandamentos de Deus. Parabens, porém vocês jamais conseguirao.
    Se o sábado nao tovesse importancia para a salvacão jamais Deus o colocaria como mandametos, junto com aqueles que aceitamos.......
    Não matarás, não adulteraás e etc, A polemica do sabado é justamente um por que não aceitamos a palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  63. bom...agóra percebi que n to falando com qualquer pessoa....

    pessoal...adventista

    não perca tempo com esse cara...se vcs lerem meu recado....

    não perca nem mais um segundo com esse Cara...

    uahuahau

    ele apenas não nos compreende de verdade...

    não sabe realmente quem somos...

    só o que criticam sobre nós...

    mesmo que provemos...ele nunca vai aceitar...

    pra provar isso

    querò deixar aqui bem claro que você consegue criticar...
    mas não consegue partir da primissa de que estamos certos...

    se vc não compreende isso... vc apenas não entende o que acreditamos... tudo só faz sentido quando compreendemos!

    igual a biblia... leia o começo dela

    depois, le o livro patriarcas e profetas(pelomenos os 5 primeiros capitulos)...
    vc vai entender o que to dizendo...
    se quiser ouvir os primeiros capitulos
    baixa daqui é fantastico.
    http://www.ellenwhiteaudio.org/pt/pp/

    vc vai perceber que a biblia faz mais sentido ainda... vai ver que ela se encaixa perfeitamente... e antes eu não conseguia ver dessa forma.

    abraço galera adventista

    amo todos vcs e pra todas as outras denominações eu tbm me importo com vc's... por isso que escrevo aqui

    espero ver todos no céu

    abraço

    ResponderExcluir
  64. primeiro ponto-

    não confunda as coisas

    Jesus cumpriu a professia de pascoa...

    tem nessecidade de matar cordeiro, depois que veio o verdadeiro cordeiro que tira o pecado do mundo e morreu??

    após a morte de cristo não nessecita de faser o ritual de pascoa....

    e o sabado é um memorial da semana da criação...

    pergunta de um adventista que esta perplexo pela insistencia no assunto...

    Jesus aboliu sabado?? ou melhor o sabado é uma professia quando foi criado??
    que eu saiba Deus descansou...

    se alguem quiser saber mais sobre o sabado
    leia patriarcas e profetas...capitulo 9

    vc`s vão saber o que os adventistas pensam sobre o sabado...

    ResponderExcluir
  65. kra em todo o seu texto, você fala de coisas que não se juntam... pesquise quando foi instituido o sabado....não tem ligação nenhuma com a páscoa... Jesus ressucitou no domingo SIM, os Adventistas tambem acreditam nisso... mas isso não muda o dia de guarda que foi instituido para lembrar da criação...


    vou tentar de uma forma diferente para ver se você entende....

    a primeira semana que existiu, foi o molde... o formato para todas as outras certo?

    os primeiros 6 dias, Deus trabalhou na criação do mundo... e no sétimo, ele descansou... e na repetição dos 6 primeiros dias, deve-se trabalhar como ocorreu nos 6 dias da criação, e no sétimo devemos descansar do todos os 6.


    você vê uma lógica, um propósito pra guardar o Sabado... ele foi criado para ser guardado...
    o domingo não...
    “Devem os magistrados e as pessoas residentes nas cidades repousar, e todas as oficinas ser fechadas no venerável dia do sol” [1] . Esse decreto para o repouso no dia de domingo foi promulgado no dia 7 de março pelo Imperador Romano Constantino no ano de 321 A.D.

    estude a história da igreja católica...
    Constantino decretou o domingo como dia de guarda porque ia unificar varias igrejas pagãs com a igreja Católica...
    antes disso o domingo era um dia de festa pela ressureição de cristo, não o dia de guarda...


    o dia de guarda, que dis nos 10 mandamentos, não pode ser mudado, ele fala "lembra-te" porque não foi criado ali, mas na criação ja foi instituido o dia onde devemos lembrar do criador...

    tem algum motivo para mudar o sabado para o domingo?? Não não tem ligação, vamos pensar na seguinte afirmação "de hoje em diante, devemos lembrar da criação aos domingos" Porque se o sabado foi criado só pra isso.

    intendo como o sabado é importante?

    conheço batistas que guardam o sabado e católicos também, só porque eles entenderam o que expliquei aqui...
    não tem nada a ver como a minha ou a sua denominação...

    Deus colocou assim.

    e Constantino colocou diferente...
    qual você escolhe??

    ResponderExcluir
  66. Onde "dominical" tem alguma ligação com Senhorial?? como o

    senhorial se refere ao senhor... dominical se refere ao domingo..aff... vc viajou e no final não tem nenhuma ligação.

    cuidado para não mudar a biblia

    "Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido."
    Mateus 5:18

    ResponderExcluir
  67. verdade... converçando com meu irmão, refletindo no que ele diz, tenho um outro argumento para a guarda do Sabado.

    vamos la:

    Deus criou os 10 mandamentos... pelo que eu entendim foi para o nosso bem... e foi diretamente de Deus,

    pense bem na força que eles exercem... não mataras... não mataras,
    não furtaras... não furtaras

    e ele tambem diz... Lembra-te do dia de Sabado para o santificar... (com muita propriedade, fazendo um memorial para o dia que ja havia cido instituido na criação).

    será que só esse mandamento não é concreto??
    como os outros??

    to falando agóra sem p nisto cremos... que eu acredito... mas isso pode ser uma opinião pessoal...

    será que esse era um mandamento profético??

    e se ele era...será que os outros também??
    8)

    tem lógica em Deus colocar o Sabado nos mandamentos, se ele viesse abolir??

    eu não acredito que Deus escreveu em tabuas de pedra para depois de cristo ser morto, ele vir com uma borracha e apagar...

    pense bem....foi Deus que escreveu... medite... no porque ele fez isso...

    será que os adventistas estão errados?? (eu e os demais adventistas)
    porque se você estiver errado... pense na blasfemia que é o seu blog para Deus...

    "Declaro a todos os que ouvem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro." Apocalipse 22:18 e 19

    ResponderExcluir
  68. e eu gostei muito do meu primeiro poust nessa pagina... 8)

    acredito que é o correto... não disse nada contra nenhuma denominação, sendo assim, livre de qualquer condenação...

    mas poxa... imagina você encontrar um blog com um poust chamado: "Tudo o que você sabe, ta errado"

    nós Adventistas não somos alienados, só temos mais bases para crer no que vocês criticam.

    o dia que você descobrir todas as verdades por traz dos adiventistas...vai ver que não devia ter criticado...

    imagina...vou estudar para criticar outra denominação.....que pensamento diabólico

    Satanas estudou para criticar a Deus, e conseguiu convencer muitos anjos de que ele estava certo...só Deus sabe a verdade por traz de tudo... e se eu estiver certo... onde vai estar você??

    eu quero que você esteja do meu lado... nunca vou ficar te criticando, isso não vai levar você a ser um Adventista... vai levar você a detestar os Adventistas...

    e isso vale para qualquer denominação... Deus abençoue a todos... flw

    ResponderExcluir
  69. Ok, seu argumento está exposto e postado.
    Os lerem iram comparar seu argumento e o meu.
    Não tenho duvida de seus argumentos, entendi eles.
    Estão errados e a postagem em si mesmo é minha resposta.
    Mostre-me na Bíblia onde Deus mandou guardar a ceia em lugar da páscoa?
    abraços

    ResponderExcluir
  70. Houve um debate sobre essa minha postagem aqui:

    http://ministerioapologeticobiblico.blogspot.com/2011/08/debate-com-adventista.html

    Talvez mais coisas estejam esclarecidas.

    ResponderExcluir
  71. muito facil....

    ignoro tudo e a minha resposta ta la em cima...

    auhauhauua
    compara as informaçoes...
    me da uma explicação lógica...
    me diz a sua verdade que eu não encherguei...


    8)

    sua resposta foi simplismente... "é isso ai mesmo, ta ligado..."

    (nada)

    ResponderExcluir
  72. para de ficar jogando o debate pra outro lugar...

    começou...vamos terminar aqui...

    ResponderExcluir
  73. Paz à todos!!

    Tiago no cap2 verso10 faz referencia à lei(e não apenas ao decálogo), ou seja, à torá com todos seus mandamentos morais.

    Mas, infelizmente os adventistas influenciados por E.G.White(e não pelo E. Santo que dá a verdadeira luz)fazem nesse texto referencia apenas aos 10 mandamentos, com o intuito de ensinarem a obrigatoriedade da guarda do 4º mandamento, como se o 4º fosse mandamento moral!!.

    O mais importante do texto de Tiago cap2 é o verso8,que é um mandamento moral(e não se encontra no decálogo) que ensina amar o teu próximo, citação essa que se encontra em Lv 19:18, e isso prova que no contexto, Tg 2:10 é realmente uma referencia a toda lei moral(torá) , e não apenas aos 9 mandamentos, e muito mesmo ao sábado!!

    Mas, porque os ADS insistem no 4º mandamento? Ora, porque a bíblia o diz? Não!! Simples, dentre todos os mandamentos, qual Ellen diz ter visto com maior "brilho" em sua "suposta visão" das tabuas da lei na arca?????
    O 4º, não poderia ser outro né?!!!! Ou seja sua autoridade não são as escrituras, e sim uma "suposta visão" de uma vidente!!

    Conclusão: é lamentável ver pessoas colocando um mandamento cerimonial(uma mera sombra do verdadeiro descanso que é Cristo Cl 2:16) acima de todos os mandamentos morais!!

    Que Deus abençoe a todos!!

    ResponderExcluir
  74. Eaí LUCIANO NAUM Q ISSO VÁ MUDAR ALGUMA COISA EM MINHA VIDA MAS POR CURIOSIDADE GOSTEI DA PERGUNTA DA 'LALINHA DISSE'QUAL É SUA RELIGIÃO, O Q VC ESTÁ DEFENDENDO ATACANDO OS ADVENTISTAS?ORA AOS ADVENTISTAS EU DIGO NINGUÉM JOGA PEDRA EM ARVORE Q NAUM DÁ FRUTOS,QUERO SABER MAIS SOBRE O ADVENTISMO LUCIANO ACREDITO Q VC SAIBA MUITO A RESPEITO!

    ResponderExcluir
  75. Na verdade nove são mandamentos e apenas um Ele diz lembra-te,curioso se tratando do quarto mandamento não é mesmo?Puxa Luciano e demais vocês estão me ajudando muito pois quero conhecer a verdade,tendo como base a palavra de DEUS!quero conhecer Jesus,me admiro vocês que se dizem cristãos estarem chacoteando o segmento e crença de outros irmãos ao invés de ficarem apontando o dedo para os adventistas por quê não me estendem as mãos? não quero sofrer por ignorância por isso é q estou aqui perguntando onde esta a verdade?abraço

    ResponderExcluir
  76. Nas TAbuas de Pedra

    DEUS ESCREVEU COM SEU PROPIO DEDO """ QUARTO MANDAMENTO """ SABADO """ SEPARADO SANTIFICADO .

    SINAL SIM PERPETUO...............

    ResponderExcluir
  77. Cade ? Onde esta ? Não achei !!! Quero saber !! Desmontem os CNPJ. Denominações corruptas que cobram dinheiro como dizimo .
    Onde Esta Escrito ...?
    Deut. 14:22 Leia... Aprenda o que é semente ,vinho ,azeite vaca e boi ... Toda nação esta roubando a Deus " TODA NAÇÃO "
    Irmãos voce é a casa do tesouro ....leia .
    Jesus te ama e eu Celso Monteiro tambem !!

    ResponderExcluir
  78. De verdade, acho que alguns não entenderam a lógica do argumento. Muito bom o texto exposto pelo luciano. Muito bom.
    Eu me pergunto como algumas pessoas gostam de argumentos circulares, que se findam nos mesmos. Se usassem um pouco da lógica entenderiam o argumento apresentado pelo irmão e ao menos refletiriam. De verdade, se as pessoas que postaram comentários aqui refutando o argumento, não passaram algum tempo meditando sobre sua cosmovisão, nem merecem crédito. O texto apresenta uma contradição, quando me mostrarem uma explicação para essa contradição, que não envolva em mais contradição, será minha vez de meditar. Até lá, espero que Deus abunde sabedoria E graça na vida de todos que leram o post.
    Em Cristo!

    ResponderExcluir
  79. Marcus, quando eu li isso no Nisto Cremos, quase caí de costas!!! (kkk) eu pensei que ele tinham deixado o telahdo de vidro.

    Sinceramente, não será possivel eles se safarem da cova 'hermenêutica' que eles mesmo produziram...

    ResponderExcluir
  80. Oi Marcus Vinícius, lógica é uma das coisas que esta faltando no pôster do Luciano.

    Pois o mesmo, tenta se valer de um outro tema bíblico para poder tentar abonar a mudança do sábado para o domingo.
    Já mostrei para ele que esse método não foi preciso.

    Veja por si só, como a bíblia desmorona esse método.
    A bíblia nos diz em Lucas 22; 15-20 que a Páscoa não mais iria se realizar até que ela tenha o seu cumprimento no reino de Deus.

    Em outras palavras esta foi à última páscoa da qual poderiam participar com pleno significado
    Os seguidores de Cristo.



    O rasgamento do templo no momento da morte
    De Cristo na cruz (ver com. Mat. 27:51), foi o sinal divino de que os
    Símbolos do sistema religioso judeu tinham perdido sua validez, pois Jesus-a
    Quem todas estas coisas assinalavam (Heb. 9: 9-11; 10: 1-11; 1 Cor. 5: 7)- havia
    dado sua vida em resgate por muitos. Jesus estava a ponto de substituir os
    símbolos do passado morto com os símbolos viventes de seu próprio corpo e de
    seu sangue derramado (Luc. 22: 19-20).



    Bem já em (1Co 11:23-29), nos diz que cristo na noite em que foi traído tomou o pão e o cálice mostrou-lhes que significaria o seu corpo e o seu sangue, e ELE MESMO DISSE que essa ceia SERIA FEITA em memória dele.

    Ou seja, INSTITUIU a mesma em memória dele.

    Bem é tão simples de compreender, não precisa de malabarismo nenhum para compreender um ASSIM DIZ O SENHOR.
    1º= A Bíblia diz que a páscoa não seria mais realizada, ate que tenha o seu cumprimento no reino de Deus. ( Lucas 22: 15-20 ).

    2º= A bíblia diz que cristo na noite em que foi traído tomou o pão e o cálice mostrou-lhes que significaria o seu corpo e o seu sangue, e ELE MESMO DISSE que essa ceia SERIA FEITA em memória dele.

    Portanto apenas esses versos põem por fim todo esse malabarismo.

    E por outro lado mostra que a exposição Adventista para este tema é fundamentalizada num ASSIM DIZ O SENHOR, e não em conclusões precavidas sem nenhum respaldo bíblico.

    Agora Marcus, você quer ver mais ilogismo da parte do Lúciano é só continuar a observar as postagens seguintes.

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querido irmão gênes parabems por sua sabedoria que deus continui te abençoando muito lhe dando muito mais sabedoria e DISCERNIMENTO DA SUA PALAVRA.

      Excluir
  81. Bem querido Luciano, a meu ver me corrija se eu estiver equivocado, você concorda com a validade do mandamento do sábado.

    Mas o mesmo segundo o seu ponto de vista, foi transferido para o 1º dia da semana ou seja, o Domingo.

    Bem como já tentou fazer um tremendo esforço para tentar justificar tal mudança, inclusive se valendo de um outro tema como a páscoa- e a ceia.
    Mas sem nenhum progresso.

    Depois lhe fiz a seguinte pergunta.

    1º= Gostaria que a sua pessoa me mostrasse de forma CLARA na Bíblia, a não validade mais do mandamento do sábado.

    2º= E também a instituição do DOMINGO como dia de repouso.

    E logo depois você cita os seguintes versos como resposta as minhas perguntas.
    1) Col 2.16
    2) Apc 1.10

    Bem gostaria que você me explicasse o seguinte.
    Se para você o mandamento do sábado não tem mais existência, como você mesmo citou colossenses 2:16 para poder abonar a sua resposta para por fim, assim ao mandamento sabático.

    Como é então que você continua a defender a mudança do sábado para o domingo, sendo que segundo você mesmo o sábado que é a base da sua mudança não tem mais existência?

    Como mudar algo que não existe?

    Bem isso esta parecendo pra mim ilogismo.

    Repito se eu estiver equivocado me corrija, mas que a mesma seje dentro da palavra de Deus.

    Em Cristo.

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  82. Genes, a sintonia !
    eu me referi ao sétimo dia, ok...?

    Vc julgou a postagem sem progresso, mas até agora vc que não respondeu nada da autocontradição nos prórpios escriotos adventistas sobre o assunto...

    BEM, ACHO QUE VC JÁ FOI DERROTADO.

    E como já disse, pode comentar a vontade, eu não faço como faz o Leandro, que exclui comentários, COMO VC JÁ PASSOU LÁ E FALOU DE MIM, MAS ELE MESMO, NÃO LIBERA OS COMENTÁRIOS ...

    Abraços

    ResponderExcluir
  83. Resolvi postar aquilo que pra mim é claro:

    Veja na sua propria biblia exodo 31: 16 pacto eterno, isso é ate hoje.
    Os mandamentos foram escritos pelo dedo de Deus, nao inspirados, como a biblia toda, e sim ELE mesmo escreveu, pra voce ver a importancia dos 10 mandamentos.
    Joao 10:14-16 eu sou o Bom pastor , eu conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas me conhecem. Jesus me conhece, te conhece,
    Muitos falam honra teu pai e tua mae, nao adoraras imagens,não mate, não minta, enfim, e o SABADO? o resto tem que obedecer?
    medite:
    TIAGO 2:10 Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos.
    OU guarde tudo, porque senão sera culpado.Nao sou eu que estou falando, é Deus, é PERPETUO.

    Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.

    1 João 2:4

    O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.

    Provérbios 28:9

    Estamos na epoca da graça, porque Jesus morreu por todos, ele era o cordeirinho que na epoca dos profetas

    onde todos que cometiam pecado, impunham as maos no animalzinho confessava os pecados e o sacerdote

    impunhava um punhal e matava o bichinho simbolizando a transferencia do pecado para o cordeirinho, hoje a lei

    cerimonial nao se usa, pq Cristo morreu por todos, mas a lei moral esta ai, é eterna.

    O sábado

    12 Disse mais o Senhor a Moisés:

    13 Falarás também aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis os meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós pelas vossas gerações; para que saibais que eu sou o Senhor, que vos santifica.
    14 Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente será morto; porque qualquer que nele fizer algum trabalho, aquela alma será exterminada do meio do seu povo.

    15 Seis dias se trabalhará, mas o sétimo dia será o sábado de descanso solene, santo ao Senhor; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente será morto.
    16 Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações como pacto perpétuo. ,

    17 Entre mim e os filhos de Israel será ele um sinal para sempre; porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, e ao sétimo dia descansou, e achou refrigério.
    18 E deu a Moisés, quando acabou de falar com ele no monte Sinai, as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.

    Note Deus não escreveria algo com seu próprio dedo se não fosse importante ne?

    ResponderExcluir
  84. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  85. Os Dez Mandamentos - Êxodo 20. 1 a 17


    1 - Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
    Não terás outros deuses diante de mim.

    2 - Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam, e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.

    3 - Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.

    4 - Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.


    5 - Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.

    6 - Não matarás.

    7 - Não adulterarás.

    8 - Não furtarás.

    9 - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

    10 - Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

    ...

    Malaquias 3:6
    Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.

    ResponderExcluir
  86. quem tiver alguma duvida sobre o sabado olhem no youtube : UMA VIAGEM AO SOBRENATURAL COM ROGER MORNEAU, sao dois dvds com aprox duas horas cada um , a partir deles todas as suas duvidas serao esclarecidas.DEUS abençoe a todos!!!

    ResponderExcluir
  87. Eu não tenho duvida alguma sobre o sábado. Não quero judaizar.

    ResponderExcluir
  88. Eu não sou de criticar ninguém mas posso lhe afirmar que o sábado é o dia do senhor ele foi escolhido pra nois guardamos não o domingo mas homem e tão contraditório a Deus que escolheu o domingo.A e sobre Ellen White posso lhe fala que foi uma grande mulher que tinha uma dom realmente maravilhoso que ela usou a favor de Deus esse dom ajudou muitas pessoas. E ainda ajuda , vcs pelo menos ja leram algum livro que Ellen White são todos bons maravilhosos com grandes conselhos e etc...Esperimente ler um!Que deus nos abençoe!!!

    ResponderExcluir
  89. Li o seu artigo, e penso que não aceitar o sábado é uma coisa, mas defender o domingo é outra bem diferente, não há nem uma indicação que o domingo se tornou um dia santo, embora o sábado não seja para os gentios, argumento que o primeiro dia é um dia para ofertar é uma violação do texto bíblico, o que paulo queria dizer era que desde o início da semana se deveria ir juntando para não fazer uma coleta aos afogadilhos, longe de ensinar que era um dia de culto.

    ResponderExcluir
  90. Querido amigo Domingo, obrigado pela visita.
    Mas o domingo não se tornou dia santo.
    As atividades cristãs concentradas e acumuladas (no período do NT) no primeiro dia da semana, fez com que os cristãos dedicassem, pela inspiração divina (Ap 1.10), esse dia ao Senhor, para o uso Dele e para Ele.
    O sábado passou (Cl 2.16).
    Abraços

    ResponderExcluir
  91. Dizer que a guarda do sábado não é obrigatória e ponto de salvação é até aceitável,mas dizer que ouve uma troca por causa da páscoa é de me fazer rir,infelizmente todos esses apologistas estão estudando a palavra de forma equivocada ou seja:eles acreditam da forma que o coração deles querem,sendo assim estudar para que?já que se tem uma opinião formada e que nada que seja novo revelado surgira efeito?

    ResponderExcluir
  92. Amigo Luciano. Me responda uma curiosidade minha.
    Em Ap. 11:19, João vê o Santuário aberto, no céu. No Santuário está a Arca da Aliança.
    Sabemos que o que era guardado na Arca Terreste: O bordão de Arão, o maná e as duas Pedras da Lei. Me diga:
    O que está gravado no 4º mandamento da primeira Pedra da Arca do Céu: Domingo ou Sábado?

    Um abraço e que a Graça de Deus esteja com todos.

    ResponderExcluir
  93. A própria igreja Católica admite que mudou o dia de guarda do Sábado para o Domingo...uma é a Lei de Deus, outra a do homem.

    ResponderExcluir
  94. Caros Amigos Adventistas, Calvinisas e os demais que compartilham aqui os seus comentários. Não tenho nenhuma formação Teológica, mas gostaria também de deixar algumas simples palavras; mas que julgo ser muito importantes com respeito a esse assunto. Apesar de ter sido Batizado na Igreja Adventista, não estou aqui para defender Denominação, mas a Verdade Sólida Bíblica. Agora, uma coisa que temos que ter consciência, é que todos nós Fomos e Somos VÍTIMAS de Traduções Bíblicas equivocadas, e muitas delas TENDENCIOSAS. Então a melhor forma de descobrimos a Verdade, é ir em busca de uma tradução que mais se aproxima dos Originais (ou procurar os Escritos Gregos, Hebraicos, Latim). Por ex.:Atos 20:7, o termo original que foi traduzido nas versões J.Ferreira Almeida é MIAN TVN SHABATTWN, que se traduz como:NO SÁBADO Á TARDE, REUNIMO-NOS PARA A REFEIÇÃO EM COMUM... Tradução:Interconfessional do Hebraico, Aramaico e Grego, para o Português corrente, de 1978 e l998. Edição aprovada pela Comissão Episcopal da Fé, Bispo do Porto (23 Maio 1978), indicado para CATÓLICOS da lígua Portuguesa. A tradução ao pé da letra do Grego p/ o Português, ficaria assim:E NUM DIA DE SÁBADO, ESTANDO NÓS REUNIDOS COM O FIM DE PARTIR O PÃO...(e assim por diante). Mais uma prova:Na nova Vulgata Latina tbém traduz corretamente esse texto - In Una Autem SABBATORUM, cum convenissemus ad frangendum panem, PAULUS disputabat eis, profecturus in crastinum, protraxitque SERMONEM usque in mediam noctem. OBS: Palavras Latinas UNA=UM e SABBATORUM=SÁBADO. Irmãos, eu possúo uma TORAH com o Novo Testamento, e a tradução de muitos textos não tem nada e ver com as Versões de João F.Almeida. Bem, depois comentarei mais um pouco sobre os demais textos do Artigo. Um Abraço a todos e que Deus nos ilumine cada vez mais. Joel M. Santos.

    ResponderExcluir
  95. Joel, seria mesmo um tradução do grego?

    ResponderExcluir
  96. Diego, não seja como a maioria dos adventistas. Pelo menos leia a postagem inteira. Eu respondi essa objeção NA postagem, tu não vistes???

    "‘A igreja católica diz que colocou o domingo no lugar do sábado!’


    Esse é outro argumento camuflado. Um subterfúgio enganador. O adventismo cita a pretensão da seita Romana sobre o Domingo. A estupidez adventista é tão flagrante que se fossemos levar a sério as afirmações católicas a respeito de algumas crenças teríamos que acreditar nos papistas quando dizem que:
    A igreja católica afirma ter estabelecido o cânon, será que ao adventismo aceita isso?
    Os adventistas nesse ponto são como os filhos heréticos que produziram. As Testemunhas de Jeová, que sempre ficam dizendo: ‘Foi a igreja católica que inventou a trindade no concilio de Nicéia’!
    Temos que ter muita paciência com esses fracos argumentos.."

    ResponderExcluir
  97. Collinas, está o quarto mandamento. Assim como a maná e a vara de Arão. Qual é o problema?

    Outra coisa está a razão de Deuteronômio ou de Êxodo?

    Veja o que eu coloquei na postagem:

    "Razão do sábado em Êxodo 20. 11: Deus criou o mundo em seis dias e descansou no sétimo, POR ISSO Deus abençoou o sétimo dia, POR CAUSA DISSO os servos de Deus deveriam guardar o sétimo dia.
    Razão do sábado em Deuteronômio 5. 15: Deus libertou os Israelitas da escravidão no Egito, POR ISSO abençoou o sétimo dia, POR CAUSA DISSO os servos de Deus deveriam guardar o sétimo dia.


    QUEM MUDOU A RAZÃO SABÁTICA?"

    ResponderExcluir
  98. -Sr.Luciano, a paz do Eterno. Olha, respondendo seu questionamento, eu digo o seguinte: Eu apresentei aqui provas, fornecendo fontes Confiáveis; inclusive uma Tradução "Recomendada" para a leitura de Católicos. Você me perguntou:SERIA MESMO UMA TRADUÇÃO DO GREGO? pois é, eu apresentei não só textos do Grego, como também em LATIM. Agora, cabe ao irmão Investigar. É como eu disse meu amigo, eu possúo uma TORAH, uma tradução das mais próximas dos Originais; e muitos textos são traduzidos de forma totalmente diferente da João F.Almeida. Por Ex.:Se você ler uma Tradução de David Stern (Dos escritos Hebraicos), vai perceber, que discutimos por algo, que nem chegou ao nosso conhecimento de forma CORRETA. Textos como:O VERBO de João Cap. "1" (Sabedoria de Deus, Palavra, Seu Poder Criativo), em que muitos interpretam de forma equivocada; porque aceitam segundo às informações de obtiveram. Outra coisa, na TORAH que eu tenho, não existe as palavras de Mat. 28:19 (Pai, filho, e Esp.Santo) e nem a POMBA de Mat.3:16. (Batismo de Jesus). Nestes pontos, os Adventistas também ERRAM. Bom, eu acabei entrando em outro assunto. Mas...voltando ao assunto, vou usar uma frase do Grande Sábio e Lider do Judaísmo Messiânico: "O SÁBADO FOI UMA ALIANÇA DE DEUS COM SEU POVO, ISRAEL; MAS QUE TAMBÉM É ACESSÍVEL AOS GENTIOS, E O ETERNO SE AGRADA". E eu concordo com esse irmão. Por outro lado, penso, que esse mesmo Deus não se agrada de algo imposto por meio de Decreto humado (Domingo, Trindade e outros). Se fosse isso Legítimo, não haveria necessidade de se Impôr através de perseguições, Inquisições sobre àqueles que viviam a Liberdade em Cristo Jesus. E tbém não seria necessário o acréscimo de Texto, como I JOÃO 5:7-8, Mat. 28:19; e as várias decisões tomadas em CONCÍLIOS ROMANOS de 321, 325, 364, 381 e muitos outros; contrariando as Escrituras Sagradas.
    Que o Eterno dê Sabedoria. Fiquem na paz.
    Joel M. Santos.

    ResponderExcluir
  99. voltando...eu havia havia preparado um Comentário, mas se perdeu na hora de "Publicar". Mas pra ser bém direto sobre Apocalípse 1:10, que diz:ACHEI-ME EM ESPÍRITO NO DIA DO SENHOR, quero dize o seguinte: Aqui ambos na Ânsia de defender sua opinião, erram "FEIO"; Tando os que defendem o SÁBADO, quanto os que defendem o DOMINGO. Na Verdade, se buscarmos no Apocalípse e em outros Livros da Bíblia, chegaremos a conclusão que esse: "DIA DO SENHOR", será o dia do JUÍZO de Deus sobre a Raça Humana. João se encontrava em espírito, nesse "DIA", EVENTO FUTURO, e não dia Semanal. A ele foi revelado muitas maravilhas, inclusive o Dia do JUÍZO de DEUS sobre a Terra, ou seja, o Dia do SENHOR. O Apóst.Pedro escreveu:"O Dia do Senhor" virá como labrão...", II Pedro 3:10. Amigos, a Verdade está no Contexto, e não em um só Versículo, OK? Abraços, e que Deus nos Ilumine. Joel M. Santos.

    ResponderExcluir
  100. Amigo Luciano.
    Tudo bem, você não respondeu se É sábado ou domingo. Que É o quarto todos sabemos. Não quis te colocar em um dilema.
    Você diz que como Jesus faz o ritual da ceia em substituição à páscoa judaica, Ele fez “ algo” que fez os apóstolos mudarem de Sábado para o domingo. Bem, você tem que dizer o que é este “algo” que Cristo fez. Usar uma mudança para justificar outra é bastante complicado. Se Cristo realmente quisesse mudar, Ele teve tantas oportunidades para fazê-lo e não fez, pelo contrário Ele falou explicitamente não que não viria revogar a Lei e nenhum til da Lei cairia.
    Quem era o cordeiro pascal? Jesus, Nosso Senhor. Quando Jesus instituiu a páscoa você vê algum relato de cordeiro sendo assado, claro que não, pois o cordeiro ali era o Senhor. Em Numeros 9:12 , nós vemos a regulamentação da páscoa:
    Dela nada deixarão até à manhã, e dela não quebrarão osso algum; segundo todo o estatuto da páscoa a celebrarão.
    Agora compare com João 19:32-33
    Foram, pois, os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que como ele fora crucificado;
    Mas, vindo a Jesus, e vendo-o já morto, não lhe quebraram as pernas.
    Agora me diga, foi sem propósito que Jesus morreu na páscoa? Era para mostrar que o ritual da páscoa judaica não tinha mais sentido. Assim como a páscoa judaica era libertação da escravidão egípcia, a morte de Jesus era libertação da escravidão do pecado.
    Vemos que quando Cristo quis mudar um antigo cerimonial judaico, Ele o fez bem claramente, através de um ritual relatado nos evangelhos, isto porque Deus não é um Deus de entrelinhas, mas um Deus bem claro. Portanto se quisesse mudar o Seu dia de adoração, Ele faria isto com certeza. Então, todos aqueles rituais cerimoniais que tinham referência a Jesus não tinham mais sentido de continuar.
    Quanto à diferença de texto entre Êxodo e Deuteronômio, você usa a diferença de texto para justificar uma possível mudança de dia, porem mesmo com mudança de texto, o dia continuou o mesmo.
    As palavras em Êxodo foram ditas logo após a saída do Egito, portanto a escravidão estava bem clara na mente dos israelitas, logo ao proclamar a Lei, Deus fala para Moisés que o Sábado era memorial da criação, isto porque os milagres no Egito que Deus havia feito estavam bem claros na mente deles. Este memorial não é para beneficiar a Deus, mas ao homem, pois era para que os homens se lembrassem de que há um criador, por isso o Sábado foi feito para o homem e não o homem foi feito para o Sábado. Os israelitas passam 40 anos no deserto em função de sua desobediência ao Senhor, de não confiar no Senhor quando Calebe espia Canaã, como sabemos. A partir daí toda uma geração seria impedida de entrar em Canaã.
    CONTINUA

    ResponderExcluir
  101. CONTINUAÇÃO

    Já no final da jornada, Moisés recebe a informação do Senhor que não passaria o Rio Jordão, então começa a advertir o povo de antes da entrada em Canaã. Adverte que o povo não deveria em nenhuma hipótese se afastar de Deus, porem assim tanto em Êxodo como em Deuteronômio a motivação do sábado é a mesma.
    Mas por que a diferença. Percebemos que no cap 4 de Deuteronômio que Moisés faz uma advertência seríssima ao povo para que não esquecesse de Deus das mais diferentes formas inclusive adorando deuses de pau e pedra. Moisés lembra ao povo (lembrem-se, muitos ali já tinham uma vaga lembrança do que foi o Egito para eles) que o Deus que fez todas as coisas é o Deus que os tirou do Egito, não há contradição e nem mudança de motivo porque teriam que guardar o Sábado. Hoje se guardamos o sábado é porque Deus criou o mundo, é porque Deus nos livra de algum mal, é porque Deus nos abençoa, é porque Deus nos ama, é porque Deus nos livra da tentação, é porque Deus nos dá a oportunidade de poder falar de seu amor, é porque Deus nos dá o ar para respirar, a água para beber, etc. Afinal, guardamos o sábado por que temos que reverenciar a Deus por tudo que Ele nos faz, pois tudo isso está dentro de um mundo que Ele criou.
    Naquele momento, Moisés alerta ao povo que a celebração do sábado seria devido a libertação do Egito, porem em nenhum momento isso é contradição com semana da criação, pois a libertação está dentro de um mundo criado, a alegria está dentro de um mundo criado, o mar está dentro de um mundo criado, a abertura do mar está dentro de um mundo criado. Talvez as pessoas não têm a dimensão do que é “ porque nele descansou de toda a sua obra que , como Criador fizera”, isto é, a obra de criação terminou naquela semana, mas a obra de Deus começou mas nunca parou,
    “E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também”.
    Naquele momento, foi necessário Moisés ressaltar este ponto em função do esquecimento do povo israelita quanto à libertação do cativeiro egípcio, portanto ele queria ressaltar “ o Deus que criou todas as coisas é o mesmo Deus que nos tirou do Egito, é o mesmo Deus que nos defenderá dos nossos inimigos, etc.
    Aproveitando este texto: Jesus tinha autoridade para mudar alguma determinação que havia sido dada anteriormente? Claro: Veja o que Deus falou a Moisés em sua primeira conversa com Moisés:
    E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós. Êxodo 3:14
    E o que Jesus disse:
    Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados. João 8:24
    Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem EU SOU, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou. João 8:28
    Amigo, ninguém neste mundo tem autoridade para falar ”EU SOU“ sem adjetivos, só JESUS. Portanto, Ele tem autoridade para mudar aquilo que bem entendesse assim como fez com os rituais cerimoniais que faziam sombra do futuro, porém Ele nunca mudaria a sua Lei Moral, pois Ele daria margem para acharmos que Sua moral também é mutável.
    Satanás sabia que se conseguisse mudar qualquer til da Lei de Deus, faria com que nos afastássemos de Deus e isto aconteceu no mundo de hoje, pois sabemos que no mundo de hoje, exceto os sabatistas, ninguém guarda nada, nem o domingo. Não estou dizendo que só sabatistas serão salvos, nada disso, quem nos salva é a Graça de Deus, representada em JESUS no seu sacrifício, porém o sábado é uma verdade que ninguém poderá mudar.

    ResponderExcluir
  102. Graça e Paz !

    A questão do Luciano já, entendi o seu ponto de raciocinio, em guestão da palavra Domingo,não existe na Biblia, e isso, ele tem toda razão, vejo que a palavra Domingo faz o seu coração endurecer, e não consegue abrir mão do sabado, por isso, talvez penso eu, que os amados colocassem esse dia da semana para o "primeiro dia da semana" ele assim, possa abrir mais o seu coração e sem precisar de abrir mão do seu sábado.

    A questão do sábado tem deixado muitos cristãos evangélicos num verdadeiro estado de confusão. Especialmente os novos na fé, que não sabem discernir entre uma e outra dispensação, ou entre uma e outra aliança bíblica, se tornam presa fácil dos falsos mestres legalistas que se apresentam carregados de argumentos aparentemente irrefutáveis.
    Se a Palavra de Deus nos ensina que os dez mandamentos, como os encontramos no livro de Êxodo, são obrigatórios para o cristão, então temos de admitir que o sábado igualmente o é. Mas a Bíblia não nos ensina assim. Nela lemos que Cristo é mediador de uma melhor aliança, que está firmada em melhores promessas. Porque, se aquela primeira aliança fosse irrepreensível, não haveria lugar para uma segunda. Mas Deus, ao repreender os israelitas por intermédio do profeta Jeremias, afirma:
    "Virão dias, diz o Senhor, em que com a casa de Israel e com a casa de Judá estabelecerei uma nova aliança. Ela não será segundo a aliança que fiz com seus pais no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito, porque não permaneceram naquela minha aliança, e eu para eles não atentei, diz o Senhor. Esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor. Porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei. Eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. E não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece ao Senhor, porque todos me conhecerão, desde o menor deles até o maior. Pois serei misericordioso para com suas iniqiiidades, e de seus pecados e de suas iniquidades não me lembrarei mais" (Hb 8.8-13).


    Nesses versículos nos ensina que Jesus veio pra nos conceder um "ministério tanto mais excelente", "superior aliança" e "firmada em melhores promessas".
    As Escrituras falam de duas distintas alianças, e afirma que a segunda destas alianças, em relação à primeira, é não apenas diferente, mas incomparavelmente superior e eterna.

    Graça e Paz

    ResponderExcluir
  103. Irmão FOGO PARA AVIVAMENTO (Timóteo...?).

    Saudações em Cristo.

    A posição do irmão é dispensacionalista. Creio que esse sistema doutrinal é errado, fraco e deturpa a unidade da revelação (entre o VT e o NT).

    http://www.olharreformado.com/2010/10/dispensacionalismo-esse-meu.html

    http://introduoteologica.blogspot.com.br/2011/04/dispensacionalismo.html

    Visto que o irmão disse que tenho o 'coração endurecido' por causa do dia do Senhor, eu gostaria de saber como a celebração do dia (Ap 1.10) endurece o coração de um regenerado??

    ResponderExcluir
  104. Graça e Paz a Todos
    Sim, Timóteo.
    Bem querido irmão Luciano
    Não tive o pretesto de trazer algo que ofendar, até mesmo pra mim, isso, é perca de tempo
    Eu não sou uma pessoa que sigo uma linha de qualquer sistema doutrinario, até mesmo por elas mesmo se contradize-las, eu a respeito e muito é bem diferente
    agora você deve falar "dispensacionalista,sistema doutrinal errado, fraca e que deturpa a unidade da revelação (entre o VT e o NT)." para o nosso amado escritor do livro de Hebreus que possivelmente escrito pelo o apóstolo Paulo, ou talvez outros dos discipulos eu não tenho nada a ver com isso, simplesmente usei o que está escrito, não usei formula elaborantes, eu não disse que o dia do Senhor endureceu o seu coração, mais, a palavra Domingo, como eu já frisei antes, não existe na escritura, mais o seu comentário mostra que vc tem um coraçao duro pra ouvir, quando a pessoa quer ser sabido e não sabia ela fica assim,dessa maneira, vc já deve ter ouvido a história "O sábio e o sabido"
    mais quando eu prego, escrevo ou falo sobre algo Divino,não falo de mim mesmo, nem da Wikipédia, a enciclopédia livre, vejo que muitos comentário aqui estão usando esse veiculo pra se justificarem, Uso a Velha e simples escrituras, pois ela diz que:
    "Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.
    2 Coríntios 13:8"

    A Todos Graça e Paz

    ResponderExcluir
  105. Irmão, tb não é minha (ou nossa) produzir mais desacordos, já existem vários,entre "os cristãos verdadeiros".
    Me desculpe se deixei essa impressão.

    abraços

    ResponderExcluir
  106. E eles, saindo de Perge, chegaram a Antioquia, da Pisídia, e, entrando na sinagoga, num dia de sábado, assentaram-se; (Atos 13:14)

    E, saídos os judeus da sinagoga, os gentios rogaram que no sábado seguinte lhes fossem ditas as mesmas coisas. (Atos 13:42 )

    Nestes versículos é demonstrada reuniões no sábado nas sinagogas.

    E, voltando elas, prepararam especiarias e ungüentos; e no sábado repousaram, conforme o mandamento. (Lucas 23:56)

    O versículo acima, serve para mostrar que o sábado é que era o dia de guarda.

    Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados. (João 19:31 )

    para tirar dúvidas sobre o dia da preparação:

    "E, chegada a tarde, porquanto era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado," (Marcos 15:42)

    Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa? (Mateus 12:5 )

    O verso acima demonstra que os trabalhos sacerdotais eram realizados no sábado.

    "E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram." (Atos 16:13 )

    O verso acima demonstra que a reunião que Jesus fazia para pregar continuava sendo realizada no sábado pelos apóstolos.

    "Por não terem conhecido a este, os que habitavam em Jerusalém, e os seus príncipes, condenaram-no, cumprindo assim as vozes dos profetas que se lêem todos os sábados." (Atos 13:27 )

    Acima mais uma demonstração que o hábito da leitura no sábado permaneceu.

    "E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;" (Mateus 24:20)

    Acima uma demonstração de preocupação quanto ao sábado.

    Por fim:

    "Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse." (Isaías 58 13-14)

    E um recado aos dominguistas:

    "E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição.” (Marcos 7:9)

    Atenciosamente,

    (Sr. Adventista)

    ResponderExcluir
  107. Vejo aqui um debate desnecessario e inutil, sabemos que todos nós teremos recompensa no final de tudo (Ecles. 12:14).Se vc crêr que o sábado é o dia de guarda guarde, agora se crer que e o domingo então guarde, cada igreja prega aquilo que crêr, o que é feio é ficarem se degladiando como se sabado ou domingo fosse salvar alguem. O evangelho do reino citado em Mat. 24:14 é o arrependimento e a conversão....as demais coisas são frutos do Amor a Cristo.

    Deus abençoe a todos

    Francisco Lima

    ResponderExcluir
  108. Amigo Francisco. Nem todos os caminhos levam ao Senhor. Você citou Eclesiastes, também citarei: De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem Eclesiastes 12:13
    e ainda Provérbios:
    O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio. Provérbios 12:15

    Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte. Provérbios 14:12
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito boa a resposta irmão colinas. defender toda verdade essa é a nossa missão. que deus nos confiou. claro, eu posso guarda qualquer dia que eu queira, fazendo a minha vontade. não a de deus. TODOS nos sabemos desde o incio da criação. que deus separou esse dia pra ele, e para seus filhos em todas as futuras gerações.Gênesis:2;2-3.realmente é um debate inútil fora dos planos de deus, a sua palavra permanece para sempre deus não muda.MALAQUIAS 3- 6 Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos. portanto se ouve essa mudança ela não veio de deus.

      Excluir
  109. Marcos, vamos falar das postagens (essa ou as demais que vc comentou)...

    Qual vc prefere?

    E leia a a postagem antes.

    ResponderExcluir
  110. qualquer uma, contanto que vc se use apenas da palavra de D-s,estou aqui para discutirmos ideias,vc parece um cara inteligente,peço que não distoe seus comentaríos com palavras arrogantes como as do tal do heuringfelix...
    que nossa discussão nos leve para mais perto de cristo e do entendimento de sua Palavra.
    Graça e Paz

    ResponderExcluir
  111. Ok Marcos, embora acredito que vc tb estrapolou em sua critica dirigida a mim, pois caiu no mesmo caso que criticou... mas deixemos isso de lado.

    Passo a seguinte proposta, escolha uma delas para darmos seguimento ao debate:
    1. Ellen White, seria mesmo ela "uma profetisa"? ou um mito?
    2: 1844 e doutrina do Juízo Investigativo: verdade bíblica?
    3. Sábado é para os cristàos?

    Escolha e se quiser indicar outro assunto pode me indicar. Só tenha paciencia e vamos nos deter ao assunto em questao...
    abraços e Deus nos fortaleça na Verdade.

    ResponderExcluir
  112. Se te ofendi, me desculpe como você mesmo diz os sentimentos não podem abafar a verdade, por mim tanto faz o tópico, mas como você me mandou escolher vai começar pelo 3, quero dizer que se suas idéias e explanações forem baseadas na Bíblia e se apresente como verdade lógica, eu me convencerei a elas, porém se as minhas idéias e explanações forem baseadas na Bíblia e lógicas você se converte a minhas idéias? E ai?
    Graça e Paz.

    ResponderExcluir
  113. A postagem em tela é o meu argumento ( e o link indicado na mesma).

    Pode trabalhar em torno deles, mas se posssvel, analise por partes.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  114. Só tinha uma diferença; Jesus ordenou que se fizesse a Santa Ceia até que Ele venha, mas não ordenou que se guardasse o domingo. É preciso se submeter a Deus, e não aos homens.

    ResponderExcluir
  115. páscoa Selo de de D-s ? onde posso encontrar isso na Bíblia?
    pq vc sabe muito bem que eu posso te dizer na Bíblia onde o Sábado é demonstrado como Selo (sinal) de D-s.
    Graça e Paz

    ResponderExcluir
  116. Caros, graca e paz.

    Em nenhum momento, o texto de Atos 20.7 nos da direitos de compreendemos a mudanca dos cultos do sabado para o domingo. O proprio texto deixa claro que o povo se reuniu no domingo pois Paulo viajaria na segunda. O sabado foi instituido pelo proprio Senhor antes mesmo de nos dar os mandamentos. E na nova terra o sabado sera observado (Isa. 66.22-23).

    Ulisses Souza - Pastor Batista, que celbra cultos nos domigos, mas guarda o sabado como o unico dia do Senhor!

    ResponderExcluir
  117. Querido irmão. Me apresente então, na liturgia do NT, o direito de cultuar no sábado?

    Na nova terra a lua nova também será observada? vc leu todo o texto?

    abraços

    ResponderExcluir
  118. “Este dia vos será por memorial, e o celebrareis como solenidade ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.”

    Memorial de que mesmo? Da criação? Obviamente não!
    Da páscoa? Sim, claro!

    Como comemoramos a páscoa? Guardado o sábado?
    Como comemoramos a criação de Deus? Guardando a páscoa?

    (os objetivos foram invertidos)

    Se ambos os estatutos eram perpétuos então não podem ser mudados. A páscoa deve ser observada na forma como Deus ordenou e o sábado na forma como Deus ordenou. Como então o homem deliberadamente muda os valores, passando os valores do sábado para a páscoa? E como o homem pode deliberadamente, transformar esta páscoa em semanal?

    Portanto a páscoa semanal, com caráter de sábado é invenção humana. Continua sendo um primeiro dia da semana comum ao qual o homem atribuiu os valores de páscoa e dia de guarda. Juntaram dois dias e fizeram um outro, sem a autorização de Deus.


    “1) Os adventistas dizem que o sábado é sinal, o selo de Deus. A páscoa também era.”

    Onde na bíblia está escrito que a páscoa representa um sinal? Portanto uma afirmação sem bases bíblicas.

    “2) Os adventistas dizem que a guarda do sábado é uma lei eterna. A páscoa também era.”

    O sábado é um mandamento, a páscoa não; O sábado foi criado no início do mundo, a páscoa não; O sábado existiu independente do pecado, a páscoa não; O sábado representa uma das leis morais, a páscoa não; O sábado foi abençoado e santificado, a páscoa não;

    Ao ser criado no gênesis, o sábado foi planejado para todo o sempre. Em um mundo sem pecado, onde Deus não planejara a morte de Jesus.

    “Nos Evangelhos percebemos que os Evangelistas diziam ESPECIFICAMENTE que o Senhor ressurgiu dos mortos no ‘ primeiro dia da semana’!”

    E descansou no sábado!

    Deus também fez surgir a obra criação no primeiro dia da semana que se seguiu nos demais. E descansou no sábado!

    “E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.”

    “E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro.”

    “E no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado, e algumas outras com elas.”

    Porque haviam descansado no sábado.

    (continua...)

    ResponderExcluir
  119. “E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo.”

    Porque não poderiam comprar no sábado.

    “E, voltando elas, prepararam especiarias e ungüentos; e no sábado repousaram, conforme o mandamento.”

    Porque prepararam tais coisas antes, para guardar o sábado.

    “Entendo que o motivo era que em torno de 90 A.D., data provável da escrito do seu evangelho, o primeiro dia da semana já estava firmado na liturgia cristã.”

    Não há base bíblica para tal afirmação.

    “E no primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite.”

    Ao pôr do sol do sábado para o primeiro dia, Paulo comeu com os discípulos até a meia noite (já no primeiro dia) e partiu (foi-se embora) ainda no primeiro dia. Paulo guardou o sábado e viajou no primeiro dia.

    “No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.”

    Não mandou que iniciassem a coleta violando um sábado, mas que iniciassem o trabalho no primeiro dia da semana.

    O termo “Dia do senhor” em apocalipse é utilizado para o próprio dia do apocalipse.

    “O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor;” (Atos 2:20)

    Se fosse referência ao primeiro dia da semana deveríamos fugir deste dia:

    “Ai daqueles que desejam o dia do SENHOR! Para que quereis vós este dia do SENHOR? Será de trevas e não de luz.” (Amós 5:18)

    Sofonias 1:7; Isaías 13:6; 1 Coríntios 5:5; 1 Tessalonicenses 5:2; Apocalipse 1:10; 2 Pedro 3:10; Ezequiel 30:3; Joel 1:15; Joel 2:1; Joel 2:31; Amós 5:20; Zacarias 14:1; Malaquias 4:5; Ezequiel 13:5; Joel 3:14; 2 Coríntios 1:14; Obadias 1:15; Isaías 13:9; 2 Tessalonicenses 2:2; Joel 2:11; Jeremias 46:10; Isaías 2:12;

    Portanto não se refere ao domingo.

    O único versículo que trata do termo “dia do senhor” sem fazer referência ao apocalipse é:

    “Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse.” (Isaías 58:13-14)

    (continua...)

    ResponderExcluir
  120. “Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta,”

    Não é propriamente sábado nem domingo, mas um dia único e específico que não se repete, o da volta de Jesus.

    O domingo provém do latim “dies Dominicus” , este termo passou a ser utilizado para designar o primeiro dia da semana “Sunday” (traduz-se dia do sol) dedicado ao astro sol à partir do concílio de Niceia (ano 325) sob autoridade do Imperador pagão Constantino que passou ao cristianismo.


    “conforme vemos em Apocalipse 1.10. [...] O que significa o termo “ kyriakê hêmera”? A frase significa “o dia do Senhor” e ocorre uma só vez que é aqui em Apocalipse. Essa expressão foi criada por João, e a nossa pergunta é: Por quê? Acredito que existam duas razões principais para isso:”


    “1) Para indicar algo inédito na história da humanidade: A ressurreição de Cristo.”

    Este algo inédito é a volta de Jesus Cristo. Nem sábados nem primeiros dias são inéditos.

    “2) Para deixar bem claro que se referia ao dia da ressurreição de Cristo, ou seja, ao domingo, e não a segunda vinda de Cristo.”

    Refere-se à volta de Cristo. Tempo onde o apóstolo se encontrou em sua visão.

    Conclusão do artigo analizado:

    “O TESTEMUNHO BÍBLICO (e histórico) favorece claramente e com força, a adoração Dominical. O adventismo está derrotado, sem dúvida alguma.”

    Contraposição:

    “A Igreja mudou a observância do sábado para o domingo pelo direito divino e a autoridade infalível concedida a ela pelo seu fundador, Jesus Cristo. O protestante, propondo a Bíblia como seu único guia de fé, não tem razão para observar o domingo. Nessa questão, os Adventistas do Sétimo Dia são os únicos protestantes coerentes.”

    (Boletim Católico Universal, pág. 4, de 14 de agosto de 1942


    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  121. Uma correção:

    "O domingo provém do latim “dies Dominicus” , este termo passou a ser utilizado para designar o primeiro dia da semana, “Sunday” (traduz-se dia do sol) dedicado ao astro sol, à partir do concílio de Niceia (ano 325) sob autoridade do Imperador pagão Constantino que passou ao cristianismo."

    (coloquei as vírgulas no devido lugar para não dar a entender que tal dia foi dedicado ao sol no concílio de Nicéia, porque tal dia, foi, desde muito antes dedicado ao sol e introduzido no cristianismo à partir do concílio de Nicéia).

    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  122. Cara, voce critica tantos os católicis e tem a mesma base teórica deles. Por se tratar de um protestante, truxe essa doutrina consigo. Voce ja deve ter visto isto, mas como parece que é cego, vou repetir: Foi o imperador Constatino, no dia & de março do ano 321 d.C. ( concólio de calcedônia). Constantino era adorador do sol ( por isso domingo me ingles é SunDay, Dia do Sol. Converteu-se superficilmente, trazendo pára a igreja cristã essas e outras doutrinas pagãs( pois adoração á astros é considerado pagão na biblia Deut. 4:19;17:2,3.``O mandamento da Igreja Romana determina e especifíca a Lei do SEnhor: Aos domingos e nos outros dias de festa de preceito, os fieis tem a obrigação de participar da missa``. - Catecismo da Igreja Católica; edição revisada de acordo com o texto oficial em latim, p 570. Ela mudou a Lei de Deus e, simplesmente se achou no direito de trocar o sábado pelo domingo ibdem, pag 545, pois era mais conveniente pra todos. A partir dái essa doutrina de infiltrou no cristianismo e pessoas como voce aceitaram. Bem, como eu prefiro obedecer a Deus do que aos homens... prefiro o que está na bíblia nas centenas de textos que podem ser provados. Quanto a voce? Sim, continue seguindo o catecismo.

    ResponderExcluir
  123. Ops, foi no dia 7 de março 321 d.c e a igreja adotou oficialmente em 364 d.c. ``Antes importa obedecer a Deus do que aos homens. Atos 5:29.
    Ah, uma coisa achei interessante no seu comentário distorcido. voce não usei nenhuma texto biblico pra dizer que o domingo é dia de guarda, só citações filosóficas e históricas, me poupe ¬¬`. Sua preocupação foi provar que todas as citações sobre o sábado que aparece na biblia estão equivocadas e o único verso correto é o de apc. 1 10. ( que se refere dia do senhor como no exodo 20 e outras dezenas de textos). Querido, desse modo voce não vai cnvencer é ninguem...vai estudar e pára de ignorar a Lei de Deus como fez a igreja romana como diz Daniel 7:25, ah esqueci que voce ignora o antigo testamento...mesmo assim fica a dica.

    ResponderExcluir
  124. Lorrana, com quem vc está falando?

    Com o autor das postagens? ou com quem?

    Entre tantas coisas que disse, o que quer dizer com: "só citações filosóficas e históricas, me poupe ¬¬`. Sua preocupação foi provar que todas as citações sobre o sábado que aparece na biblia estão equivocadas e o único verso correto é o de apc. 1 10."???

    ResponderExcluir
  125. Luciano...foi pra um desinformado aí em cima (era pra ter citado o nome dele, mas esqueci) tomara que ele veja...mas serve pra voce tambem, que critica o catolicismo e segue a lei do catecismo ao invés da de Deus...

    ResponderExcluir
  126. cara ,espero que um dia da sua vida vc leia isso,vai estudar história só isso,deixe a ignorância de perder tempo criticando crenças e se preocupe em pregar o evangelho.....na boa....procure o que fazer....sério....cristãos como vc me dão anciãs e náuseas

    ResponderExcluir
  127. Glivi:

    Subscrevo: "cara ,espero que um dia da sua vida vc leia isso,vai estudar história só isso,deixe a ignorância de perder tempo criticando crenças e se preocupe em pregar o evangelho.....na boa....procure o que fazer....sério....cristãos como vc me dão anciãs e náuseas"

    Tudo isso pode se aplicar tb a vc e aos adventistas.

    ResponderExcluir
  128. Sobre a origem do domingo:

    O domingo é uma instituição católica. Então os próprios católicos respondem sobre a origem da guarda do domingo.

    “A Igreja mudou a observância do sábado para o domingo pelo direito divino e a autoridade infalível concedida a ela pelo seu fundador, Jesus Cristo. O protestante, propondo a Bíblia como seu único guia de fé, não tem razão para observar o domingo. Nessa questão, os Adventistas do Sétimo Dia são os únicos protestantes coerentes.”

    Boletim Católico Universal, pág. 4, de 14 de agosto de 1942.

    “O domingo é uma instituição e suas reivindicações de observância podem ser definidas unicamente em princípios católicos… Desde o princípio até o fim das Escrituras não há uma só passagem que autorize a mudança do dia de adoração pública semanal do último dia da semana ao primeiro.”

    The Catholic Press, Sidney, Austrália, agosto de 1899.

    “O protestantismo, ao descartar a autoridade da igreja (católica e romana), não tem boas razões para sua teoria referente ao domingo e deve, naturalmente, guardar o Sábado dia de descanso.”

    John Gilmary Shea, American Catholic Quarterly Review, janeiro, 1883.

    “Fazemos bem em recordar aos presbiterianos, batistas, metodistas e todos os demais cristãos que a Bíblia não os aprova em nenhum lugar em sua observância do domingo. O domingo é uma instituição da Igreja Católica Romana, e aqueles que observam este dia observam um mandamento da Igreja Católica.”

    Priest Brady, em um discurso relatado no Elizabeth, N. J. “News”, 18 de marco de 1903.

    “Pergunta: ‘Tendes alguma outra maneira de provar que a Igreja (Católica) tem o poder de instituir dias festivos por preceito?’”

    “Resposta: ‘Se ela não tivesse semelhante poder, não poderia ter feito tudo quanto os religiosos modernos estão de acordo. Não teria substituído a observância do sábado do sétimo dia, pela observância do domingo, o primeiro dia da semana, uma mudança para a qual não existe autoridade nas Escrituras.

    5tephan Keerran, em “A Doctrinal Catechism”, 176.

    “A razão e o senso comum exigem a aceitação de uma outra destas alternativas: o protestantismo e a observância e santificação do sábado, ou o catolicismo e a observância e santificação do domingo. Um compromisso ou acordo é impossível.”

    The Catholic Mirror, l3 de dezembro de 1893.

    “Deus simplesmente concedeu à Sua Igreja (Católica) poder para dispor qualquer dia ou dias que achar apropriado(s) como dia(s) sagrado(s). A Igreja escolheu o domingo, primeiro dia da semana e, no decurso dos anos, adicionou outros como dias sagrados.”

    Vicent J. Kelly “Forbidden Sunday and Feast-Day Occupations”, pag.2

    “Nós observamos o domingo no lugar do sábado porque a Igreja Católica transferiu solenidade do sábado para o domingo.”

    Peter Geiermann, CSRR, “A Doctrinal Catechism”, edição 1957, pág. 50.

    “Não o Criador do Universo, em Gênesis 2: t-3, mas a Igreja Católica pode reivindicar para si a honra de haver outorgado ao homem um repouso a cada sete dias.’”

    S.D. Mosna, Storia della Domenica, 1969, págs. 366, 367.

    “Foi a Igreja Católica que, pela autoridade de Jesus Cristo, transferiu este repouso (do sábado bíblico) para o domingo… Então, a observância do domingo pelos protestantes é uma homenagem que rendem à autoridade da Igreja (Católica), apesar deles mesmos.”

    Monsenhor Louis Segur, “Plan Talk About the Protestantism of Today, pág. 213

    “Os protestantes… aceitam o domingo no lugar do sábado como dia de pública adoração após a Igreja Católica ter feito a mudança… Mas a mentalidade protestante não parece perceber que observando o domingo, está aceitando a autoridade do porta-voz da igreja, o papa.”

    Our Sunday Visitor, 5 de fevereiro de 1950.

    Conclusão:

    Páscoa semanal é um mito, a verdade sobre a mudança do sábado para domingo está devidamente documentada na história.

    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Constância do comentário acima:

      Fonte: http://adventismoemfoco.wordpress.com/2009/11/28/igreja-catolica-ja-reconheceu-a-coerencia-dos-adventistas-do-setimo-dia

      Excluir
  129. Sr Adventista, visto que não leu a postagem está escrevendo essa besteira aí:

    "DISTORCENDO OS FATOS...


    O livro de doutrinas adventistas, no desespero de tirar essas evidências do jogo, diz: “A mudança do sábado para o domingo, como dia de adoração, ocorreu gradualmente. Não existem evidências de santificação semanal do domingo por parte dos cristãos antes do segundo século, mas as evidências indicam que por volta da metade desse século alguns cristãos observavam voluntariamente o domingo como dia de adoração, não como dia de repouso.” Pg 344

    Quanto circunlóquio para despistar o óbvio! O adventismo tenta empurrar essa ‘mudança gradual’ para o segundo século.

    Primeiro que isso pode dar extensão histórica de magnitude, mas não é. Pensemos que metade do segundo século seria 150 AD. Muito próximo da geração apostólica, a segunda no máximo. Não estou falando de interpretação, como se os ‘pais’ fossem autoridade, mas de evidência histórica.

    Segundo que o livro não fez menção do Didaquê, que é do fim do primeiro e início do segundo século. Talvez uns 20 anos após o livro de Apocalipse.

    Terceiro e destruidor para o argumento manco: A prática da adoração no Domingo se deu no Novo Testamento, em Atos, em Coríntios e em Apocalipse. E não no segundo século!


    ‘A igreja católica diz que colocou o domingo no lugar do sábado!’


    Esse é outro argumento camuflado. Um subterfúgio enganador. O adventismo cita a pretensão da seita Romana sobre o Domingo. A estupidez adventista é tão flagrante que se fossemos levar a sério as afirmações católicas a respeito de algumas crenças teríamos que acreditar nos papistas quando dizem que:

    A igreja católica afirma ter estabelecido o cânon, será que ao adventismo aceita isso?

    Os adventistas nesse ponto são como os filhos heréticos que produziram. As Testemunhas de Jeová, que sempre ficam dizendo: ‘Foi a igreja católica que inventou a trindade no concilio de Nicéia’!

    Temos que ter muita paciência com esses fracos argumentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais acontecimentos, chamados de subterfúgio, estão devidamente registrados na história.

      Defensores do domingo, como dia de guarda, porém, não têm demonstrado documentos sobre a guarda do domingo, por parte dos cristãos, antes de tais eventos citados por livros adventistas.

      Fato é que tais declarações, provinda de autoridades católicas, estão devidamente registradas na história através de livros.

      O que se consta de fato sobre o domingo antes da adoção deste dia como dia de adoração, por parte do catolicismo, é que este dia era utilizado no meio pagão para adoração ao sol como um deus.

      Longe de estarem somente combatendo doutrina adventista, os defensores do domingo, através da alegação de páscoa semanal, tentam combater a própria história.

      Tal transição do sábado para uma páscoa semanal não ocorreu, tratando-se, portanto, de conjecturas sem bases históricas nem documentos que a possam sustentar.

      As análises bíblicas também são conclusivas em demonstar que a páscoa nunca fora comemorada semanalmente.

      A suposta páscoa semanal portanto é servida como subterfúgio, para explicação da adoração do domingo provindo do catolicismo no lugar do sábado bíblico.

      Atenciosamente.

      Excluir
    2. Uma observação:

      semanalmente em "nunca fora comemorada semanalmente", se refere a uma vez na semana, repetidamente em todas as semanas (como o sábado, que se trata de um dia específico).

      Atenciosamente.

      Excluir
  130. É Luciano, vc está com um pernocismo, que ultrapassa seus argumentos; Aliás, em seus textos eu vejo muita repetição, eles não são grandes pq tem muito conteúdo (conteúdo bastante exil por sinal), mas sim pq é extremamente repetitivo, como se querendo impor a idéia por osmose. Seu texto tem muitos argumentos e poucos fundamentos!

    ResponderExcluir
  131. Olá Marcos.

    Me mostre onde nessa postagem eu fui repetitivo?

    Por exemplo, mostrei: 1. Uma contradição adventista. 2. O conceito bíblico da páscoa. 3. A semelhança com o sábado. 4. O conceito do NT a respeito do primeiro dia da semana. 5. O conceito da palavra 'domingo'. 6 respostas para acusações adventistas.

    Acha que repeti? Se houve repetição dentre esses assuntos, ou eles foram necessários ou foi para cumprir o objetivo pedagógico: 'repetição é a mãe da retenção'.

    Além disso, obviamente, quem é perfeito na exposição de algo?

    Não faça a avaliação de um método, questione o assunto defendido. Mudar o foco revela medo (?) de tratar do assunto.

    ResponderExcluir
  132. não tive paciência para ler todos os comentários, tem muita coisa escrita e já se tornou um ciclo vicioso de argumentos. acredito que a ideia principal para explicar as coisas é se desvincular totalmente da filosofia, da razão ou qualquer meio de pensamento em que o homem por conta própria tenha determinado conceitos extravagante sobre doutrinas. Apenas o povo de israel era quem tinha direito a salvação, Jesus, morreu na cruz do calvário para estender aos ímpios e pecadores a tão grande salvação. Este ato mudou a história da humanidade, e nos deu a oportunidade de herdar a vida eterna. quando Deus estendeu a nós a sua salvação ele nos livrou da lei dada a um povo que tinha pressa em querer tudo o que Deus poderia oferecer. Um povo que não era obediente, bastou Moisés subir ao monte por um tempo e ao retornar o povo estava adorando imagens e esculturas. Sem a morte de Jesus e a sua ressurreição no terceiro dia, não se adiantaria guardar nem o sábado nem o domingo, pois para nós, que não somos o povo de israel, nada de salvação existiria. não acredito que serás salvo por guardar o sábado ou o domingo e sim por viver em retidão, santificação, busca, oração, louvor e entrega total a Deus. o que adianta guardar o sábado e adulterar, e se prostituir, e blasfemar, ou discutir sobre a fé de cada um e determinar quem está errado ou não?. textos bíblicos vão justificar a predestinação, como textos bíblicos vão defender a guarda do sábado, e a palavra do Senhor se contradiz em algum aspecto? claro que não a palavra do Senhor é perfeita. o homem cria a doutrina naquilo que o convenciona a tanto. Filipe e Luciano, não serão salvas as tuas varoas que usam calça?, Gênes, serão as varoas da tua igreja salvas porque usam saia? A própria doutrina, a própria RELIGIÃO se baseia na sua conveniência, ou ainda vemos indulgências católicas, ou inquisição nas ruas?. Gênes, A PAZ DO SENHOR JESUS, como vai? me tire uma dúvida, salvo uma vez salvo para sempre? veja se eu só serei salvo se tiver o selo, eu preciso apenas adquirir este selo, para os adventistas o selo é o sábado,então eu guardarei os sábados, assim terei o selo, logo basta guardar o sábado para ter salvação, pois não adianta fazer todas as coisas que Deus pede e não guardar o sábado.

    ResponderExcluir
  133. Filipe e Luciano, acho que o cumprimento na Presbiteriana seria mais ou menos igual ao de Paulo da bíblia, então, Graça e Paz meus irmãos. uma pessoa que vai incessantemente à igreja, se não for predestinado, coitado esta perdendo seu tempo, quem garante que ir a igreja dá ao indivíduo a salvação, como vocês dois sabem se são predestinados a tão grande vida em abundância?. doutrina é um estudo filosófico de um determinado assunto que tem como principal pressuposto regra a conduta do indivíduo. no direito por exemplo a doutrina diz que no caput do art. 5º da constituição federal, existe uma igualdade formal e uma material. a formal diz que todos são iguais perante a lei. a material diz que todos são iguais na medida de suas desigualdades. logo a doutrina direciona como deve ser dada a interpretação do art. 5º da CF. meus irmão não servimos a um Deus de confusão, servimos a um Deus de paz, amor, existem coisas que são iguais em qualquer denominação, e coisas que são peculiares a cada uma. guardar sábado? Predestinação?, isso realmente é o que importa? quando você vai a um Show evangélico, quem é presbiteriana, adventista ou batisa? em que momento Deus diz "para os adventistas que veio louvar o meu nome neste lugar eu os abençoarei desta forma, e aos da presbiteriana, eu os abençoarei, levando em consideração a sua doutrina, eu os abençoarei dessa forma". sábado? domingo? quando é o sétimo dia? existe tradução perfeita das palavras de outra língua para a nossa? existem apenas palavras equivalentes. o Senhor dividiu as línguas. ninguém nasceu sabendo de toda a palavra, todos os que aqui expuseram alguma coisa aprenderam a doutrina da sua igreja com alguém que já aprendeu com alguém, o telefone sem fio é enorme, nem tudo o que eu transmitir para vocês vai chegar em suas mentes e corações como sai do meu coração. as revelações de Deus não falham, não existe uma profecia de Deus que deixou de se cumprir, mas o que o homem profere não tem a exatidão se não vier de Deus. sem criticar ou tomar partido mas o que vocês me dizem sobre 1844 e Ellen White?, vamos seguir os ensinamentos Calvinistas, os de Ellen White, ou os de Jesus cristo, já não basta a palavra dele para existir uma igreja perfeita ou todas irão interpretar o que quer e como quer? Sábado? Domingo? não, O Senhor do Sábado Jesus, guardar o dia , qualquer que seja não traz salvação não ache que porque o sábado ou o domingo é intacto que haverá salvação na sua casa porque o que devemos guarda é Jesus, nem presbiteriana, nem batista, nem adventista, nem qualquer outra, pois cada um prestará contas no dia certo, face à face como o Senhor. Jesus é a base para qualquer doutrina aqui discutida? se for veja o que ele fala, e que não define que são predestinados ou que guardam os sábados, mas "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
    Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
    Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
    Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
    Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
    Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
    Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
    Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
    Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa."
    Mateus 5:3-11
    então poderão me dizer agora, e esse capítulo aqui? e esse versículo aqui?, não é o que diz aqui ou acolá. irmão não vos deixei cegar, não vos deixei ser enganados, os falsos profetas virão de qualquer lugar, crescerão entre nós, e aí acreditaremos nele só por causa da pele ser igual a nossa?.

    ResponderExcluir
  134. todos nós precisamos fazer essa leitura juntos porque com toda a sinceridade do meu coração vocês estão se preocupando com as coisas erradas afinal de contas conhecereis a verdade e a verdade vos libertará e enquanto vivemos no tempo da ignorância quanto as coisas que cremos, o Senhor nos perdoará, não saberemos se a sua igreja está certa ou errada mas se não atentarmos para o que deixarei abaixo, não subiremos, não receberemos o novo nome, a nova forma, não receberemos a coroa da vitória e nosso nome será apagado do livro da vida só por que não atentamos ao que estar por vir, a exatamente isto aqui:
    Mateus 24
    "E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
    Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
    E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
    E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
    Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
    E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
    Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
    Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
    Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
    Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.
    E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
    E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
    Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.
    E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
    Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;
    Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes;
    E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;
    E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.
    Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
    E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado(se a volta de Jesus se der no sábado, não há como se salvar, pois senão o Senhor não pediria para que você orasse para que o dia não fosse sábado, então o que adiantaria guardar o sábado, se é melhor que a volta de Jesus não aconteça nele?);
    Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.
    E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias(o povo escolhido é o de Israel, foi o povo que o Senhor separou, descendência de Adão, não vejo predestinação, pois só aquele povo foi predestinado a eternidade até a morte de Jesus na cruz e sua ressurreição).
    Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
    Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
    Eis que eu vo-lo tenho predito.
    Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.
    Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.
    Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.
    E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.



    ResponderExcluir
  135. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
    E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.
    Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.
    Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.
    Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.
    O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.
    Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.
    E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.
    Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,
    E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.
    Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro;
    Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra.
    Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.
    Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.
    Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.
    Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo?
    Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.
    Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens.
    Mas se aquele mau servo disser no seu coração: O meu senhor tarde virá;
    E começar a espancar os seus conservos, e a comer e a beber com os ébrios,
    Virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe,
    E separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes."
    (grifo nosso)

    não vim para debater, dar razão, ou tirar razão de nenhuma denominação, mas preciso dizer, o Senhor não erra.

    http://www.youtube.com/watch?v=zCVWy6mbO00

    ResponderExcluir
  136. meio grande né meu texto, me desculpem se errei muito o português, se fui muito pretensioso, ou se feri algum dos irmãos, mas sabe queridos, o tempo está muito próximo. Jesus em breve voltará, e estarei feliz em encontrar os irmãos na eternidade com Deus, grande abraço e que Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
  137. Cristo ressuscitou no sábado, não no Domingo!
    A ressurreição no Domingo é uma grande mentira

    http://luzdosabado.jimdo.com/

    Markus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duas pessoas em uma ilha deserta, que nunca ouviram falar sobre Deus, um dia encontram uma bíblia à beira da praia.

      Depois de 20 anos um navio os resgatam e o capitão descobre que se tornaram crentes. O capitão do navio que é cristão então lhes pergunta:

      - Vocês crêem no que está escrito neste livro que têm em mãos.

      Os náufragos então respondem:

      - Sim nós Cremos.

      O capitão então lhes faz outra pergunta:

      - Qual dia vocês crêem ser o dia de repouso segundo o livro que vocês leram?

      Que palavra sairá da boca dos ex-náufragos? Sábado ou Domingo?

      Entretanto, haveria a mínima possibilidade de dizerem "primeiro dia"?

      Quem sabe "páscoa semanal"?

      Isto mudaria se ao invés da bíblia houvessem encontrado um livro do catecismo.

      Porém confusos ficariam se houvessem encontrado tanto a bíblia quanto o catecismo.

      E se tivessem que escolher entre os mandamentos escritos na bíblia e os mandamentos escritos no catecismo?

      O que escolhece os 10 mandamentos da bíblia, que dia guardaria? E o que escolhece os 10 mandamentos segundo o catecismo, que dia guardaria?

      Questão a se pensar!

      Atenciosamente.

      Excluir
    2. Nenhuma evidência para a santificação do domingo nas escrituras!

      A maioria dos textos sobre a ressurreição nas escritura antes do ano de 1800, confirmam que Cristo ressuscitou no sábado!

      Em toda a Bíblia grega e latina, Cristo ressuscitou no sábado!


      http://luzdosabado.jimdo.com/

      Markus

      Excluir
  138. Sr. Adventista, sobre as duas pessoas na ilha deserta... Lendo o Antigo Testamento elas responderiam: o sábado. Mas, ao chegar no Novo Testamento, vendo a igreja a se reunir no primeiro dia da semana, certamente mudariam a resposta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando lessem Atos, onde demonstra claramente Paulo e outros apóstolos se reunindo aos sábado, pregando nas sinagogas e junto à natureza? Segundo seu raciocínio não deveriam então ter voltado a guardar o sábado?

      E vejamos os motivos de os apóstolos terem se reunido por duas vezes ocasionalmente:

      1º - Escondendo-se com medo dos soldados Romanos.
      2º - Partindo o pão da tarde em um encontro informal.

      Mas ao analisarmos as demais vezes que se reuniram entre si e junto aos gentios, estavam a pregar nas sinagogas, ou em meio à natureza.

      Detalhei todo este assunto, o qual está presente nos comentários deste mesmo artigo, bem como em vários outros artigos que falam sobre o sábado ou o domingo.

      Lembremos dos Bereanos, que analisavam tudo que os apóstolos diziam à luz da Palavra o Antigo Testamento. E forma elogiados por verificarem se TUDO que diziam estavam de acordo com as Escrituras Sagradas.

      Ora! Estes Bereanos ao supostamente verem os apóstolos guardando um primeiro dia da semana enquanto que a Bíblia diz claramente que o sábado é o sétimo dia, então rejeitariam este ensinamento!

      Os Bereanos não seguiam exemplos de apóstolos, mas sim o que diz as Escrituras.

      Outro argumento que o levará a pensar! O que aconteceria com a igreja naquela época, composta em sua maioria por judeus, se propusessem a mudança do sábado para o primeiro dia da semana?

      Veja que o assunto da circuncisão foi suficiente para grandes contendas!

      Então os apóstolos mudaram o dia de observância e assim o ensinaram e todos aqueles judeus aceitaram sem questionar!?

      Muito pouco provável! O próprio fato de alguns exigirem a circuncisão dos gentios, indica que a idéia comum era de que os gentios guardassem TODA a lei.

      Os judeus e os bereanos, mesmo crendo em Cristo, analisava tudo que ELE dizia, bem como os apóstolos à luz das escrituras.

      Creio então que dizer que mudariam a Lei de Deus em homenagem à ressurreição de Cristo não seria algo que aceitariam com naturalidade!

      Vemos nas cartas de Paulo problemas mínimos com relação à carnes sacrificadas e hábitos judeus, mas não vemos um único relato de problemas com a mudança de algo tão significativo e presente na cultura e tão entranhado na Lei de Deus quanto o sábado!

      Mas o argumento principal é que nenhum apóstolo tem autoridade para apresentar novas leis, revogar ou alterar as que já estão. Em verdade não há diferença entre um Santo hoje para um Santo na época apostólica. Um ungido hoje não é menos ungido do que um ungido de antigamente.

      (...)

      Excluir
    2. Portanto se fosse permitido aos apóstolos mudarem a lei para renderem homenagens à Jesus, hoje poderíamos construir uma imagem de escultura de Jesus, nos prostrar aos seus pés e adorá-la.

      Também poderíamos ser caridosos e trazer prostitutas, e fazê-las concubinas como uma obra de caridade, dando-lhe um lar, uma família e todo cuidado junto com nossas esposas.

      A transgressão do sábado era punida com morte por apedrejamento, do mesmo modo que o adultério!

      Duvido porém que algum transgressor se safasse ao dizer que haveria mudado o sábado para domingo em homenagem ao Cristo que viria no futuro para pagar pelos nossos pecados.

      Ou cremos que a Lei de Deus é eterna e imutável, ou então creremos que o homem possa modificar a lei como uma forma de homenagem.

      Lembramos as palavras de Jesus "Façam isto em memória de mim"! E o que foi que Jesus pediu amigo Rev.?

      Que guardassem o domingo? Ou que fizessem a cerimônia da Santa Ceia!?

      Ora a homenagem que damos à Cristo sobre sua morte ELE mesmo instituiu como SENHOR e DEUS! Não foi o homem!

      Diremos então que a homenagem pela morte de Cristo é a guarda do domingo?! Claro que não! A ordem foi a de realizarmos a Santa Ceia e não de modificarmos a lei e mudarmos a guarda de um dia no qual ele é o SENHOR e CRIADOR, para um domingo, que agradava mais aos pagãos.

      Terrível será o Dia do Senhor, e para quê iríamos querer este dia? Será de trevas e não de luz conforme nos diz a Bíblia!?

      Mas deleitoso é o SANTO dia do senhor, porque só este dia é santificado pelo próprio Deus, não por homens, embora todos os dias sejam abençoados por Deus, santo mesmo, há apenas um, ao que Deus deu o nome de Sábado!

      Outro argumento:

      Deus deu a páscoa em homenagem à morte de Jesus que viria.

      Por que então Deus não deu logo o dia de guarda no Domingo em homenagem à sua ressurreição?

      E por que Jesus se se esqueceu de pregar e Deus se esqueceu de pedir ao Espírito Santo de inspirar o homem a escrever NA BÍBLIA que o dia de sábado haveria sido mudado para o domingo?

      O domingo é a identidade da igreja Católica, pois se teve algo que fez a igreja católica foi o domingo! À partir do momento em que a Igreja Romana passou a exercer seu poder conforme segundo estes, Jesus lhe haveria atribuído, é que iniciou-se a identidade da Igreja Católica Apostólica Romana.

      (...)

      Excluir
    3. Esta homenagem então foi feita muito tempo após a época apostólica iniciando século e décadas à frente na história, na igreja primitiva.

      Os apóstolos influenciado pela Lei e pelas tradições, jamais aceitariam a mudança do dia de guarda do sábado para o domingo e é mais fácil crer que os apóstolos também continuaram a guardar o sábado conforme vemos nos atos dos apóstolos, do que terem iniciado uma guarda prévia do domingo.

      Assim amigo Rev. Posso lhe mostrar várias fontes primárias de autoridades da própria Igreja Católica, reconhecendo que o domingo é um mandamento católico, instituído pelo direito e poder concedido à igreja através de Jesus, em mudar os tempos, dias de festas e até as leis.

      Nestes mesmos escritos afirmam categoricamente e posso lhe enviar para seu e-mail se desejar, que o cristão fazendo da Bíblia sua ÚNICA regra de fé, não tem motivos para guardar o domingo.

      O domingo portanto haveria sido criado pela Igreja Romana e seu direito reclamado pela Igreja Católica, que por sua autoridade fez uso da permissão e poder concedido por Jesus.

      EU pessoalmente e através da história e do que mostram os inúmeros documentos, prefiro acreditar que o domingo tenha surgido da forma como a Igreja Católica hoje reconhece oficialmente.

      Os argumentos que o protestantismo usa hoje, não tem apoio bíblico nem de documentos históricos.

      Até mesmo esta mudança na Lei, a Igreja Católica documentou, incluindo as mudanças em um livro ao qual chamamos de catecismo!

      Por que então o protestantismo dominical não cria um livro, agora contendo o domingo escrito naquele lugar onde há o sábado?

      Dizem que houve a mudança, mas não se atrevem a escrever o domingo no lugar do sábado, como fizeram os nossos irmãos católicos.

      Parece um tanto ofensivo a eles, documentar aquilo que acreditam, um mandamento contendo todos os 9 originais como lemos em Êxodo 20 e Deuteronômio 5, mas com uma quarto mandamento totalmente modificado.

      Não só na questão da mudança do sétimo para o primeiro dia da semana, mas também na questão de não poder se trabalhar neste dia.

      Em verdade o homem fez uma homenagem a si mesmo, tornando o sábado mais fácil de ser guardado e movendo-o para um dia mais conveniente em harmonia com o dia do homem, o dia que o homem escolheu para seu descanso semanal e o exercício religioso.

      Os apóstolos seguiram este embalo? Já naquele tempo?

      Duvido muito!

      Excluir
    4. *Olá Sr Adventista, se possível, nas próximas vezes, coloque suas respostas por partes - em pequenas partes. Ficará mais fácil responder, por causa do tempo e da demanda que seus comentários exigem.

      Apenas uma dica...

      Particularmente, TODOS, os seus questionamentos já foram respondidos. E vc ainda insiste na presunção romana... deixem então os 27 livros do NT !!!

      Excluir
    5. Até que me apresentem documentos como diversas vezes solicitei sobre suas crenças. Então colocarei de lado os documentos históricos que tenho aqui e darei algum crédito ao que o amigo diz. Pois o que não se encontra na bíblia, nem em documentos históricos ou sequer referência por meio arqueológico, por que seria digno de confiança?

      Ainda mais quando existem documentos que prontamente contradizem o que o amigo tem escrito, bem como a Bíblia, que apresenta o sábado em seus mandamentos e não o domingo.

      Então a apostasia da Igreja Romana e a mudança na Lei no que se refere ao domingo não se confirma? Não é isto que dizem os documentos sobre a santa inquisição! Roma manifestou este poder e as mudanças! Se o amigo conseguir me mostrar algo que demonstre que o domingo não é um fruto desta época, então deixarei de utilizar as fontes que tenho.

      O calendário foi mudado neste período. Nele surgiu o domingo que temos hoje. Não havia domingo no calendário antigo. Portanto tudo que a história tem aponta a mudança do dia de guarda para este período.

      Se isto porém é algo anterior à estes eventos, quais os documentos que o amigo utilizou para chegar a esta conclusão? Partilhe-os conosco.

      Excluir
  139. Caro Pr. Luciano, parabéns pelo artigo. Bíblico. Abraço.

    ResponderExcluir
  140. serio eu tentei, mas nenhum dos questionamentos citados em seus posts estão fundamentados, pedi que me mostrasse um lugar em que a Bíblia identificasse o domingo como um sinal ou selo de Deus, e vc nada me mostrou, aliás preferiu dizer que estou com "medo" (kkkkk vc é muito pândego), leia Lucas 23:56, leia João 14:15, Leia Ezequiel 20:12 e 20, Leia Hebreus 4:4 e 7 (viu quantos Textos do NT falando sobre obedecer os mandamentos e sobre guarda do sábado Citei...)
    Enfim Leia Hebreus do capitulo 7 a 10 e vá entender DIREITO a mudança do velho para o novo concerto, em nenhum momento ele troca o sábado pelo domingo, seus argumentos continuam exil, e seu fundamento é inexistente, tem sido muito Jactancioso tbm. Acho melhor debater com Natanael Rinaldi, mesmo falando muita besteira parece ter mais conhecimento que vc, me despeço com um Graça e Paz a tds, que Deus lhes abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, a postagem está aí. Interaja com ela...

      Excluir
  141. Luciano, gostaria que vc comentasse a respeito do comentário do Joel sobre Atos 20:7, onde parece que nas versões Grego e Latim, traduz-se que aquele dia era um sábado. Obrigada.

    ResponderExcluir
  142. em minha opinião, os maiores defensores do primeiro dia da semana como sendo separado (mandamento distorcido) são os católicos, mórmons e presbiterianos. Vemos paixão neta defesa, embora inconsistente do ponto de vista bíblico e histórico.
    Recomendo: DO SÁBADO PARA O DOMINGO de SAMUELE BACCHIOCCHI. É uma boa leitura do ponto de vista histórico e técnico. Esta obra contém fatos os quais não se podem argumentar pelas teorias ora apresentadas pelos defensores da sacracidade do domingo.

    ResponderExcluir