quinta-feira, 26 de abril de 2012

Satanás na Expiação: A Grande Asneira de Ellen White

Muitos apologistas e teólogos acusam o Adventismo de fazer de Satanás um co-redentor. Precisamos ser bem honestos que essa é uma conclusão inevitável se levarmos em conta a Teologia Cristã, em seus postulados teológicos, bíblicos históricos e protestantes. Visto que os Adventistas não dizem isso, pois tratam da questão em ‘outro’ ângulo, devemos deixar bem claro que é um erro de princípio interpretativo. Eles não confessam isso: ‘Satanás é um redentor com Cristo’.

Mas é só isso que a Igreja Adventista não faz... dizer!

Vejamos as declarações de Ellen White e do egrégio grupo de eruditos Adventistas no livro Nisto Cremos sobre esse assunto polêmico. Os destaques em negritos são meus.

Ellen White: “O sangue de Cristo, oferecido em favor dos crentes arrependidos, assegurava-lhes perdão e aceitação perante o Pai; contudo, ainda permaneciam seus pecados nos livros de registro. Como no serviço típico havia uma expiação ao fim do ano, semelhantemente, antes que se complete a obra de Cristo para a redenção do homem, há também uma expiação para tirar o pecado do santuário”.

“Em o novo concerto, os pecados dos que se arrependem são, pela fé, colocados sobre Cristo e transferidos, de fato, para o santuário celeste. E como a purificação típica do santuário terrestre se efetuava mediante a remoção dos pecados pelos quais se poluíra, igualmente a purificação real do santuário celeste deve efetuar-se pela remoção, ou pagamento, dos pecados que ali estão registrados. Mas antes que isso se possa cumprir, deve haver um exame dos livros de registro para determinar quem, pelo arrependimento dos pecados e fé em Cristo, tem direito aos benefícios de expiação. A purificação do santuário, portanto, envolve uma investigação- um julgamento”(O Conflito, p.420; 486 e 548).

“Como o sacerdote, ao remover do santuário os pecados, confessa-os sobre a cabeça do bode emissário, semelhantemente Cristo porá todos esses pecados sobre Satanás, o originador e instigador do pecado”(O Grande Conflito, p.485).

“Ao completar-se a obra de expiação no santuário celestial, na presença de Deus e dos anjos do Céu e dos exércitos reunidos, serão postos sobre Satanás os pecados do povo de Deus”(O Grande Conflito, p. 655).

Tendo sido os pecados dos justos transferidos para Satanás, tem ele de sofrer não somente pela própria rebelião, mas por todos os pecados que fez o povo de Deus cometer”(O Grande Conflito, p. 669,70).

Nisto Cremos:“Passo seguinte, representando a Cristo como mediador, o sumo sacerdote assumia sobre si próprio os pecados que haviam poluído o santuário e os transferia para o bode vivo, Azazel, o qual era então conduzido para fora do acampamento do povo de Deus [...] é mais coerente ver o bode do Senhor como símbolo de Cristo e o bode emissário – Azazel – como símbolo de Satanás.” (Nisto Cremos, p. 414,415).

Se Azazel representa Satanás, como podem as Escrituras (Lev. 16:10) conectá-lo com a expiação? Assim como o sumo sacerdote, depois de haver purificado o santuário, colocava os pecados sobre Azazel – o qual era para sempre removido dentre o povo de Deus – assim Cristo, depois de haver purificado o santuário celestial, colocará os pecados confessados e perdoados de Seu povo sobre Satanás, que será então removido para sempre dos santos. “Quão apropriado é que o último ato de Deus no trato com o pecado, seja fazer retornar sobre a cabeça de Satanás todos os pecados e culpas que, partindo originalmente dele, causaram uma vez tal tragédia na vida daqueles que agora foram libertados pelo sangue expiatório de Cristo. Completa-se desta forma o ciclo, encerra-se o drama. Somente quando Satanás, o instigador do pecado, for finalmente removido, poder-se-á afirmar apropriadamente que o pecado foi erradicado do Universo de Deus. Neste sentido harmonizado podemos entender de que modo o bode emissário tomava parte na ‘expiação’ (Lev. 16:10). Com os justos estando salvos, os pecadores ‘desarraigados’ e Satanás não mais existindo, então – e somente então – estará o Universo no mesmo estado de harmonia em que se encontrava antes do surgimento do pecado” (SDA Bible Commentary, edição revista, vol. 1, pág. 778).” (Nisto Cremos, p. 428).

[Obs: O livro diz em uma nota que esse entendimento é ‘semelhante ‘de vários Protestantes: “Ao longo dos séculos os expositores bíblicos têm chegado a conclusões similares. Na Septuaginta, azazel aparece como apopompaios, termo grego para uma divindade maligna. Autores judeus antigos e os primeiros Pais da Igreja referiram-se a ele como o demônio (DAS Encyclopedia, edição revista, págs. 1.291 e 1.292). Expositores do décimo nono e vigésimo séculos, possuindo visão semelhante, incluem Samuel M. Zwemer, William Milligan, James Hastings, e William Smith, da Igreja Presbiteriana; E. W. Hengstenberg, Elmer Flack e H. C. Alleman, da Igreja Luterana; William Jenks, Charles Beecher e F. N. PeLoubet, da Igreja Congregacional; John M’Clintock e James Strong, da Igreja Metodista; James M. Gray, da Igreja Reformada Episcopal; J. B. Rotherhorn, dos discípulos de Cristo; e George A. Barton, da Sociedade de Amigos. Muitos outros têm expressado pontos de vista semelhantes (Questions on Doctrine, págs. 394 e 395).” (página 428). Quero dizer duas coisas sobre essa citação: 1) Não foi expresso até que ponto há semelhança entre esses autores e o ensino Adventista. Qual a real correspondência para dizerem que havia uma semelhança. 2) Tais teólogos não representam as Confissões históricas protestantes sobre o assunto. Gleason Archer diz: “A tradição segundo a qual o bode emissário era o nome de um demônio do deserto originar-se-ia muito tempo depois e estaria totalmente em desacordo com os princípios da redenção ensinados na Torá.” (Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas, p. 137).]

Obviamente isso difere essencialmente do ensino Bíblico a respeito da expiação em Cristo, única e suficientemente Nele. Como o Rev. Onézio Figueiredo corretamente afirma: “Quem verdadeiramente expia os pecados, para o adventista, é Satanás. O sangue do Cordeiro vicário apenas credencia o Juiz investigador, no final da investigação, a transferi-los para o Satã sofredor, que os carregará, penando, durante mil anos numa terra desolada (Cf CS, pág. 670). Se tudo será feito, conforme a senhora White, seguindo o ritual do sacrifício típico do santuário terrestre, segue-se que Cristo imporá as mãos sobre a cabeça de Satanás para transferir-lhe os pecados dos justificados, repetindo, literalmente, o procedimento sacerdotal para com o “bode emissário”, Azazel. Isto é algo tanto deduzível dessa esdrúxula doutrina como inimaginável.” (Estudo sobre o Adventismo de autoria dele AQUI, de onde tirei as citações de Ellen White neste post).

[Obs: me disseram que o Adventismo assevera que essa ‘expiação’ é num sentido punitivo e não substitutivo. Na verdade (?) um castigo ao Instigador universal do pecado. Acho que isso é uma tentativa de deslocar o óbvio, pois o elemento punitivo na Expiação é intrínseco à vítima no sacrifício, para então, e somente assim, servir como substituto. Não sei se o livro autorizado de doutrinas, o Nisto Cremos, faz alusões a isso nos seguintes dizeres: “Muitos cristãos limitam o significado do termo “expiação” exclusivamente aos efeitos redentores da experiência de Cristo manifestados pela encarnação, sofrimentos e morte. Nos serviços do santuário, contudo, a expiação envolvia não apenas a morte de um cordeiro sacrifical como também incluía o ministério sacerdotal em que o sangue era conduzido até o santuário (cf. Lev. 4:20, 26 e 35; 16:15-18, 32 e 33). De acordo com esse uso bíblico, portanto, a expiação pode referir-se tanto à morte de Cristo quanto ao Seu trabalho intercessório no santuário celestial. Ali, como Sumo Sacerdote, Ele aplica os benefícios de Seu perfeito e completo sacrifício expiatório à tarefa de alcançar a reconciliação dos seres humanos com Deus.” (páginas 157,158). Não vemos problemas heréticos nisso. Mas a questão citada (o serviço sacerdotal) camufla o que ensinarão em relação ao que o sacerdote fazia com o bode emissário (ou, segundo eles, o bode Azazel):“A expiação associada ao Seu ministério sumo sacerdotal, será analisada num capítulo posterior (veja o capítulo 23 deste livro)” E é nesse capítulo (23) que o ensino de Azazel é introduzido. É bom destacar que a expiação é feita pelo sacerdote por meio da vítima sacrificada. Dizendo de uma maneira bem restrita; Cristo como Cordeiro foi sacrificado e após sua ressurreição (ascenção) apresentou-se como Sacerdote, oferecendo o seu próprio sacrifício, ao Pai. Concordo que tudo isso está englobado na expiação. Mas a projeção Adventista vai além de uma simplificação terminológica de um leque doutrinal.]



Nossas objeções contra o ensino herético em mira são:



1º) O bode para Azazel serviria de oferta para o pecado: A Bíblia diz: “Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes, para a oferta pelo pecado [...] ” (Lv 16.5). Esse segundo bode sofreria de maneira diferente. Mas é dito dele que seria “apresentado vivo perante o SENHOR, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário.” (Lv 16.10).


2º) Paralelo bíblico: A Bíblia faz alusão ao acontecimento que envolvia o bode emissário quando diz que Jesus “... tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si... o castigo que nos traz a paz estava sobre ele... e pelas suas pisaduras fomos sarados... mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós” (Is 53. 4,5,6).


Agora observe bem Levítico 16.21,22: “Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, todas as suas transgressões e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode vivo e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem à disposição para isso. Assim aquele bode levará sobre si todas as iniquidades deles para a terra solitária; e o home soltará o bode no deserto.”

M. R. Turnbull lembra que esse evento está em harmonia com a ideia de que Deus não apenas nos perdoará e justificará, mas também que por que meio de Cristo levará para longe o pecado da Sua presença e da nossa. Um processo pedagógico que ilustra bem o ensino bíblico do perdão incondicional de Deus (Estudando o livro de Levítico e a epístola aos Hebreus, p. 57-59).

3º) O hebraico diz que o bode era para Azazel e não que era Azazel: Na versão Almeida Atualizada essa realidade é ocultada. Pois traduz apenas ‘o bode emissário’. Mas a Edição Pastoral traduz: “Bode para Azazel”.

Novamente, recorro ao Rev. Onézio Figueiredo: “Em todas as incidências, o termo azazel aparece com a preposição prefixal “para”. Portanto, a palavra significa: “para Azazel”. Desta maneira, o bode emissário, carregando os pecados do povo de Deus, é levado “para Azazel”, isto é, para um local ou para um espírito maléfico com esse nome. Dona White sustenta que Azazel é protótipo de Satã no sacrifício expiatório prefigurativo; sendo, portanto, o próprio Satanás, na expiação final do juízo investigativo, quem levará os pecados dos justos para a terra milenar desolada. Assim, o bode emissário, em vez de ser “para Azazel”, convertese em “Azazel”, o Demônio expiatório”.

4º) O ensino do Novo Testamento sobre a expiação: Se um adventista ler com atenção o ensino do NT sobre a maneira como A) Deus reconcilia o mundo, B) como Cristo está engajado plena e suficientemente nesse tema, C) para quem o pecado deve ser pago, D) como o pecado é pago, E) como a exclusividade de Cristo na expiação faz de uma participação alheia auto-excludente. Se fizesse isso, jamais essa ABERRAÇÃO WHITEANA teria espaço na mente dele. Leia Romanos capítulos 3 e 5, e Hebreus 7 ao 10.22. E isso basta.

5º) Qual a necessidade de ensinar isso diante da Crença Fundamental número 9? Interessante, que apesar de algumas proposições serem insinuadas nas palavras que foram usadas, podemos dizer que não existe necessidade alguma ensinar essa intromissão de Satanás na expiação, tendo em vista a Crença Fundamental nove, que citaremos logo a seguir. Observe bem os destaques (crença essa que os Adventistas herdaram dos protestantes, por isso está certa):

“Na vida de Cristo, de perfeita obediência à vontade de Deus, e em Seu sofrimento, morte e ressurreição, Deus proveu o único meio de expiação do pecado humano, de modo que os que aceitam essa expiação pela fé, possam ter vida eterna, e toda a criação compreenda melhor o infinito e santo amor do Criador. Esta expiação perfeita vindica a justiça da lei de Deus e a benignidade de Seu caráter; pois ela não somente condena o nosso pecado, mas também garante o nosso perdão. A morte de Cristo é substituinte e expiatória, reconciliadora e transformadora. A ressurreição de Cristo proclama a vitória de Deus sobre as forças do mal, e assegura a vitória final sobre o pecado* e a morte para os que aceitam a expiação. Proclama a soberania de Jesus Cristo, diante do qual se dobrará todo joelho, no Céu e na Terra. – Crenças Fundamentais, 9”

* Essas palavras estão fazendo a ligação com a demanda final do pecado sobre Satanás. No demais, nem temos objeção, nem haveria necessidade de ‘complemento’ tal expiação.


CONCLUSÃO

‘Um abismo chama outro abismo’, ‘uma mentira pede outra mentira’, etc. Isso aconteceu quando Ellen White deixou o cristianismo ortodoxo. Um jeito místico de ler a Bíblia, com o exclusivismo profético, justificando erros escandalosos, fez com que um leque de ensinos falsos requeresse, ou gerasse, uma porção de doutrinas estranhas ao que os Fieis servos de Deus creram em todos os tempos (Jd 3,4).

Quando Ellen White é revestida de autoridade profética, então os erros de interpretação acabam sendo atribuídos, não aos limites de informações e/ou cognitivos, e sim, ao que eles advogam. A saber: O espírito de profecia!

E com um ensino que desonra a Cristo e a Sua obra, só posso perguntar:

Que ‘ESPÍRITO’ é esse?







40 comentários:

  1. MEU PAI AMADO!!!!

    Doutrina de demônios!!!!!
    Dói a alma só de ler!

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus,estão enganados de forma ridícula.essa Ellen G Wite é a voz de satanás,o Leandro Quadro aparece aqui e corre desses assuntos e ai vem com historinhas para seus fãs,triste fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heuring, meu irmão, isso é triste mesmo...

      Excluir
  3. Eu não sei que tipo de remorso vocês tem CONTRA os Adventistas, porque a luta de vocês não é contra o espirito e sim contra a carne mesmo (Ef 6:12), diferentemente dos ensinos Bíblicos. Sou Adventista do Sétimo Dia, apesar de ainda não conhecer a fundo a história Adventista bem como Hellen White, sou uma pessoa curiosa e gosto de ler artigos relacionados aquilo que acredito e também procuro entender e conhecer a "oposição", e até agora o que eu aprendi com a IASD com toda certeza é bem diferente do que você informa aqui. Nos intitulando como uma seita, demoníaco, loucos, mentirosos, blasfemadores, o que é isso meu irmão. Ao ler seus post eu sinto como se vc tivesse ódio dos Adventistas e principalmente da Ellen White, não nos apresenta de forma tolerante as informações que obteve e sim com certo ar de deboche e superioridade por aquilo que acredita, já que você tem plena convicção q a IASD é uma seita e seus membros cegos que não querem enxergar a "SUA VERDADE" o seu papel como Cristão deveria ser de pura e sincera ORAÇÃO rogando a Deus que ajude aqueles que não tem compreensão, e não provocando uma sensação de inferioridade, basta apenas reparar o comentário acima "Meu Deus, estão enganados de forma ridícula , essa Ellen White é a voz de Satanás", se é isso mesmo que vocês acham que Ellen foi usada por Satanás, deveriam saber que todos estão expostos a isso até mesmo vcs se é que já não estão, uma vez que as atitudes demonstram que vocês estão bem da maneira que Cristo e seus discípulos ensinavam. Pensando bem Luciano, acho que você é Deus! Só pode ser, você é Deus! Porque se somente ele pode nos julgar e ele é a verdade, então vc é Deus! Eis um deus baseando suas opiniões em opiniões alheias, até porque até agora eu percebi que você tem utilizado muito de fontes que também discordam daquilo que a IASD prega e crê, assim fica muito fácil! Deixa de expor dessa maneira seus irmãos, por acaso você tem certeza que Helle White foi(porque já está morta) salva? se vc tem essa certeza então volto a afirmar: Você é Deus! Apenas o titulo dos seus textos, demostram aquilo que tem dentro do seu coração, ainda que você seja um estudioso teológico, não trave guerras daquilo que não a compete a você fazer!

    ResponderExcluir
  4. Larissa, agradeço seu comentário.

    Mas acredito que seu comentário se aplicaria perfeitamente ao Adventismo, que afinal, "é a igreja remanescente" e as demais 'filha de babilônia', não é mesmo?

    Gostaria que vc pesasse as informações e tratasse delas a partir delas (indiferente o que pensa sobre o autor delas... isso é irrelevante).

    Vc disse: "até porque até agora eu percebi que você tem utilizado muito de fontes que também discordam daquilo que a IASD prega e crê, assim fica muito fácil!"... observe bem, eu quero que me mostre esse "muito" e prove que esses nao estão dizendo a verdade. Outra coisa, conte quantas ciatç~eos eu faço de obras adventistas e quantas eu faço de obras 'antiadventistas', nesta postagem.

    Deus te fortaleça NA verdade.

    ResponderExcluir
  5. Larissa de fato não leu o texto,pois comentou sem nem mesmo perceber de que o texto quase todo foi tirado dos livros:Nisto Cremos,grande conflito!

    ResponderExcluir
  6. então me dizem senhores qual igreja devo ir qual é a certa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Cláudio,
      Siga aquela igreja que pregue a Bíblia em sua totalidade, que não distorça textos para justificar seus erros, que não siga doutrinas de homens, igreja cujos membros amem seu próximo não importando de qual denominação ele seja, que pregue o Evangelho de Cristo conforme orienta o Apóstolo Paulo.
      A igreja existe para salvar, esse é o único motivo pelo qual ela existe. A crítica, o desamor, a acusação são coisas que não vêem de Espírito de Deus.

      Excluir
  7. Cláudio, primeiro deixe de seguir Ellen White.

    Depois estude as doutrinas protestantes (sobre suficiência das Escrituras e a salvação pela graça). Creia na Trindade.

    Acredito que vc crê em Cristo.

    Depois visite denominações que estejam (na sua estrutura teológica) mais próxima do evangelho.

    Se quiser continuar na ASD (livre de 1844, azazel, Ellen White e salvação escatológica legalista [isto é em torno do sábado/] pode ficar...

    ResponderExcluir
  8. Luciano e Heuring, ao contrário do que vcs imaginam li atentamente não somente esse post mais tbém outros que estão aki neste blog e com relação ao meu cometário anterior não me referia apenas a este, aos demais tbém que inclui muitas citações de outros autores "anti-Adventista.
    E sabe o que mudou após eu ter lido todas as informaçõea aki contidas: absolutamente nada!!! Simplismente me fez ter a certeza de que vocês realmente não conhecem nada sobre nós Adventistas que tem por principal e única doutrina Amar a Deus e ao próximo como a si mesma... E quanto a te provar? acho que é só isso que você sabe fazer mesmo, propor desafios assim como fez com o Leandro Quadros, não sou ninguém pra te provar nada ainda mais se tratando de fé e crenças. E sabe de uma coisa, você pode até nos intitular do que quiser, mas eu tenho plena certeza que Existe um Deus que atua diariamente em minha vida, do qual me resgatou de um mundo de trevas e me trouxe para ser consolada em sua luz, um Deus que realiza e realizou grandes milagres na minha vida, um Deus que se apresentou a mim de maneira espetácular, me ensina a amar, me dedicar e contribuir com pessoas que nem conheço... e olha só que ironia esse Deus eu conheci na igreja Adventista, portanto se o que você diz é real "contra fatos não há argumentos" tenho que concordar com você. Porque o fato de DEUS responder as minhas orações e atuar na minha vida estando eu na IASD são bem mais importantes do que opiniões e afirmações de um reles mortal! Que Deus te abençoe e quem sabe nós encontramos na Nova Jerusálem...

    ResponderExcluir
  9. Que bom que espera ir para lá um dia... mas,

    se vc acha que Ellen White é o espírito de profecia a igreja remanescente (substituindo o Espírito Santo), se acha que Jesus entrou no santissimo em 1844, adiando a obra de redenção para azazel e se acha que a salvação virá pela guarda do sábado no tempo final, lamento, sua esperanaça é vã.

    Seu destino é o inferno.

    Que Deus te livre dessas interpolações satânicas, para que vc confie (e me parece que sim) somente na Graça de Deus em Cristo.

    ResponderExcluir
  10. Larissa,triste,por que de fato vc não leu com lucidez, como disse o irmão Luciano: se vc acha que Ellen White é o espírito de profecia a igreja remanescente (substituindo o Espírito Santo), se acha que Jesus entrou no santissimo em 1844, adiando a obra de redenção para azazel e se acha que a salvação virá pela guarda do sábado no tempo final, lamento, sua esperanaça é vã.

    De fato vc está indo paro fogo!

    ResponderExcluir
  11. Eu não acho nenhuma das citações acima:
    1º Jamais Ellen White substituiu o Espírito Santo, e esse não foi seu propósito. Reconhecemos o Espirito Santo como Deus, e como tal, sua importância na Trindade.

    2º A obra de redenção é exclusiva e unicamente de Jesus.

    3º A salvação sempre foi pela graça, e jamais atribuímos isso a observância do sábado.

    e finalmente

    4º Se vocês afirmam que eu vou para o "inferno ou fogo" rsrsrs o que me diz de vocês?

    Que Deus tenha misericórdia...

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Larissa!

    1- vai negar que vcs adventistas afirmam que o selo de Deus é o sábado e não o espirito santo?

    2- Vai negar que Ellen Withe afirma que o santíssimo entrou no santuário ?

    3- vai negar que os adventistas afirmam que os pecados dos homens serão depositados na conta do diabo?

    4-vai negar que se uma pessoa não guardar o sábado ela não é obediente e por consequência não é salva?por que assim os adventistas pregam!


    E outra,afirmamos aqui que toda doutrina que leva a pessoa ao engano está certamente em direção ao fogo ,se vc crer dessa forma,seu caminho infelizmente é o fogo,não afirmamos que vc ta no fogo,vc pode sim ser alcançada pela luz de Deus em sua mente!


    veja o que diz as escrituras:

    1. Nos últimos dias, alguns se desviariam da fé verdadeira, dando ouvidos a “espíritos enganadores e a doutrina de demônios” (1Tm 4:1).

    2. Até os escolhidos seriam colocados à prova pelos terríveis sinais e prodígios de engano, operados por “falsos cristos e falsos profetas” (Mt 24:24).

    3. Heresias destruidoras, introduzidas dissimuladamente por falsos mestres e profetas, infamariam “o caminho da verdade” (2Pe 2:1, 2).


    veja o que diz a profetiza do engano Ellen Withe:

    O entendimento da doutrina do santuário foi a chave que esclareceu o mistério do desapontamento de 1844 e lançou luz sobre pontos básicos de nossa fé e verdades essenciais da Bíblia. Em outras palavras, o santuário “revelou um conjunto completo de verdades ligadas harmoniosamente entre si” (Ellen G. White, O Grande Conflito, p. 423), como: distinção de leis, lei de Deus, sábado, expiação, mediação, justificação, santificação, segunda vinda de Cristo, recompensa dos justos e dos ímpios e completa destruição do mal.


    O que diz Martinho Lutero sobre isso:

    Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias.

    Francis Schaeffer diz :Se não tornarmos clara nossa posição, com palavras e obras, em favor da verdade e contra as falsas doutrinas, estaremos edificando um muro entre a próxima geração e o evangelho.



    Sola scriptura!

    ResponderExcluir
  15. Pra vc Larissa:

    “Qual é a melhor garantia contra o ensino falso? Sem dúvida alguma é o estudo regular da Palavra de Deus, com oração, pedindo que o Espírito Santo nos ensine. A Bíblia foi dada como lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho (Salmo 119:105). O homem que a lê com cuidado nunca entrará no erro. É o descuido do estudo regular da Bíblia que leva muitos a ser vítimas da primeira professora'' !

    ResponderExcluir
  16. Não adianta continuarmos nesse impasse, vcs já tiraram suas próprias conclusões sobre as doutrinas ADS, e realmente com o que falam eu apenas tenho certeza que não conhecem nada a respeito. O comentário acima de Martinho Lutero não se referia ao que Ellen White havia descrito e sim de um modo geral e com relação ao comentário de Francis Schaeffer se vocês estão de acordo acredito que deveriam repensar qual o objetivo do que está sendo abordado aqui, nem se quer fica claro que verdade vocês defendem aqui "Os nossos ideais teológicos são: A Bíblia é a inerrante, infalível e suficiente Palavra de Deus. O Deus da Bíblia é Triúno. A Salvação é pela graça por meio da fé em Cristo Jesus. Nisso nós Adventistas também cremos, vocês muito pregam sobre as crenças de outras religiões do que sobre o arrependimento, Jesus, sua morte, a graça, a fé etc.

    Uma coisa é você defender a verdade outra coisa é bancar o detetive, a chegar ao ponto de ir em uma igreja para ver que se prega, assistir outros programas para ouvir o q se fala e etc. Se vocês tem certeza de MCA prega a verdade fazer isso se faria necessário?

    De fato vc está indo paro fogo! Seu destino é o inferno.

    Se isso não são afirmações, então estou realmente péssima em Português

    E seguindo o conselho do mestre

    "Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem." Mt 7:6

    Encerro aqui o nosso papo... Que Deus vos abençoe!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Larissa,bom,Lutero defendeu as escrituras contra os falsos,isso inclui Ellen With,defender princípios bíblicos até o diabo defende, de forma distorcida,não adianta pregar o arrependimento permanecendo no erro,defender princípios verdadeiros ,mas, conveniente com doutrinas estranhas,a doutrina do santuário celeste de 1844 é falsa e diabólica,as profecias da professora With mentirosa, e ai vc vem aqui levanta a bandeira de fundamentos verdadeiros ,mas,mesmo assim comunga de ideias extra a palavra.Sei que não adianta,Paulo diz assim: mente cauterizada,que não muda!Pois no seu coração está cravada a bandeira da denominação Adventista e seu manual de ''conduta'',a palavra está sendo mutilada em seu coração.

    Triste fim: mas, o seu caminho de fato é morte,fogo,masssssssssss,ainda há tempo!

    encerro aqui com vc Larissa

    ResponderExcluir
  19. Larissa, caso não queria ponderar as informações na postagem, investigar mais acuradamente o que postamos, não perca tempo aqui.

    Fique em paz, esse blog não contribuirá caso vc não seja uma pessoa que busque a verdade. Não estou aqui para medir seus sentimentos em relação ao adventismo. Mas trabalhamos para confrontar a verdade com a mentira.

    Deus te fortaleça na verdade.

    ResponderExcluir
  20. achei a verdade, e os donos da verdade, pois um grupo de pessoas que já decide quem vai pro céu e quem vai pro inferno, esses são os donos da verdade, é estranho porque na igreja crista primitiva havia diferentes pensamentos sobre assuntos teológicos, mas eles respeitavam-se uns aos outros, mas aqui nesse blog, já se define quem vai ser salvo ou não, qual grupo religioso vai estar salvo e qual vai estar perdido, temos aqui mais discernimento do que os apóstolos tiveram, mesmo convivendo diretamente com Cristo. Eureka (achei os donos da verdade)

    ResponderExcluir
  21. Sou adventista e sei que Espírito da profecia é um dos dons da igreja pura de apocalipse 12:17 é também um dos principais dons apontados por Paulo. E que azazel representa sim o diabo; pois este bode não é sacrificado e portanto não epia pecados, mas é apontado como o responsável originador do pecado e o fato dele ser levado ao deserto para morrer, prefigura a morte de Satanás no juízo final. Nenhum adventista acha como vocês colocam em nossa boca, que Satanás expia pecados. Ellen white é só uma mulher, que escreveu assim como Daniel da bíblia, as visões e orientações que Deus deu. mas não deixa de ser pecadora, e assim como Paulo, pensou que não passaria pela morte até ver Jesus voltar "Depois nós os vivos seremos arrebatados" Não são os adventistas que vão ser salvos,mas os que guardam os mandamentos de Deus. Pergunte pra Jesus; os mandamentos de Deus(exodo 31:18) foram abolidos "até que o Céu e a terra passem, nem um "i" ou um "til" jamais se omitirá da lei. mt 5:18. A lei da circuncisão e da matança de cordeirinhos, e de todo cerimonial que tornava o Sábado um fardo etc etc etc; leis dos homens; foi abolida? Esta lei foi cravada na cruz. Mais uma vez; Satanás não expia pecados, mas é o originador do pecado. Se azazel expiasse pecados ele deveria ser imolado! Porém não era imolado!

    ResponderExcluir
  22. De fato, sem derramamento de sangue, não há expiação de pecados

    ResponderExcluir
  23. Ideraldo,Existem coisas que são tão claras que não as percebemos. Certa vez um homem ignorante saiu com uma tocha na mão procurando fogo. Se ele soubesse o que era o fogo teria cozinhado seu arroz bem mais cedo.

    O ignorante não pode ser piedoso,ele se engana em achar que é,quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.!

    ResponderExcluir
  24. Heuring, é muito triste ver os adventistas só passarem aqui e gritarem: Eu amo a ASD e Ellen White!!! fazer o que... 'ignoram a escuridão'... Daí pensam que estão na luz.

    ResponderExcluir
  25. Bom dia,
    sou um estudante da Bíblia, e acho muito interessante essa "troca de idéias" entre as denominações cristãs. Eu estudei sobre o santuário e sobre Azazel, e acredito que o ensino da Igreja Adventista está mais próximo do que é verdadeiro dentro da cultura judaica. Por que cheguei a essa conclusão? Vejamos:
    1 - O fato de ser lançado sortes um “por Jeová” e outro “por Azazel.” Segundo o Talmud, os bodes deviam ser o mais parecido possível (Talmud – Yoma 62a), para evitar o erro de trocarem, atavam um cordão escarlate no chifre do bode para Azazel e um no pescoço do bode para o Senhor. Não haveria necessidade desta atitude se os bodes tinham a mesma finalidade. Por que lançar sortes e fazer tão específica distinção se os dois tinham o mesmo simbolismo e representavam a mesma pessoa? Acaso não estaria esta atitude demonstrando que eram opostos e que eram divergentes? Se os dois representassem o mesmo personagem, não haveria necessidade de fazer distinção entre ambos, contudo, no dia da expiação, indicam, pelo contraste entre eles, que um tipificava Cristo e o outro logicamente o adversário de Cristo.
    2 - Escritores hebreus e cristãos concordam que Azazel seja um tipo de Satanás. Ex.: M’Clintock And Strong, Cyclopedia of Biblical, Theological and Ecclesiastical Literature, Vol. 9, págs. 397 e 389 art. “Scapegoat”; The Encyclopedic Dictionary, Vol. I, pág. 397; J. Hastings, Bible Dictionary, pág. 77, art. “Azazel;” The New Sehaff-Herzog Encyclopedia of Religious Knowledge, Vol. 1, Pág. 389, art. “Azazel.” Comentário Exegético y Explicativo de la Bíblia.
    3 - A (RC) mostra em Lv 16:9 que o bode que teve a sorte “pelo Senhor”, Arão, “o oferecerá para expiação do pecado” o outro de “por Azazel” não era sacrificado, assim Jesus não pode ser representado por ele, pois não era um sacrifício, não derramava sangue.
    4 - A Bíblia de Jerusalém em nota de rodapé, comentário, diz quanto a Azazel: “A versão Siríaca, é o nome de um demônio que os antigos hebreus e cananeus acreditavam que habitasse o deserto, terra árida, onde Deus não exerceria a sua ação fecunda”.
    5 - Satanás é o originador de todo o pecado. Ele é responsável pelos seus pecados e de todos os homens, e haverá de pagar por todos os pecados não perdoados dos homens, por todos os que induziu as pessoas a pecar. Deverá pagar pelo preço com a vida, conforme Ml 4:1 e 3 quando diz: “…não restará raiz nem ramo.” “…se fará cinza debaixo de nossos pés”. É óbvio deduzir que deixará de existir, pois nem raiz, nem ramo, só cinza.
    De acordo com a tipologia do santuário os pecados dos homens não são expiados por satanás, “…levará sobre si”, leva para o deserto, ele os carrega por responsabilidade.
    6 - Ainda outra evidência é encontrada no Árabe, onde Azazel é empregado como um nome de um espírito mau” (Redeemer and Redeemed, p. 66).
    No livro de lº Enoque (2º Séc. a.C) há uma lista de anjos que recebem muitos nomes que são dados aos anjos bons e aos maus; entre os anjos maus está o nome de Azazel. Portanto, em tempos pré-cristãos, Azazel foi identificado com um poder demoníaco.

    Ainda estou estudando, mas acredito que historicamente está bem claro, não?!
    Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simplesmente genial seu estudo.
      Esse é o fato que acontece hoje em dia alguns confundem Cristo com Azazel e acham que é a mesma coisa e que ambos podem salva-los, triste erro.

      Excluir
    2. Estimados e sinceros servos de Deus, Gabriel Phoenix, Unknown e Luciano Sena.

      Os Bodes teriam que ser perfeitos, pois os mesmos tipificavam a mesma pessoa. Pessoa esta que é Perfeita, O Nosso Amado Salvador e Imaculado Jesus. ( Não poderia de espécie alguma ser Satanás, pois ele nunca seria tipificado como perfeito ).
      Observemos que os dois bodes faziam sim parte da EXPIAÇÃO, conforme Lv. 16.10 . " Mas o Bode que cair a sorte para Bode Emissário será apresentado VIVO PERANTE O SENHOR, para FAZER EXPIAÇÃO POR MEIO DELE e enviá-lo ao deserto como Bode Emissário ".
      Amados do Senhor, abaixo com data de 29.08.13, fazemos alguns comentários, que com certeza nos esclarecerá ainda mais a verdade de Nosso Amado Senhor Jesus como o representante do Bode Emissário.
      Deus continue a iluminar a todos com Sua luz. Paz
      Wilton

      Excluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Gabriel, agradeço seu comentário.

    Acredito que na postagem já deixamos algumas coisas claras, se vc ler a postagem com suas proposições.

    O fato de 'amarrarem um cordão' não era por que tinham a mesma finalidade. (embora não temos essa evidência NA BÍBLIA)

    Isso não é verdade pelos dois motivos essenciais ao tema:

    1) Tinham a mesma finalidade, mas seriam tratados de modo diferentes - isto é: um era para ser morto e outro levado ao deserto (obviamente morreria lá)

    2) Se 'marcavam' era por causda de seu semelhança e destino distintos, não por que a finalidade era diferente.
    Pois ambos seriam oferecidos ao SENHOR: "apresentado vivo perante o SENHOR, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário.” (Lv 16.10).


    Os demais assuntos foram antecipados na postagem.


    Abraços

    ResponderExcluir
  28. Nos tipos e Sombras sob o Antigo Pacto o Senhor Jesus é mostrado como o Cordeiro da Páscoa.No capítulo 16 do Livro de Levitíco como o Sumo Sacerdote nâo como sacrificío.Ver 1Corintíos 5:7.A verdadeira revelacao se encontra no LIVRO DE HEBREUS,não nos testemunhos da senhora White.Eram oferecidos dois Bodes não cordeiros porque quem representava o verdadeiro sacrificío já tinha sido morto na páscoa.Os dois bodes eram ofercidos para em tipo purificarem o TABERNÁCULO,pois CONTÍNUAMENTE,ano após ano eram oferecidos sacrificíos diários.O bode vivo não era Azazel mas PARA Azazel. O bode que eram morto com seu sangue oara dentro do santissímo para purificacão do TABERNÁCULO.O Bode vivo para Azazel levando o pecado ou emovendo o pecado para não mais voltar e assim o TABERNÁCULO estava purificado.Notem NÁO EXISTE NENHUM TEXTOnem no Antigo ou Novo Testamentos que mencione ou insinue que Azazel seja Satanás.Trata-se de outra heresia porque Cristo levou na cruz os nossos pecados de UMA vez por todas.ELE PERDOA nossos pecados por uma obra já consumada.Não tem essa de levar pecados depois do calvário.Crito nunca é simbolizado pelo anima l a quem chamamos de bode mas por um cordeirinho imaculado.Aquilo repito era para purificar o tabernáculo para o ano seguinte.Mas como já veio o sacrificío perfeito não há mais nescessidade de purificacão de tabernáculo.Azazel é uma negativa da presenca de Deus ainda que onipresente.Terra do esquecimento, náo outro nome próprio para satanás ou algum demonio.Que parte tem o templo de Deus com os demonios.Ele era usado para remover os pecados do POVO DE DEUS para terra solitária.Os pecados daquele ano não mais lembrados.Sempre fique de olho nisto;o sacrificio do Senhor Jesus é mostrado na Páscoa.Ele é mostrado como SUMO sacerdote em LEVITICO 16 que é a festa da expiacão em LEVITICO 23.A transicão para o ETERNO SACERDÓCIO á ordem de Melquisedec,O cristo ressucitado.Ele despojou-se dos nossos pecados e ressucitou.Está glorificado.Náo põe pecados en cima de ninguém.O DIABO E ÍMPIOS pagarão pelos seus próprios pecados e Cristo pagou pelos dos crentes.Esta heresia adventista em nada glorifica nosso Salvador, mas o torna dependente de satanás para concluir SUA expiacão, tornando-o seu ccooperador na obra de redencão.Aém do mais Cristo é SUMO SACERDOTE SEGUNDO A ORDEM DE MELQUISEDEC, e como diz em hebreus 7:12 mudando-se o sacerdócio muda-se a lei.Paulo 22 de Maio de 2012.

    ResponderExcluir
  29. SOU EX-ADVENTISTA MAIS CONTINUO LEITOR DA BIBLIA,VEJO MUITAS PESSOAS CRITICAR AS REVELAÇÕES DE Ellen WhitE MAIS NÃO VEJO ALGUÉM REVELAR AS PROFECIAS DE DANIEL E APOCALIPCE E EXPLICAR AOS CRISTÃO COMO É O CERTO.HOJE EXISTE O JUDEU ORTODOXO QUE NÃO SEGUE TODA A BIBLIA APENAS O VELHO TESTAMENTO POR ISTO NEGA DEUS FILHO E POR OUTRO LADO O QUE SO SEGUE O NOVO TESTAMENTO E NEGA A VONTADE DE DEUS PAI.A PERGUNTA É QUE BIBLIA DEVEMOS SEGUIR TODA,VELHO TESTAMENTO,NOVO TESTAMENTO EU PREFIRO FICAR COM TODA BIBLIA FAZENDO A VONTADE DO PAI CRENDO NA SALVAÇÃO DE JESUS CRISTO E RECEBENDO A FORÇA DO ESPIRITO SANTO OBS:A QUESTÃO DA ESPIAÇÃO DESCRITA POR ELLEN É MAIS PROFUNDA DO QUE ISTO E SEU COMENTÁRIO NÃO REFLETE TODA REVELAÇÃO MAIS PARA QUEM É REALMENTE LEITOR DA BIBLIA LEIA ELA TODA SEM PRECONCEITO SEM DIZER QUE VELHO TESTAMENTO É PARA JUDEUS POIS TODA PLAVRA É VERDADE NÃO EXISTE MEIO DEUS OU MEIA PALAVRA.

    ResponderExcluir
  30. Cristiano,

    1. Ellen White explicou AS profecias de Apolocalipse e Daniel?

    2. Poderia me indicar na postagem onde falhei por 'não observar toda a revelação' a respeito do assunto da expiação?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  31. SATANÁS NA EXPIAÇÃO. Este é o tema desta seção.
    Gostaria de que fosse analisado e lido com toda diligência o comentário que segue.
    Fontes bem atualizada mostram que o termo que deu origem ao nome próprio " AZAZEL ", que ocorre no texto massorético ( texto utilizado pelos judeus modernos, que data da idade Média ) é UM ERRO DE FUSÃO de duas palavras, provada por antigas traduções que datam antes de Cristo, como a Septuaginta ( LXX ), dando origem a uma interpretação exotérica judaica.
    É impressionante como a maioria dos comentaristas bíblicos desconhecem este fato: " O Texto Massorético indica um nome próprio, que, a parte dessa menção, é inteiramente desconhecido [ nas Escrituras ] , Azazel, que os rabinos da Idade Média explicavam ser de um demônio peludo do deserto. Então Arão lançaria sortes por um demônio. Ora não se faz inclusão do culto ou adoração de demônios em parte alguma da TORA e não pode existir a mínima possibilidade de que tal culto surja em Lv 16 e nos versos seguintes deste capítulo. A óbvia solução deste enígma encontra-se na separação das duas partes da palavra " AZAZEL "de modo que fique ez azel, isto é, " O BODE DA PARTIDA ou DA DEMISSÃO.
    A LXX entendeu o versículo e o nome AZAZEL dessa forma , isto é inquestionável. Daí concluímos que foram INDEVIDAMENTE FUNDIDAS NUMA SÓ NO HEBRAICO.
    Ao separarmos as duas palavras, passamos a ter um texto que faz sentido perfeito no contexto, SEM FAZER CONCESSÃO A DEMÔNIOS, CUJO EXEMPLO NÃO EXISTE NAS SANTAS ESCRITURAS. A verdadeira tradução a ser empregada, em vez de " ... para AZAZEL " ( ASV, RSV ); é " BODE EMISSÁRIO "

    ResponderExcluir
  32. Dando continuidade ao comentário acima, gostaria colocar outro detalhe importantíssimo.
    O registro dos documentos do Antigo Testamento era escrito só com consoantes; os pontos representativos das vogais só passaram a ser colocados no texto a partir de 800 D.C. [ Texto Massorético ] ... A TRADIÇÃO SEGUNDO A QUAL O BODE EMISSÁRIO ERA O NOME DE UM DEMÔNIO DO DESERTO, ORIGINAR-SE-IA, MUITO TEMPO DEPOIS e estaria totalmente EM DESACORDO COM OS PRINCÍPIOS DA REDENÇÃO ENSINADOS NA TORA.
    Concluímos que esse cabrito ( bode )não representava Satanás.Eles não são mencionados desempenhando funções expiatórias em prol da humanidade, que é a implicação dessa interpretação Lv. 17.7.
    O amado e inspirado evangelista João deixa registrado 1 Jo.3.5, uma alusão ao bode emissário.
    Esse fato é claramente visto nas palavras ' leva embora ' ( ARA, ' tira ' )
    Dirijo-me aos remanescentes, que compõe a verdadeira Igreja do Senhor Jesus, aqui na terra, para que atentemos com toda atenção as Palavras do Senhor registradas pelo escritor inspirado em Hb. 2.1
    Deus abençõe a todos com a iluminação do Santo Espirito. Amém !!!

    ResponderExcluir
  33. Reporto-me a todos os amados do Senhor, que não aceitam dividir a Glória do Senhor Jesus com ninguém. Com certeza você que esta lendo o que escrevo neste momento, é um dos tais.
    Observe que, de acordo com a Santa Palavra do Pai das Luzes, cada um de nós daremos conta de nossos atos a Ele; cada um responderá por si. Quando olhamos para o Éden observamos que Adão foi responsabilizado pelo seu pecado, Eva pelo seu e Satanás pelo seu. Cada um recebeu a punição que o Justo Juiz decretou com toda Justiça que lhe é peculiar. No Juízo Final meus queridos e sinceros irmãos e irmãs, Deus vai responsabilizar a todas as criaturas, como fêz no Éden, por SEUS PRÓPRIOS PECADOS COMETIDOS. Satanás será punido pelo dele, e o homem que rejeitou a Jesus como SALVADOR PESSOAL, também será punido por isto. CADA UM DARA CONTA DE SI MESMO A DEUS.
    PELA FÉ E ILUMINAÇÃO DO ESPIRITO SANTO É QUE PODEMOS COMPREENDER QUE O SENHOR JESUS PAGOU O PREÇO DE NOSSO PECADO SOZINHO. FAZENDO COMPLETA EXPIAÇÃO. REALIZANDO O TRABALHO DOS DOIS CARNEIROS ( BODES ).
    PRIMEIRO - OFERTA SACRIFICIAL PELO PECADO ( Ap. 12.11 )
    SEGUNDO- AFASTAMENTO DO PECADO ( Sl.103.12;Mq. 7.19; Is.53.4,12; Mt.8. 17 ) e muitos outros...
    Com todo respeito e amor em Cristo Jesus, te peço, não divida esta
    Glória de reconhecer que somente o Senhor Jesus levou e afastou de você e de mim os nossos pecados.
    EFÉSIOS 3. 17-21. No Amor de Cristo.

    ResponderExcluir